Polêmica às 00:13

‘Não estou vivendo, estou existindo’, diz Pamella Holanda, ex-mulher de Dj Ivis ao Fantástico

Pamella Holanda, ex de DJ Ivis chora em entrevista ao Fantástico

Pamella Holanda, ex de DJ Ivis chora em entrevista ao FantásticoFoto: Reprodução TV Globo

Pamella Holanda ex-mulher de DJ Iis conversou com “Fantástico” para falar sobre as agressões que sofreu do ex-marido DJ Ivis e que foram expostas em vídeos que divulgou em suas redes sociais no último dia 12 de julho. A entrevista foi exibida neste domingo, dia 18 de julho.

“Fico pensando como vai ser minha vida quando eu voltar a viver, porque esses dias eu não estou vivendo, eu estou existindo”

A digital Influencer relatou em detalhes quando e como começaram os episódios de violência por parte violência do músico Iverson Araújo:

“Quando eu comecei a morar com ele, ele já começou me agredir. Começou verbalmente: palavrão, grosserias…” e lembrou que não foi respeitada por Ivis nem durante a gravidez.

“Estava grávida de 5 para 6 meses. Me segurou pelo pescoço e foi me arrastando pelo corredor até o sofá. E teve outros. Tinha medo, tinha vergonha… estava realizando um sonho, eu sempre quis ser mãe”

Veja+: Veja DJ Ivis chorando e pedindo perdão antes de ser preso

Os episódios de violência aconteceram em um apartamento em que o casal morava em Fortaleza.

VIOLÊNCIA, DESRESPEITO, CRUELDADE

A arquiteta relembrou os momentos de dor e desespero enfrentados por ela, na época lutando contra a Covid-19 e se esforçando para cuidar da filha recém nascida:

“Primeiro ele me agrediu com a blusa. Depois ele começou a falar várias coisas e eu insisti muito para poder tentar minha filha no carrinho para poder amamentar ela e é a hora que ele vem e puxa meu cabelo. Puxa, me bate, esbarra no carrinho”.

“Os médicos recomendavam o peito pra nenê. Ele não queria de jeito nenhum, porque dizia que a nenê ia acabar pegando Covid”, revelou e disse que a mãe também pedia para ele parar: “Ela pedia pra ele não fazer, não bater. ‘Não bate na minha filha’. Ela só falava isso.”

Pamella explicou o motivo da briga em um dos vídeos que mostra claramente a presença de Charles, funcionário do cantor, que simplesmente ficou observando enquanto ela era espancada.

“A gente começou a discutir porque ele mostrou uma foto íntima minha com o Charles. É a hora que ele me agride. Depois eu vou pra cima dele, mas ele se esquiva. Quando dou as costas ele vem, me dá um soco, um chute e me deu um soco nas costas que caí no chão e fiquei sem conseguir respirar.”

Ao comentar outro momento de agressão sofrida, cenas que não foram registradas em vídeo, Pamella relatou que acabou uma contusão no olho após uma discussão. DJ Ivis tinha voltando de viagem e ela foi conversar com ele no quarto sobre uma suposta traição.

“Foi na hora que ele começou a me socar as costas, me chutou nas minhas pernas. Não lembro se foi nessa hora que eu tentei me defender que pegou um soco dele no meu olho, ou se foi uma cotovelada”

Veja+: Relembre as cenas de DJ Ivis sendo preso em Fortaleza

ATAQUE COM FACA

Pamella revelou que, em uma das brigas do casal, DJ Ivis chegou a pegar uma faca para atentar contra a vida dela, mas felizmente foi impedido por uma funcionária

“Desci umas 10 horas, quase 11 pra poder fazer o leite dela e já começou a discutir. A funcionária dele também estava na hora. Foi a hora que ele pegou uma faca na gaveta da cozinha. A funcionária dele segurou o braço dele.”

Nesse dia Pamella estava sem telefone e saiu correndo de casa em direção a portaria do condomínio e pediu para o funcionário chamar a polícia, mas ela não foi atendida. Desesperada bateu na porta de uma vizinha que ligou para o 190.

Na delegacia o DJ foi ouvido e não admitiu as agressões. Assustada Pamella deixou a delegacia sem prestar depoimento. Por conta disso não houve flagrante.

UMA VIDA DE MENTIRAS

No dia seguinte ao que a polícia foi acionada Pamella percebeu que não seria ouvida. Por conta disso ela decidiu postar os vídeos, pois só assim teria certeza que sua história seria levada a sério

“Se fosse só a palavra dele contra a minha, ninguém ia acreditar em mim. Ele é famoso, é conhecido… Ninguém imaginava que era assim. Todo mundo se baseia a vida do outro nas redes sociais. Ele acabava de brigar comigo e saia por aí. Saía de casa fazendo stories.”

DEPOIMENTO DA BABÁ FOI PEÇA CHAVE

A reportagem conversou com o delegado Tharsio Facó, responsável pelo caso. Ele revelou que o depoimento de uma babá do casal se transformou em peça fundamental no caso. Ela foi demitida um dia após ser admitida por DJ Ivis, apenas pelo fato de ter presenciado uma das agressões.

“Ela (a babá) não tinha nenhum vínculo com as partes envolvidas, nem com a Pamella e nem com o Iverson. Diferentemente do Charles e da governanta que tem um vínculo maior com ele”

No depoimento, a babá disse que escutou barulhos vindos do quarto do casal que se assemelhavam com pancadas na parede. Que a mãe do DJ Ivis estava na casa e teria dito a ela que eles estavam arengando (brigando). Pamella teria saído do quarto chorando muito e com olho roxo.

Pamella encerrou a entrevista com uma palavra de incentivo para outras mulheres que sofrem com a violência por parte de seus parceiros.

“Eu não aguentava mais minha filha escutar o meu choro… eu não quero que gravem a imagem de mim chorando. Eu aconselho, encorajo, peço que não tenham medo, que a gente não pode se aprisionar.

Dj Ivis está preso preventivamente desde quarta-feira, 14 de julho. A decisão é do Poder Judiciário da comarca do Eusébio, onde um dos inquéritos contra o DJ foi instaurado. Ele vai responder a dois inquéritos por lesão corporal no âmbito da violência doméstica e familiar.

Veja+: Veja a mensagem de Pamella para outras vítimas de violência doméstica
Vai entender, Tirulipa pediu mais uma chance para DJ Ivis
Funcionário de DJ Ivis disse que não sabia o que fazer