Polêmica às 23:00

Oprah Winfrey está decepcionada com Harry e Meghan Markle

Oprah Winfrey sorri em entrevista
Foto: Reprodução/Instagram/@oprah

Segundo a revista Woman’s Day, Oprah Winfrey teria se arrependido da entrevista que fez com o príncipe Harry e Meghan Markle, e que foi ao ar na CBS em março passado.

Aparentemente a apresentadora está desconfiada que os Duques de Sussex a usaram para contar algumas mentiras sobre o que eles viveram na família real britânica.

Desde que Harry e Meghan deixaram seus deveres como membros-seniors da realeza, eles se apoiaram na ajuda e amizade de Winfrey, mas agora isso acabou, segundo uma fonte da publicação.

Esta semana, o tabloide afirmou que Oprah Winfrey ‘deu as costas’ ao casal quando descobriu que eles contaram algumas mentiras em sua entrevista, deixando-a ficar mal diante dos meios.

Veja+: Thomas Markle quer ser entrevistado por Oprah

“Assim que as notícias surgiram, e Oprah descobriu que: ou eles exageraram ou mentiram na cara dela, ela ficou furiosa”, disse a fonte. “Isso mancha a reputação de Oprah como uma das melhores entrevistadoras da América e até agora, quase oito meses depois, ela ainda não se recuperou dessa decepção”, afirma.

“E depois ela viu que Markle visitou uma escola de crianças de baixos recursos, usando um look de US$ 20 mil, e isso foi o fim da picada para Oprah (…) O público americano está começando a perceber que Harry e Meghan não praticam o que constantemente falam, e as pessoas estão ficando cansadas deles. Oprah sabe que precisa se distanciar, para seu próprio bem”, assegura o informante.

Veja+: Atriz chama Oprah de ambiciosa e falsa

NÃO PODE ENTREVISTA OUTRO MEMBRO DA REALEZA

Segundo a revista OK!, Oprah Winfrey nunca poderá entrevista outro membro da família real britânica, devido a um suposto acordo que sua produtora fez com a produtora dos Duques de Sussex, Príncipe Harry e Meghan Markle.

A negociação da entrevista começou desde o ano passado, e depois de mais de três meses de revisões de contratos, uma das cláusulas dizia que Winfrey não poderia disponibilizar seu microfone para que outra pessoa contasse seu lado da história.

Uma fonte da revista comenta que tudo foi devidamente documentado e assinado, com Oprah também tendo que assinar um acordo de confidencialidade por qualquer comentário fora das câmeras que eles pudessem fazer.

Eles não lidaram com esses ‘problemas’ pessoalmente, já que tudo foi realizado através dos representantes legais de ambos os lados.

“Se William quisesse contar seu lado da história a Oprah, por exemplo, ela não poderia aceitar”, revela a fonte.