Polêmica às 09:53

Tereza Seiblitz afirma que André Gonçalves não cumpriu acordo firmado com a filha

Manuela Seiblitz, André Gonçalvez, Tereza Seiblitz
Foto: Reprodução/ Instagram @manuseiblitz – Divulgação e Reprodução/ Instagram @terezaseiblitz

Depois de abrir o coração e defender ferozmente sua filha, Manuela Seiblitz, no caso envolvendo seu ex-companheiro, André Gonçalves, que tem prisão decretada pelo atraso na pensão alimentícia, Tereza Seiblitz afirmou que a jovem de 22 anos lamenta essa exposição e troca de farpas.

“Tudo o que Manuela queria era não estar vivendo essa situação”, afirmou a atriz ao jornal O Globo.

Conhecida pela interpretação da cigana Dara, na novela “Explode Coração”, exibida em 1995 na Globo, Tereza contou através de uma carta enviada ao jornal que a filha chegou a aceitar um acordo proposto pelo pai em 2019, mas ele o descumpriu. Vale destacar que André, atualmente casado com Danielle Winits, também é alvo de processo de outra filha, Valentina, de 18 anos, do relacionamento com Cynthia Benini, e já teve a prisão decretada. 

Dedicada aos estudos e ao teatro, Tereza Seiblitz prepara uma peça para setembro ao lado da atriz Fernanda Silva. Para fazer esse espetáculo, ela decidiu deixar de lado temporariamente o projeto de concorrer ao doutorado. Sua pesquisa é sobre a prática da cena.

Veja +: Tereza Seiblitz diz estar ‘enjoada’ das falas de Andcré Gonçalves

Confira a íntegra do texto de Tereza Seiblitz:

“No momento, estou às voltas com a perda recente da minha mãe, que aconteceu no dia 21 de dezembro de 2021. Além da questão de não poder fazer as cerimônias com as cinzas dela, como muitos brasileiros não podem por causa desta terceira onda de Covid, ainda temos os trâmites burocráticos que a morte nos impõe. Conto isso para que se entenda em que contexto estou respondendo à demanda sobre o assunto da pensão da minha filha mais velha.

Fiquei muito triste quando, ainda com minha mãe do hospital, vi declarações feitas pelo pai da Manuela num vídeo de 11 minutos veiculado no YouTube. Não entendi nada. Por que aquela matéria ali, sem contextualização? Foi um susto porque respeito o André como colega de profissão, talentoso, que sempre foi muito gentil e afetivo. Foi ele quem quis abrir o processo de pensão quando a Manu tinha uns 9 anos. Até então eu não tinha nem advogada. Nesse momento, ele foi muito grosseiro comigo e não quis diálogo. Depois foram anos e anos, com várias situações diferentes e com a própria Justiça cobrando dele os atrasados.

Quando minha filha fez 18 anos, a lei a coloca à frente do processo. Por isso acho muito estranho o pai dela dizer naquele vídeo que ela está tentando prendê-lo há cinco anos. O processo começou lá por 2009. Em 2019, ela aceitou o acordo que ele propôs. Só que ele não cumpriu. Tudo o que a Manuela queria era não estar nessa situação. O rito de prisão que acontece agora é o da outra filha dele, a Valentina, a quem ele deve três vezes mais. Enquanto isso, nós, as mães, criamos nossas filhas sem vir a público, não é? Não sei a quem interessa essa exposição da vida pessoal. Eu continuo confiando nos trâmites legais em relação a esse assunto bem como às ofensas feitas publicamente, não só por ele, mas por alguns veículos de ‘informação’.

É uma pena que as coisas tenham acontecido desse jeito num momento tão delicado para minha família. A única coisa boa é que esse assunto sobre pensão alimentícia seja debatido com a seriedade que merece. É impressionante o número de mensagens que recebo de mulheres que não conseguem nem ter acesso para a divisão, pelo menos financeira, dos custos da criação de um filho. Acho que muita gente não sabe que a lei diz que o pai deve arcar com a divisão dos custos até os 24 anos ou até a formação no Ensino Superior (se isso acontecer antes). Seria muito bom não precisar de leis para algo que, para mim, faz parte da alegria/missão de botar alguém no mundo”.

ENTENDA O CASO

O ator André Gonçalves teve a prisão domiciliar decretada pela Justiça de Santa Catarina em novembro do ano passado. A decisão foi tomada em processo movido por sua ex-mulher, a jornalista e atriz Cynthia Benini. O ator tem uma dívida que hoje está no valor de R$ 350 mil, pelo acúmulo de R$4,5 mil mensais não pagos à menina desde 2017 até 2019. Em julho deste ano, OFuxico noticiou que os bens de André foram penhorados: um carro e uma moto, que estão no nome dele. AJustiça também chegou a bloquear as contas do ator, mas só teriam encontrado R$ 18.

Uma semana após a decisão da Justiça, André se tornou alvo de um novo pedido de prisão pelo mesmo motivo, só que dessa vez tendo a sua filha mais velha como autora da ação. Manuela Seiblitz assumiu o processo que a mãe dela, a atriz Tereza Seiblitz, movia contra o ex na Justiça do Rio por R$ 109 mil referentes a alimentos atrasados.  O processo tramita na 4ª Vara de Família da capital e espera a decisão do juiz.

O ator disse que chegou a pedir um empréstimo no valor de R$ 450 mil para pagar o que deve, mas teve a solicitação negada.

A prisão domiciliar determinada é de 60 dias e Gonçalves será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. De acordo com o advogado do ator quando a decisão saiu, Dr. Sylvio Guerra, ele cumprirá a determinação judicial: “Há 5 anos André foi demitido, está desempregado e nesses anos todos os juízes acolheram provas e ponderações de que sem emprego não há como ele arcar com a pensão alimentícia integralmente. Porém, não deixou nunca os filhos desamparados. Toda vez que ele faz um trabalho, paga uma parte, não integral”, disse o advogado na ocasião.

OSTENTAÇÃO NO RÉVEILLON

André Gonçalves passou o ano novo em clima de romance ao lado da atriz Danielle Winits em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Além disso, o ator aproveitou para curtir a festa de 50 anos de Rita Guedes, neste último domingo, 2 de janeiro.

Os internautas estranharam a curtição de André, já que ele está com a prisão decretada por não pagar pensão alimentícia para as filhas. O artista apareceu sem tonozeleira eletrônica no hotel que ficou hospedado junto de Danielle e o filho da atriz, Guy.

LETÍCIA SABATELLA APOIA DESABAFO DE MANU SEIBLITZ

O post de desabafo de Manu Seiblitz, filha de André Gonçalves com a atriz Teresa Seiblitz, gerou uma onda de apoio e afeto no perfil da jovem no Instagram, na quarta-feira, 12 de janeiro. Manu está processando o pai por não pagamento de pensão alimentícia e foi incentivada por famosos como Letícia Sabatella, amiga de sua mãe.

“Eu te amo, Manu! Vc sempre foi a Luz da sua família”, comentou Letícia. “Que lindo minha filha”, disse Teresa.

Em seu texto, Manu lista todas ausências com as quais teve que conviver com relação ao pai: “Eu tenho 22 anos. Nasci dia 13 de fevereiro de 1999 – sábado de carnaval. Minha mãe me botou no mundo, o outro se atrasou pro parto e não me viu chegar. Aprendi a andar sem ele. Aprendi a ler, escrever e fazer contas sem ele. Tive meu primeiro ralado no joelho sem ele. Todas as apresentações de escola e de teatro sem ele. Minha primeira medalha na natação. Natal, réveillon. Festas de aniversário sem ele. Minha primeira nota baixa. Aprendi a desenhar, cantar e jogar bola sem ele. Aprendi a cozinhar sem ele. Aprendi a lavar a roupa, fazer faxina e mercado sem ele. Aprendi a andar de bicicleta sem ele. Aprendi a comer, tomar banho e escovar o dente sem ele. Fui a todos os médicos sem ele. Me botei pra dormir sem ele”, escreveu ela.

A mensagem de Manuela Seiblitz prosseguiu, com um apelo para que outros pais não repitam o que André Gonçalves fez com ela: “E não há nada que ele possa me ensinar sobre como amar meus futuros filhos. Aos pais do mundo, sempre há tempo. Enquanto se está vivo, há tempo. Não percam a gigante oportunidade de conhecer os filhos de vocês”.

André teve prisão domiciliar decretada pela Justiça de Santa Catarina por também não pagar a pensão alimentícia da filha Valentina Benini, fruto do relacionamento com a jornalista e atriz Cynthia Benini. Manuela assumiu o processo que a mãe movia contra o ex na Justiça do Rio por R$ 109 mil referentes a alimentos atrasados.

ADVOGADO ABANDONA O CASO

O advogado Sylvio Guerra já não é mais o advogado de defesa de André Gonçalves, nos processos sobre o não pagamento de pensão alimentícia, um movido pela ex Cynthia Benini, mãe de Valentina (18) e Manuela (23), fruto do relacionamento do ator com Tereza Seiblitz.

Amigo pessoal do ator, Sylvio Guerra destacou à reportagem de OFuxico que a amizade continua: “Advoguei para ele gratuitamente, o que foi enfatizado em juízo, dadas as condições dele de desemprego e tenho um carinho enorme pelo André. Foi opção dele levar o caso à análise de outro profissional, então entendo que assim ele preferia, mesmo que eu venha conseguido postergar por tanto tempo a decisão judicial que, em casos como esse, é sempre breve”.

André procurou Sylvio Guerra, pedindo os números dos processos referentes aos casos, para que um outro amigo pudesse tentar reverter as duas causas na justiça. Guerra então entendeu o momento e deixou de defender o ator.

Veja +: André Gonçalves quer recorrer da decisão da prisão domiciliar

PRINCPAIS NOTÍCIAS
Com a Covid-19, Aline Campos busca por manicure e revolta a web
Juliette e Luis Fonsi “se pegam” em “Un Ratito”. Ouça!
Gabi Martins é apresentada como nova usa da Unidos de Vila Isabel

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!