Polêmica às 13:31

Will Smith se encontra com guru na Índia após tapa em Chris Rock no Oscar

Will Smith com guru na Índia

Will Smith com guru na Índia – Grosby Group

Will Smith foi visto pela primeira vez desde que agrediu o comediante Chris Rock, após o apresentador do Oscar fazer uma piada sobre a cabeça raspada da esposa de Will, Jada Pinkett-Smith.

O astro de Hollywood está na Índia para conhecer o líder espiritual Jaggi Vasudev, conhecido como Sadhguru, que ensina ‘métodos poderosos de autotransformação’.

O ator de 53 anos, que posteriormente foi banido de futuras cerimônias do Oscar pelos próximos 10 anos, estava bem sorridente, posou para fotos com fãs e acenou para o público que estava no local, enquanto era visto em um aeroporto particular em Mumbai, na Índia.

Will Smith fora do Oscar por 10 anos

Will Smith emitiu um comunicado, após ser banido por 10 anos de todos os eventos promovidos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas no início do mês de abril. “Eu aceito e respeito a decisão da Academia”, disse o ator em um pronunciamento enviado ao site Page Six.

Leia +: Will Smith tem vários projetos pausados por conta de agressão no Oscar e fãs reclamam

A punição aconteceu depois do astro ter dado um tapa no rosto do comediante Chris Rock, no último dia 27 de março, durante a cerimônia do Oscar. Rock fez uma piada sobre a cabeça raspada de Jada Pinkett Smith, mulher do ator.

Tapa de Will Smith no rosto de Chris Rock marca cerimônia do Oscar
Foto: Grosby Group

Na ocasião, o comediante disse que mal podia esperar para ver Jada, que tem alopecia, doença que leva à queda de cabelos, estrelar “G.I. Jane 2”. No longa de 1997, “G.I. Jane”, que no Brasil foi lançado como “Até o Limite da Honra”, a atriz Demi Moore raspou os cabelos para dar vida a uma tenente.

Leia+: Confira os memes que circularam pela Internet na noite de entrega do Oscar

Na ocasião, nos bastidores da premiação, estrelas de Hollywood receberam com estranheza a atitude de Smith. Judd Apatow, diretor de “O Virgem de 40 anos”, afirmou que a atitude foi uma manifestação de raiva descabida. “Ele poderia tê-lo matado. Aquilo foi pura raiva e violência fora de controle. Os dois ouviram um milhão de piadas sobre ambos nas últimas três décadas. Eles não são inocentes no mundo de Hollywood ou da comédia. [Will] perdeu a cabeça”, escreveu no Twitter. Momentos depois, o comediante apagou a publicação.

will smith com oscar
Foto: Grosby Group

Leia+: Como Jada Pinkett Smith conseguiu aceitar e lidar com a Alopecia?

Há dois dias, o site Page Six apurou a informação de que Chris Rock está se recuando a falar sobre o famoso tapa na cara que levou de Will Smith no Oscar. Chris avisou a plateia do seu stand-up, afirmando que não quer comentar o assunto.

“Abaixem as expectativas, não vou falar sobre essa merda”, teria dito Chris.

A fonte ainda afirmou que Chris havia brincado dizendo que “de repente todos estão interessados” em seus show de comédia stand-up.

Chris teria inclusive repreendido um fã que mencionou o tapa durante uma das apresentações. O humorista disse que não mencionaria o caso pois “ainda está processando” o que aconteceu.

PEDIDO DE DESCULPAS PARA CHRIS ROCK

Após o famoso tapa após piada envolvendo sua esposa Jada, Will Smith enviou pedido publico de desculpas e informou que estava se retirando da Academia do Oscar. Ele declarou a revista “Variety”: “Respondi diretamente ao aviso de audiência disciplinar da Academia e aceitarei integralmente todas e quaisquer consequências por minha conduta. Minhas ações na apresentação do 94º Oscar foram chocantes, dolorosas e imperdoáveis. A lista daqueles que machuquei é longa e inclui Chris (Rock), sua família, muitos de meus queridos amigos e entes queridos, todos os presentes e o público global em casa”.

Chris Rock é visto pela primeira vez após tapa de Will Smith em premiação
Grosby Group

No mesmo texto ele seguiu se retratando: “Eu traí a confiança da Academia. Privei outros indicados e vencedores de sua oportunidade de celebrar e ser celebrado por seu trabalho extraordinário. Estou de coração partido. Quero colocar o foco de volta naqueles que merecem atenção por suas realizações e permitir que a Academia volte ao incrível trabalho que faz para apoiar a criatividade e a arte no cinema. Portanto, estou me renunciando da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e aceitarei quaisquer outras consequências que o Conselho julgar apropriadas. A mudança leva tempo e estou comprometido em fazer o trabalho para garantir que nunca mais permita que a violência ultrapasse a razão”.