Política às 01:34

Datena anuncia saída da Band para disputar a Presidência

Datena anuncia saída da Band para disputar a Presidência

Datena anuncia saída da Band para disputar a Presidência. Foto: Reprodução/Band

Na tarde desta quarta-feira, 13 de outubro, José Luiz Datena anunciou que deixará a Band. Isso, porque pretende concorrer as eleições para Presidente da República em 2022. Dessa forma, não vai conciliar os dois cargos. Durante o “Brasil Urgente”, seu programa na emissora, o jornalista declarou que pretende, de modo geral, ser um ‘bom brasileiro’. Sendo assim, entrou para a política com esse objetivo.

Em julho deste ano, ele se filiou ao PSL, ex-partido de Jair Bolsonaro, que passa por um processo de reformulação. Agora, com planos de se fundir ao DEM. Ao falar de sua saída, Datena citou o filósofo grego Platão. Ademais, explicou o porquê demorou tanto tempo para se envolver com a política tradicional.

“Platão, que foi um sábio, dizia: se você não entrar na política e não for um bom cidadão, com boa intenção – e meu único interesse em entrar na política é público, de ser um bom brasileiro – enquanto você não entrar na política, o mau político continuará lá e ele vai ocupar o lugar do bom político”, declarou.

Leia+: Datena afirma que Silvio Santos está com Covid-19; família nega

Em seguida, reforçou que sua história na política não é recente, mas ele sempre ficou inseguro com relação ao que acontece nos bastidores de Brasília. “Um dia, um político importante disse que político não tem senso ridículo. O outro me disse que político não pode ter ética. Por essas frases e outras eu não entrei para a política até agora”, disse.

JANTAR DE NEGÓCIOS

Recentemente, Ciro Gomes (PDT) se reuniu com José Luiz Datena (PSL). O apresentador da Band considera lançar candidatura para presidência da República em 2022, mas já pensa em ser vice do cearense na chapa do Partido dos Trabalhadores. Isso, porque a relação dele com o antigo partido de Jair Bolsonaro estaria abalada por causa de alianças políticas, de acordo com o UOL News.

Sendo assim, o comandante do “Brasil Urgente” considera mais uma vez enveredar-se pelos rumos da política nacional, mas agora num patamar mais alto. O apelo de Datena na televisão é um atrativo e tanto para partidos e o nome dele tem grande cotação em vários partidos.

Ainda segundo o site, eles discutiram possíveis alianças para a disputa pela presidência em 2022. Num restaurante em São Paulo, a ideia do político cearense é firmar parcerias mais fortes e que o desvinculariam de uma esquerda incontestável. Eles disputariam a tão chamada ‘terceira via’, que tomou os jornais de TV nos últimos meses: os responsáveis por enfrentar Lula ou Bolsonaro num segundo turno.

Leia+: Datena diz que perdeu parte do pâncreas por beber cerveja

APRESENTADOR NA POLÍTICA

A presença de Datena nas eleições de 2022 é quase certa. Resta saber se ele de fato chega a conquistar espaço tão disputado por dezenas de políticos para a corrida eleitoral. Isso, porque até o nome de Luciano Huck já foi envolvido como possível candidato.

E assim segue um emaranhado de negociações entre partidos e políticos para saber quem e como acontecerão as eleições. Sendo assim, neste momento, Ciro Gomes aparece como um nome possível para se aliar ao apresentador da Band. Pelo menos, foi o que Datena afirmou na Rádio Bandeirantes recentemente.

Leia+: Datena detona Bolsonaro ao vivo

Aliás, o partido de Ciro Gomes chegou a formalizar um convite para que Datena se juntasse a ele na chapa eleitoral. Contudo, não há informações concretas a esse respeito. Até novembro, o apresentador tem tempo para decidir o que realmente fará e a quem dará apoio em outubro do ano que vem.

MENOS BOLSONARO

As opções de José Luiz Datena são muitas. Mas, Bolsonaro passa longe. Pelo menos, é o que ele deixa transparecer quando está no ar. Recentemente, o jornalista quebrou o protocolo e perdeu a paciência ao avaliar a gestão do presidente Jair Bolsonaro. O apresentador do “Brasil Urgente” citou o chefe do Executivo ao falar dos ataques de bandidos em Araçatuba, São Paulo, e teceu críticas ao governo atual que, segundo ele, pensa mais nas eleições do que no bem-estar da população.

“A gente já vive com essa instabilidade política muito grande, não pode permitir que esses bandidos tirem a nossa tranquilidade. Se nessa crise que nós enfrentamos no Brasil, onde há ameaça da liberdade, à democracia, com declarações de golpe e coisas parecidas. Se a gente olha isso, esses ataques terroristas a outros ataques malucos, usar armas que tem por aí, o país vai ficar ingovernável, vai perder completamente a sua governabilidade”, começou Datena.

Sem papas na língua, o apresentador ainda continuou. “Eu achava melhor que o presidente começasse a governar, que Paulo Guedes começasse a pensar no povo, esquecesse campanha política, esquecesse da história de voto e ligar para o povo que está morrendo de fome, de Coronavírus, que está com outras doenças, que não tem teto… Se isso faz a gente alinhar o terror desses ataques, nós estamos completamente perdidos. Não dá pra continuar assim”, completou.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Jojo Todynho e Marcio Felipe não estão mais juntos
Tadeu Schmidt e Boninho se reúnem para falar sobre o BBB22
Madonna revela hábitos noturnos
Irmão de Cauã Reymond será seu dublê em novela da Globo