BBB às 08:41

Antonio Fagundes e Faustão foram cogitados para o comando do BBB, há 19 anos

Reprodução/Instagram

Talvez você não se lembre ou nunca tenha sabido. Mas no dia 29 de janeiro de 2002, quando a primeira edição do Big Brother Brasil estreou, na Globo, a atração era apresentada por duas pessoas: Pedro Bial e Marisa Orth. E a escolha deles foi tarefa mais complicada do que selecionar o elenco do reality. 

Um mês antes, quando o país ainda respirava o retumbante sucesso de Casa dos Artistas, no SBT, a Globo anunciou o reality, justamente na tentativa de frear, já que Silvio Santos preparava a segunda edição de seu programa. Por conta disso, a emissora carioca acabou antecipando a estreia, que era programada para abril de 2002 e teria participação de artistas e famosos no elenco, o que foi descartado por não seguir o padrão internacional da atração, criada na Holanda. 

Boninho, indiscutível

 

Com o sucesso de No Limite, primeiro reality exibido no Brasil que era dirigido por Boninho, coube a ele a responsabilidade de encarar o BBB. De acordo com reportagens do extinto Jornal do Brasil, o favorito para comandar o programa era o Antônio Fagundes, que havia apresentado o Você Decide, no início dos anos 1990. 

Descartado, cogitou-se o nome de Zeca Camargo, que apresentava o No Limite. Não rolou. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, na época, entre as mulheres, as favoritas eram Marisa Orth e Cissa Guimarães. Até o nome de Fausto Silva foi ventilado mas, na época, ele enfrentava problemas com os índices de audiência. 

No dia 24 de janeiro, a apenas cinco dias da estreia, decidiu-se por Pedro Bial. No dia seguinte, foi confirmado o nome de Marisa Orth. A dupla não funcionou, a atriz recebeu muitas críticas principalmente ao anunciar que um participante, Caetano, já estava no paredão antes mesmo da indicação do líder e da votação dos demais integrantes da casa. Ela, então, passou a fazer um quadro de entrevistas, até que sumiu definitivamente. 

Bial imortalizou seu nome e fez história no comando do BBB, até que em 2016 deixou o programa, desde então comandado por Tiago Leifert. E seguimos espiando à vontade!