BBB 22 às 08:46

BBB22 : Às vésperas da estreia, relembre a trajetória do Big Brother Brasil

BBB 21 - participantes
BBB 21 – participantes – Foto: Globo/Divulgação

Big Brother Brasil é um reality show muito popular ao redor do mundo, onde um grupo de pessoas ficam confinadas, normalmente em uma casa, sem contato com o mundo exterior durante todo o tempo do confinamento. A atração foi criada pelo holandês John de Mol, que teve a ideia de colocar pessoas convivendo no mesmo local, vigiados 24 horas por dia. A inspiração surgiu do livro 1984, de George Orwell.

Na casa, eles não têm acesso à televisão, celulares, rádio, computadores, apenas tendo a convivência entre si e as dinâmicas impostas pela produção como forma de interação.

O maior objetivo em questão é permanecer até o final do jogo, seja por meio de estratégias, como na tentativa de conquistar o público, e levar o prêmio em dinheiro para casa, por meio de voto popular. É importante ressaltar que a cada semana do programa acontece uma eliminação, por meio de voto popular, que já foi por telefone, SMS e, atualmente, é apenas pelo site oficial do programa.

No Brasil, desde sua estreia e ao longo de suas 21 edições,  o BBB se transformou num fenômeno de popularidade jamais visto na televisão, conquistando cada vez mais telespectadores e se transformando em uma verdadeira mania nacional. Em 17 de janeiro de 2022 a Globo estreia a edição de número 22 do reality.

Dinâmicas do BBB

No Big Brother Brasil, por exemplo, ocorre a formação do que aqui foi apelidado como “Paredão”, onde normalmente acontecem uma ou mais indicações do Líder e uma ou mais indicações por parte dos outros participantes da casa por meio de votação. Além disso, de acordo com a produção e as regras, isso pode ser alterado.

Ao longo dos anos, pelo menos no BBB, foram criadas algumas dinâmicas, visando o maior entretenimento e interação do telespectador.

Foram criadas provas como o “Anjo”, que começou no BBB3, em que o vencedor da disputa pode ser autoimunizar ou imunizar alguém. Nos anos mais recentes, foi criado o “Castigo do Monstro”, em que a pessoa que vencer a Prova do Anjo, escolhe duas ou mais pessoas para ficarem em um castigo durante um período determinado.

No BBB5, foram criadas as “estalecas”, moeda corrente fictícia do programa. As “estalecas” fazem parte do cotidiano dos participantes e, com elas, aos participantes compram comida, mantimentos e outros itens de desejo oferecidos pela produção.

No BBB8, o público ganhou uma surpresa, o tão temido Big Fone, um telefone que qualquer participante pode atender. Nele, a voz do Big Boss passa ordens em que a pessoa que atendeu deve segui-la, normalmente não podendo revelar o conteúdo aos outros até a votação. No Big Fone, a pessoa pode receber boas notícias, como imunizar alguém ou estar imune, como estar direto no Paredão e ir para o Quarto Branco, que apareceu pela primeira vez no BBB9, em que alguns participantes ficam em um quarto secreto, e quem apertar o botão sofrerá um castigo, desde ser indicado ao Paredão ou até mesmo ser eliminado do programa.

Foi também no BBB8 que os participantes passaram a ser divididos em VIP (que já foi chamado de Luxo e Tá com Tudo) e Xepa (que já teve o nome de Tá com Nada), onde vencedores de alguma prova ganham mais estalecas e um cardápio farto na hora das compras, enquanto os participantes da Xepa ficam com menos dinheiro e um cardápio mais reduzido e, normalmente, com carnes de segunda, como fígado, moela e rabada.

Já nos últimos anos foi criada a prova “Bate e Volta”, onde alguns indicados ao Paredão podem se salvar da votação popular; “Paredão Falso”, onde o público escolhe quem ele quer que tenha uma “visão do público”, já que o participante não será eliminado, ficando em um quarto secreto da casa, podendo ouvir e ver cenas do reality show como um telespectador.

BBB no Livros dos Recordes

Atualmente, o Big Brother Brasil é um dos programas de maior audiência no país, sendo um dos programas mais comentados da internet, principalmente quando está no ar, chegando a ter seu nome no Guinness Book, o Livro dos Recordes Mundiais, por conta de uma votação popular histórica, que aconteceu no BBB20 e teve mais de 1,5 bilhão de votos.

O Big Brother tem direção geral de Rodrigo Dourado, direção de gênero de Boninho e atualmente apresentação de Tadeu Schmidt. Anteriormente, o reality show foi apresentado por Tiago Leifert (do BBB17 ao BBB 21), Pedro Bial (do BBB1 ao BBB16) e Maria Orth (BBB1).

O BBB tem, ao todo, 19 edições apenas com pessoas populares e três, contando com a edição a de 2022, contando com a participação de famosos.

Além do Brasil, o reality show também é um sucesso em Portugal, onde tem o mesmo nome, na Itália, onde se chama Gran Fratello, e na Argentina e Espanha, onde se chama Gran Hermano.

O contrato original da TV Globo, emissora que detém os direitos sobre o Big Brother no Brasil, com a Endemol era válido até 2008, porém, ela renovou o contrato até 2024.

No Brasil, além das transmissões diárias na TV Globo e de flashes no canal por assinatura Multishow, o BBB é exibido em pay-per-view (PPV), 24 horas por dia. Na internet, é exibido pelos Canais Globo para os assinantes do PPV e no Globoplay para os assinantes do Globo.com.

Números do BBB

  • O programa de tv mais comentado do planeta;
  • Recordes de votação ao redor do mundo;
  • 21 edições;
  • 336 participantes;
  • 1706 dias no ar;
  • O maior reality do mundo