BBB 22 às 21:30

BBB22: Polícia identifica autor de crime contra Douglas Silva

A Polícia do Rio já identificou o autor do texto racista contra Douglas. Confinado no BBB22, ele ainda não sabe que vítima de duros ataques.

Foto: Divulgação/Globo/BBB

De acordo com o site Notícias da TV, a Polícia do Rio de Janeiro já identificou o autor do crime de injúria racial contra Douglas Silva. O ator, confinado no BBB22, ainda não sabe, mas foi vítima de duros ataques racistas, escritos em um blog. Em entrevista ao site, o advogado que representa o artista carioca atualiza o caso e adianta os próximos passos da investigação.

Aristides Mathias Flach Braga é gaúcho de Nova Hamburgo. A princípio, o advogado de Douglas acreditou que se tratava apenas de um jovem inconsequente espalhando ódio nas redes sociais. Não foi o que aconteceu. De acordo com Ricardo Brajterman, que representa o ator, o caso é ainda mais sério do que imaginavam os investigadores.

“Pensamos que era um jovem inconsequente. Na verdade, é algo mais sério. Há conteúdos homofóbicos, transfóbicos, racistas e ofensas em geral às minorias”, explica o advogado. Ele ainda deu detalhes ao Notícias da TV a respeito das investigações. No caso, ponderou que a Polícia Civil do Rio de Janeiro vai pedir mais informações a respeito do autor do Blog ao WordPress, plataforma em que o site é publicado. Além disso, revelou que Aristides já responde por sete crimes de injúria racial. Agora, a investigação deve ir além, também envolvendo ameaças terroristas.

Leia+: BBB22: Natália volta a criticar Naiara Azevedo

[GATILHO] De fato, o texto escrito por Flach Braga não é dos mais fáceis de digerir para qualquer pessoa minimamente educada ou com qualquer senso de respeito ou empatia não só com os alvos de seus ataques, mas com todos. Radical ao extremo, o autor compara o artista a um ‘macaco imitador de circo’, diz que ele deveria ser ‘crucificado vivo’e pede que seu corpo seja ‘carbolinizado’. É indefensável, de qualquer ponto de vista, esse tipo de ameaça. Ainda assim, a polícia investiga o caso.

“Desde quando são permitidos macacos como integrantes de reality shows? Douglas Silva não passa de um primata, nada mais e nada menos. Provavelmente o colocaram nesse programa por pena, até nisso é capaz de terem cotas. Este negro imundo deveria ser crucificado vivo, e, logo em seguida, ter seu corpo carbonizado. Não vejo sentido em colocarem um macaco imitador de circo na televisão. O lugar desse preto fedido é trabalhando no sol quente numa lavoura e levando chicotadas do nosso amigo, capataz Sancto”.

BBB22: Após a saída de Luciano, quem é o participante mais chato do reality? Vote na enquete!

Esta enquete já foi encerrada! Confira o resultado:

27%
2%
1%
2%
1%
3%
1%
6%
1%
2%
2%
3%
10%
12%
0%
1%
21%
2%
1%

DENUNCIA

Carol Silva, mulher do ator Douglas Silva, irá à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), nesta quarta-feira, 26 de janeiro, para denunciar um crime de racismo após o marido ser chamado de “macaco”. Carol vai apresentar a queixa contra um blog que publicou um texto se referindo ao marido dela como “um macaco no BBB”. Publicado no dia 21 de janeiro, o texto garante o anonimato do autor e ainda diz o seguinte: “Desde quando são permitidos macacos como integrantes de reality shows? Douglas Silva não passa de um primata, nada mais e nada menos”.

“Provavelmente o colocaram nesse programa por pena, até nisso é capaz de terem cotas. Este negro imundo deveria ser crucificado vivo, e, logo em seguida, ter seu corpo carbonizado. Não vejo sentido em colocarem um macaco imitador de circo na televisão. O lugar desse preto fedido é trabalhando no sol quente numa lavoura e levando chicotada do nosso amigo Capataz Sancto”, diz outro trecho da mensagem de ódio.

A publicação ainda usou uma foto da Ku Klux Klan ao afirmar: “Douglas Silva, um macaco no ‘BBB’”. A organização conhecida também como “KKK” representa um grupo de supremacistas brancos responsáveis por perseguir, torturar e assassinar pessoas negras nos Estados Unidos.

Carol será acompanhada pelo advogado do ator, Ricardo Brajterman, e por um representante da Comissão de Combate às Discriminações e Preconceitos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ).

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
BBB22: Primeiro eliminado do jogo, Luciano surge de maiô e dança Beyoncé

BBB22: ‘Povo ruim de jogo’, dispara Natália sobre participantes
BBB22: ‘Naiara sempre teve tratamento com psicólogo’, afirma ex-marido

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!