BBB 22 às 11:12

No Twitter, BBB21 supera temas como K-Pop, política e Covid-19 no Brasil

Reprodução/Globo

As conversas sobre o BBB (@BBB) superaram todos os outros temas no Twitter ao longo da primeira semana da competição. A edição 2021 ultrapassou assuntos como K-Pop, política e até mesmo Covid-19. De acordo com dados extraídos da plataforma entre os dias 18 e 24 de janeiro, antes da estreia do reality show da Globo (@redeglobo), os cinco temas mais comentados no Brasil eram música, Covid, política, esportes e K-Pop; o BBB apareceu apenas na sétima colocação. Já em relação ao período entre 25 de janeiro até 31 do mesmo mês, o programa disparou e ficou em primeiro lugar.

Música, Esportes, Futebol e Fiuk (@Fiuk), participante do reality, completam os cinco mais mencionados do país. Considerando o mesmo período, #bbb21 foi a hashtag mais citada em todo o mundo. #bts, em referência ao grupo de K-Pop @BTS_twt, ficou na segunda posição.

O volume de conversas apenas na primeira semana já mostra o engajamento do tema no Twitter. Em todo o mundo, foram mais de 35 milhões de Tweets. Na edição passada, que bateu recordes e se tornou o programa mais comentado em todo o mundo na plataforma ao longo de 2020, a quantidade foi de pouco mais de 4,2 milhões levando em conta os primeiros dias. Já o BBB19 começou com 2,5 milhões de Tweets na primeira semana. Apenas considerando dados da estreia desta temporada, o Twitter registrou mais de 6 milhões de menções.

SAIBA TUDO O QUE ROLA NO BBB21 DENTRO E FORA DA CASA

Jogo da Discórdia

 

O Big Brother Brasil promete ser realmente juma edição histórica. Na noite desta segunda-feira (1), o primeiro jogo da discórdia da edição acabou tocando fogo no parquinho da casa mais vigiada do Brasil. Os participantes, que já estavam estressados por conta das brigas entre Karol Conká e Lucas Penteado, foram convocados para a na sala onde Tiago Leifert pediu que cada um nomeasse dois "canceladores". O apresentador definiu como "cancelador" uma pessoa que tenta impor a sua opinião e quer impor sua maneira correta pensar e agir.

Leifert abriu o programa dizendo: “Ah a segunda-feira…. eu não sei como faz para ganhar o BBB, mas dá para perder na segunda. Segunda-feira custa caro. Quem pipoca segunda-feira não ganha, olhando para trás. Porque o público lê vocês muito bem. E quando vocês vêm aqui e vêm com uma ideia diferente daquilo que o público está esperando que vocês façam, e diferente daquilo que vocês mesmos gostariam de fazer, custa caro, custa R$ 1,5 milhão”.

A escolha dos Brothers foi a seguinte:

Votação do Jogo da Discordia do BBB21
Todos quiseram se defender dos votos, entre os mais contundentes estava Lumena, que após receber voto de Rodolffo e de Sarah, mandou seu discurso: “É interessante perceber que as oportunidades que eu tive de cancelar comportamentos machistas, transfóbicos, comportamentos para mim preconceituosos, estão sendo interpretadas aqui em demasia. Porque, para mim, a violência que corta os travestis, os comportamentos machistas que  a sociedade produz, que deveriam ser cancelados. Não uma pessoa que trata dessas questões”.

Ao nomear seus “canceladores”, Karol Conká novamente detonou Lucas sem economizar ataques: “Acho que ele cancela a paciência da gente, ele cancela a oportunidade de a gente falar, porque ele fala muito em cima. Então, ele cancela paciência, cancela oportunidades, se cancela e ainda faz com que a gente cancele a nossa vontade de estar aqui. Uma outra pessoa que me incomoda é a Juliette, que eu já falei pra ela”, declarou.

Todos contra Lucas

Mais votado da noite, Lucas não ergueu a voz, mas obviamente indicou o seu maior desafeto na casa: “Acho que a canceladora é a Karol, porque, na minha opinião, ela perdeu a mão e passou um pouco do ponto. E tá esperando me ofender, me xingar e dizer que nada do que eu fiz é militância Ela não conhece a caminhada e a correria”, afirmou.

Sem perder a oportunidade de retrucar, Karol mandou esta: “Suas atitudes falam muito mais”. Lucas se defendeu dizendo que “é muito difícil cometer um erro, tentar se abrir e perceber que nada que você faz está mudando”. 

Quase no final do programa ao vivo na Globo, o apresentador informou que o jogo continuaria nas outras plataformas da Globo. Karol pediu espaço para falar, mas Tiago simplesmente a ignorou. No pay-per-view ela seguiu com seu discurso: “Eu tô achando engraçado ver o bebê chorando. Não respeita o não, não respeita. É um abusador e acha que eu não tenho que explodir. Que mulher não explodiria, não chamaria você de m*rda  depois de você me desrespeitar em rede nacional?”. 

BBB21: Jogo da Discórdia termina em discussão