Reality Show às 02:09

Duda Reis critica a Record por ‘dar chances para homens com ficha criminal’

Duda Reis e Dayane Melo

Fotomontagem

A presença de Nego do Borel em A Fazenda 2021 não demorou para render raios e trovões dentro e fora do confinamento. Nesta sexta-feira, 17 de setembro, Duda Reis,  ex-noiva de Nego do Borel, não conseguiu ficar alheia a alguns comentários feitos por  Dayane Melo sobre os motivos do final do  seu relacionamento com o funkeiro.

Em conversa com Solange Gome, Dayane questionou as acusações de Duda sobre ter sido vitima de agressões por parte de Borel. A modelo que fez sucesso no “Grande Fratello”, versão italiana do Big Brother, colocou em dúvida as afirmações de Duda dizendo:  “Tem gente que para mudar de vida, para ter um minuto de fama, inventam milhões de coisas, então esse pobre coitado pode estar sofrendo uma coisa muito psicológica, muito triste a gente nunca sabe”.

Resposta

Em seu vídeo Duda revela a sua indignação ao ouvir a modelo definir o funkeiro como um “pobre coitado”. “Às vezes acontecem umas situações que é impossível eu não me posicionar, e nem é só sobre mim, mas em prol das mulheres”, disse.

Indignada coma Record

“Não quero que isso incite nenhuma onda de ódio contra outra mulher […] Esse tipo de atitude mostra como nossa sociedade ainda é machista ainda e como a mulher ainda é muito ensinada a não acreditar em outra mulher”, afirmou.

Ela criticou a Record por convidar Nego para a atração: “Lamento muito porque eu jamais teria falado isso, mas a maior pena é uma emissora colocar homens com ficha criminal em realities na TV e dar chances para esses homens”, desabafou.

“A Record tenta dar espaço às pessoas que não merecem. Existem diversas pessoas legais e do bem que merecem entrar”, completou.

Andamento do processo

Duda Reis aproveitou a gravação para atualizar o desenrolar do processo que move contra seu ex-noivo. Ela contou que o cantor foi incriminado judicialmente por violência contra ela e outras duas mulheres. “Será que são três ex-namoradas que são loucas? Elas narraram as mesmas coisas sem se conhecerem?”, ponderou.

 “Hoje Nego do Borel foi indiciado por violência doméstica contra mim. Acho que vocês precisam saber, principalmente quem duvida da palavra da mulher e sempre a coloca em questão.”

Mais trechos do desabafo de Duda Reis:

“O que mais me entristece é ver uma emissora dando espaço para um ‘homem’ que foi denunciado por três mulheres diferentes sobre violência doméstica. Está sendo responsável por desestimular a mulher a denunciar! Agressor não pode ter vez.”

“De fato, é lamentável ver mulheres duvidando da palavra e da história de outras mulheres, ainda mais em rede nacional. Mas isso só reitera o machismo e como somos ensinados a não levarmos em consideração o que a mulher viveu e sofreu. Como vocês querem que a mulher denuncie, se em um exemplo de um caso de violência doméstica o homem agressor é colocado num reality e ainda recebe 150 mil [reais] para participar? Francamente! Por isso que as taxas de feminicídio só aumentam, a emissora prestando um desserviço”, desabafou.

Sem fotos do passado

“Eu gostaria de pedir encarecidamente um favor para alguns jornalistas. Vocês poderiam, por favor, não colocar foto minha com o meu agressor de quando estávamos juntos? Isso não me faz bem! Eu passo mal, me gatilha. Esses veículos só revivem o momento mais difícil da minha vida. E outra, eu tenho nome. Minha profissão não é ser ex de alguém. Infelizmente eu vivi e expus um caso muito grave de violência doméstica que vocês não têm noção de 1/3. Então não me vinculem com o meu agressor, é um desserviço e me faz mal. Trabalho muito”.

“Tenho tentado levar esse assunto da maneira mais discreta possível, mas às vezes acontecem algumas situações que é impossível eu não me posicionar e que não é só sobre mim, mas em prol da mulher. Hoje aconteceu uma situação na Fazenda que a Dayane Mello, uma participante, ela fala do meu caso e ela intitula o agressor como um ‘pobre coitado’. Não quero que isso incite nenhuma onda de ódio contra a mulher, muito pelo contrário. Quero mostrar para vocês que esse tipo de atitude mostra como a nossa sociedade é machista ainda e a mulher é ensinada a não acreditar na palavra de outra mulher”.

“Acho extremamente lamentável, porque algumas atitudes como essa, principalmente em lugares de cunho nacional, desestimulam a mulher a denunciar quando ela sofre violência doméstica. E é uma pena! Eu lamento muito e eu jamais teria essa postura, mas a maior pena pra mim é uma emissora ter atitudes como essa por diversos anos de colocar homens com ficha criminal em um reality na TV e dar chances para esses homens. É muito triste, doloroso e um desserviço à sociedade. Dão espaço para pessoas que não merecem”.

“Hoje Nego do Borel foi indiciado por violência doméstica contra mim. Acho que vocês precisam saber, principalmente quem duvida da palavra da mulher e sempre a coloca em questão.”

 “O juiz decretou que o Nego do Borel será indiciado por agressão e violência doméstica. Além das minhas denúncias, ele tem denúncias de outras duas ex-namoradas, que também foram comprovadas. E aí?”.

“Vocês não sabem do caso e é muito importante vocês ouvirem, porque vocês não têm noção. Será que são três ex-namoradas que são loucas de fato?”

“Eu não tô fazendo, eu tô quietinha. Eu só acho de fato um absurdo o que algumas emissoras fazem com a mulher, não algumas, mas uma em específico. É muito doloroso. Que essa emissora sustente esse desserviço social que ela faz?”.

“O que invalida a opinião da mulher? Talvez não ter o vídeo de uma câmera no quarto do casal? Eu dou o exemplo da Pamella Holanda. Se não tivesse o vídeo (das agressões que ela sofreu) vocês acreditariam? Eu acreditaria! Mas e se não tivesse? Essa é a realidade de milhares de mulheres. Por conta de atitudes assim que o número de feminicídios só aumentam”.