Reality Show às 11:09

Manuela D’Ávila cobra investigação da Record e define cenas como ‘gravíssimas’

Manuela D’Ávila em uma palestra

Foto: Reprodução Instagram

O caso de suposto abuso em A Fazenda 13 mobilizou a ex-deputada federal Manuela D’Ávila (PSol) que usou o seu perfil no Twitter para se manifestar sobre o assunto e cobrar uma postura firme da Record TV.  No sábado, 25 de setembro, ela falou sobre o episódio envolvendo Nego do Borel e Dayane Mello.

Manuela alertou que um possível crime de violência sexual precisa ser investigado meticulosamente.

“São gravíssimas as imagens que circulam sobre a violência sexual num reality show da TV Record. A polícia deve investigar imediatamente”, escreveu.

Logo que o assunto veio à tona a hashtag “Estupro na Record” passou a ocupar o primeiro lugar entre os assuntos mais comentados do Twitter e os usuários da internet passaram a manifestar os mais diferenciados tipos de opinião. Muita gente acusa o funkeiro de estupro por ele ter ignorado o pedido de Day para parar e o respeito por saber que ela estava completamente embriagada.

Os vídeos que circulam pela internet mostram a modelo sussurrando e pedindo para Borel parar, mas o cantor ignorou seus pedidos e seguiu em frente. O clima de revolta se instalou entre os fãs do reality.

Um detalhe que ainda não foi esclarecido e desperta muita curiosidade entre os internautas tem a ver com um vídeo que circula nas redes sociais e mostra a turma dormindo no quarto enquanto Nego, deitado na mesma cama de Dayane e supostamente  gemendo. Detalhe importante: as imagens foram geradas por uma câmera que tem o funkeiro e a modelo em seu ponto cego.