No Limite às 02:30

No Limite: ‘E as pessoas falam em equipe, mas na verdade todo mundo pensa em si mesmo’, diz Mahmoud

Reprodução TV Globo

Diferente do “Big Brother”, onde o público consegue acompanhar o programa diariamente no canal aberto e pay-per-view, o “No Limite” fica restrito somente ao seu dia de exibição, às terças-feiras.

Talvez pensando em não deixar os fãs do reality tão órfãos, a Rede Globo exibirá aos domingos, depois do “Fantástico”, o “Aconteceu No Limite”, que traz um resumo do programa da semana, além de entrevista com o eliminado.

Na estreia, que aconteceu neste domingo (16), o apresentador André Marques bateu um papo com Mahmoud, logo após a eliminação do sexólogo. Confira os principais trechos do papo.

Vida em grupo

“Quando aconteceu o convite, eu já previa que ia acontecer isso aqui. Tenho dificuldade de viver em equipe. Muita gente enxerga isso como defeito: ‘A pessoa não sabe viver em grupo. A pessoa não sabe socializar’. Mas enxergo isso como um traço meu. Não posso mudar isso. Tenho essa consciência. Tenho dificuldade de viver em grupo”

Mahmoud contou que a dificuldade de socialização só não foi maior devido aos seus dois amigos de BBB.

“Só não foi mais difícil porque tinha a Gleici e o Kaysar, que são muito amigos meus. Sou muito fiel aos poucos amigos que ainda eu tenho. Kaysar e a Gleici a gente não se vê muito lá fora, mas quando a gente se vê é uma energia que não consigo explicar. Não tenho como ser fiel e legal com o mundo inteiro, mas eu posso ser legal com poucas pessoas. Acho isso verdadeiro.

E as pessoas ficam falando ali de equipe, de equipe Calango, mas na verdade todo mundo pensa em si mesmo. A única diferença é que estou falando. Estou sendo sincero. Penso em mim em primeiro lugar. Freud já dizia: ‘A gente não tem como amar o outro sem amar a sim mesmo primeiro, sem se colocar em primeiro lugar’”, disse ele com voz embargada.

Os perrengues

“Senti a pressão. Os boys ali, os machões têm essa mentalidade que eles são fortes e eu sou fraco. Mas as pessoas não me deixavam participar das provas porque elas já concluíam que eu já sou fraco. O Arcrebiano e o André ficavam falando: ‘Tem que deixar um homem aí, porque elas estão demorando muito’”, disse ele se referindo a prova que tiveram que cavar na areia para achar saquinhos com chaves.

“Angélica cavou mais de 4 horas”, lembrou André.

“Pois é e foi a Carol que achou as duas chaves. Daí eles foram ali e não conseguiram achar nada. E como não queria brigar, eu deixava rolar”, explicou.

Articulações

“Sai do BBB como a bicha burra que não combina votos, que não sabe votar. Falei: ‘Não, aqui vou usar minha razão’. Já que não sou muito social. Já que as pessoas não me enxergam como essa cara social, vou tentar montar uma estratégia. E a única coisa que achei que poderia me ajudar foi minha amizade com Kaysar e Gleici. Pensei que se nós uníssemos nossos votos e mais algum outro voto eu conseguiria ficar mais uma semana”, revelou.

O sexólogo disse que só não deu certo, porque Angélica não cumpriu o prometido.

“Aí a Angélica, ela tinha me procurado, e tinha dito: ‘Não quero sair. Quero ficar e quero que você fique. Vamos votar na mesma pessoa?’. Ela tinha sugerido o Bil. Tentei articular os votos na Carol, porque o Kaysar tinha falado pra mim que iria votar na Carol. Se eu conseguisse fazer a Gleici votar na Carol, e ela votar na Carol, eu também votaria nela.

Você não tem noção o quanto que eu matutei e tentei articular. Já sentia essa ameaça e não queria sir daqui como se eu não tivesse tentado. Eu consegui fazer com que eles votasse na mesma pessoa, numa tentativa de eu ficar no jogo”, contou

“Tentou organizar para empate. Quem foi esse voto que não fechou?”, questionou o apresentador.

“Não contava que a Jéssica fosse votar em mim, apesar de achar ela meio ‘falsinha’. Não esperava esse voto. A Angélica falou uma coisa pra mim e foi lá e combinou outra coisa com o grupo. Não tinha a certeza que a Angélica ia votar nele”, explicou.

Carequinha

André Marques falou que viu um vídeo de Mahmoud, antes de começar o programa, onde ele arrumava as malas e colocava vários chapéus e bandanas para proteger a careca dele do sol.. Nessa gravação o sexólogo brincava: “Minha maior preocupação não é comida, não é ganhar o prêmio. Minha maior preocupação é minha careca. Minha careca não pode queimar no sol.”

“Cuidou dela?”, perguntou André.

“Passei muito protetor”, respondeu ele.

“Não tá vermelha não. Tá boa”, contou o apresentador dando uma conferida na cabeça do ex-participante.

“Não tá queimada, né? Porque não tenho espelho”, perguntou Mahmoud.

“Tá bonito como sempre”, brincou Marques.

André Marques confere careca de Mahmoud

Experiências

Antes de terminar, Mahmoud agradeceu a participação no programa.

“Queria agradecer muito a oportunidade de participar do No Limite. Acho uma experiência incrível, que vou adicionar ao meu currículo de muitas experiências: Big Brother, No Limite, montei uma faculdade de sexo, fui ao Líbano na guerra, vivi na Amazônia…”

“Tem história pra contar?”, perguntou André.

“Tem muita história”, finalizou ele.

TUDO SOBRE "NO LIMITE 5"

No Limite: Mãe de Angélica solta o verbo contra Mahmoud