Redes Sociais às 14:39

Após cobranças da web, Ivete Sangalo se posiciona contra o governo

ivete sangalo sorrindo e estendendo a mão segurando uma taça de espumante

Reprodução/Instagram

Ivete Sangalo ficou na ponta da língua do público após ganhar fama na web de “isentona”, ou seja, de não se posicionar publicamente em assuntos políticos.

Porém, parece que a cantora seguiu os anseios do público, e nesta terça-feira (22), ela se colocou contra o governo de Jair Bolsonaro em post no Instagram.

“Meus amores, entendo o quão necessário é nesse momento não estabelecer dúvidas sobre o que acredito. Esse governo que está aí não me representa, nem mesmo antes da ideia dele existir”, começou a artista.

“E isso vamos resolver quando unirmos forças nas próximas eleições através do poder do voto. Agora vamos nos unir em prol do que podemos fazer nos nossos espaços para driblar essa desorganização que são: uso de máscaras, higienização, vacinas e o que mais necessário for”, garantiu a cantora.

“Então que possamos nos vacinar. Eu sou a favor de vacina para todos”, concluiu Ivete Sangalo.

Na seção de comentários, os seguidores ficaram muito felizes com o posicionamento da baiana, rasgando elogios nos comentários.

“Obrigada mainha! Você é tão importante se posicionando”, “Importante demais sua voz!”, disseram Samara Felippo e Suzanna Pires.

“Eu nunca tive dúvidas disso, Ivete. Ações falam muito mais do que palavras”, “Eu nunca duvidei disso! Não deixe de usar sua voz! Nós precisamos de você”, “Os verdadeiros nunca duvidaram”, foram algumas das declarações feitas pelos seguidores de Ivete Sangalo.

Ivete Sangalo se posiciona contra 500 mil mortes por covid-19

Vale ressaltar que em uma outra publicação recente, Ivete Sangalo se posicionou contra a marca de 500 mil mortes por covid-19 no Brasil, porém, sem direcionar a mensagem a algum político ou governante.

“Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade”, declarou ela.