Redes Sociais às 11:00

Ivete Sangalo faz post ‘isentão’ e internautas não perdoam

Ivete Sangalo posando para foto, sorrindo

Rafael Mattei/Divulgação/Globo

Ivete Sangalo virou assunto na noite do último domingo (20). Isso porque a cantora manifestou-se a respeito da marca de 500 mil mortos, no Brasil, em razão da Covid-19. Na legenda, Veveta deu a entender que a situação no País não tem a ver com partidos políticos e/ou lados políticos.

“Não é natural. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade”, escreveu a artista.

Veja +: Ivete Sangalo é confirmada no Rock in Rio Lisboa

Mas os internautas não deixaram a legenda passar em branco. Apontada por muitas vezes como “isentona”, Ivete parecia ter deixado o muro, porém, o rápido texto causou rebuliço nas redes sociais, principalmente no Twitter, onde o nome da baiana foi parar no trending topics.

“Eu já desisti da Ivete Sangalo faz tempo. Achava essa mulher incrível, sensacional, alto astral… Agora troco de canal quando aparece em comercial, não vejo em programas e não aguento ouvir a voz…”, desabafou uma internauta ao compartilhar o post da artista.

“Alguém precisa avisar a Ivete que é sobre partido sim. Não só de partido, mas de (des)governo também. Se hoje 500 mil pessoas morreram por decorrência do coronavírus, foi porque lá atrás um certo governo recusou a compra de vacina. E não foi uma, ou duas vezes não, viu?!”, cutucou outra pessoa.

Nos comentários da publicação, mais pessoas criticaram a forma de posicionamento de Sangalo. “Olhei a foto e me surpreendi: Ivete se posicionando???? Quando corro pra legenda, nada de diferente”, lamentou um perfil. Mas houve quem não se atentasse ao trecho da mensagem e demonstrasse o sentimento de revolta. “Muita tristeza! As pessoas ainda pensam em festa pra comemorar o quê? Lamentável.”

Veja +: Novo reality da Globo tem Ivete Sangalo no comando

Confira as reações:

Meio milhão de vidas perdidas

No último sábado (19), o Brasil chegou a triste marca de mais de 500 mil mortes por conta da Covid-19. Foram 2.247 mortes desde as 20h de sexta-feira (18), o que levou o total de óbitos a 500.868. Os dados foram coletados pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de Saúde.

Já no domingo (20), o número subiu para 501.918 e 17.926.393 de casos confirmados desde o início da pandemia no País. Ainda ontem, o Brasil alcançou o número de 24.280.894 de vacinados com duas doses. Isso equivale a 11,47% da população nacional.

Veja +: Ivete Sangalo consola as filhas, ao vivo