Redes Sociais às 09:00

Meghan Markle e Príncipe Harry criticam Spotify por desinformação sobre a Covid-19

Meghan Markle e Príncipe Harry sentados em sofá
Foto: Reprodução/YouTube

Depois das críticas que os Duques de Sussex, Príncipe Harry e Meghan Markle, fizeram ao Spotify para combater as fake news relacionadas à Covid-19, a companhia de streaming decidiu tomar medidas através de um aviso em seus podcasts. Apesar de terem um contrato milionárioa com a plataforma, o duque e a duquesa de Sussex e o cantor Neil Young foram duros em suas críticas à Spotify por não tomar medidas extremas contra a desinformação sobre questões relacionadas à pandemia.

Mas agora a Spotify Technology SA informou que vai adicionar um ‘aviso de conteúdo’ a qualquer episódio de podcast que inclua discussões sobre a covid-19.

Veja+: Duques de Sussex registram novas empresas de entretenimento

Segundo o CEO da empresa, Daniel Ek, os ouvintes serão direcionados à uma página que conterá informações de especialistas em saúde, além de links para fontes confiáveis, e publicará novas regras para os geradores de conteúdo.

“Esse novo esforço para combater a desinformação será lançado em países ao redor do mundo nos próximos dias”, escreveu Ek em um blog oficial da empresa. “Até onde sabemos, este aviso de conteúdo é o primeiro desse tipo em qualquer grande plataforma de podcast”.

Por conta das desinformações sobre a Covid cantores como Joni Mitchell e Neil Young solicitaram a retirada de suas músicas da plataforma como protesto contra a negligência.

PROBLEMA ANTIGO

No início de janeiro, 270 cientistas e profissionais médicos assinaram uma carta pedindo ao Spotify que tomasse medidas contra alguns redatores de conteúdo antivacina por espalharem falsidades no podcast.

“Sabemos que temos um papel crítico a desempenhar no apoio à expressão do criador, equilibrando-a com a segurança de nossos usuários. Nesse papel, é importante para mim que não assumamos a posição de censor de conteúdo, ao mesmo tempo em que garantimos que existam regras e consequências para aqueles que as violam”, justificou Ek.

Segundo o jornal Daily Mail, as críticas dos Sussex vieram logo após o Spotify decidir modificar o contrato com o casal e assumir o conteúdo de Meghan e Harry para si em detrimento de Archewell, que gerou apenas um podcast em 14 meses de relacionamento.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!