Saúde às 16:07

Filha de Mingau sofre com recuperação demorada do pai: “Limite das nossas forças”

filha mingau
Reprodução/Instagram

Já se passaram dois meses desde que Mingau foi baleado na cabeça. Em um duro e longo processo de recuperação, o baixista do Ultraje a Rigor recebeu um extremo apoio da família, principalmente da filha, Isabella Aglio, que atualizou os fã sobre o estado de saúde do pai.

A alta do artista já era esperada desde a segunda quinzena de outubro e , neste último domingo, 5 de outubro, Isa fez um post sobre respeitar o “tempo de Deus”.

“No tempo de Deus tudo dá certo. Se olharmos para trás, iremos nos lembrar daquela fase difícil, que nos levou ao limite das nossas forças, mas que de um jeito inesperado, tudo se resolveu”, iniciou.

“Nós somos capazes de superar todas as provações que surgem no nosso caminho, porque não estamos sozinhos. Deus está o tempo todo conosco. Ele não remove as fases difíceis da nossa vida, porque se que são elas que forçam o nosso crescimento. Portanto, sem pressa. Ele não faz nada incompleto e nunca está atrasado. Só quem sabe esperar, recebe o melhor. Se ainda não deu certo, é porque ainda não é o momento do melhor de Deus para a sua vida. Descanse”, escreveu.

O que aconteceu com Mingau?

  • Mingau foi vítima de um tiro na cabeça, no dia 02 de setembro, em sua viagem por Paraty, quando saiu de sua pousada em Trindade com um amigo para comprar comida, segundo depoimento do rapaz que o acompanhava;
  • O carro do baixista foi alvejado por tiros, ao passar pela Praça do Ovo, na Ilha das Cobras, e um deles atingiu a cabeça do músico;
  • Seu estado era grave e ele foi transferido por uma UTI helicóptero do Corpo de Bombeiros até São Paulo, onde está internado na UTI do Hospital São Luís;
  • No dia 05 de setembro, o neurocirurgião, Dr. Manoel Jacobsen Teixeira, conversou com a imprensa, revelando o que viram nos exames e cirurgia do músico: o projétil penetrou na caixa craniana na região frontal esquerda, e não ficou retido dentro do crânio, o que, provavelmente, atravessou e se perdeu no ambiente onde houve o acidente;
  • Mingau passou por cirurgias e esteve em coma induzido até o dia 16 de setembro, quando reduziram a sedação e a ventilação mecânica;
  • No dia 20 de setembro, Mingau começou a reagir e abriu os olhos;
  • Ainda na UTI, o músico está se comunicando através do movimento dos olhos e apresenta quadro clínico estável.

Notícias Relacionadas