Separação às 13:35

Lázaro Ramos relembra tempo separado com Taís Araujo e dá detalhes

lázaro ramos e taís araujo
Reprodução/Instagram

Lázaro Ramos foi o convidado do “Quem Pode, Pod”, de Fernanda Paes Leme e Giovanna Ewbank, e decidiu abrir o jogo sobre o período que ficou separado de Taís Araujo. Durante o papo, Giovanna entrou no assunto: “Como que foi pra você esse período? Ela chegou a namorar uma pessoa…”

“Ela [Taís Araujo] disse que foram oito meses, eu falo que foram quatro. Claro, se você volta a transar, desculpa, não é separação”, respondeu o ator.

Segundo o diretor, eles terminaram a relação romântica, mas não se desgrudaram: “Ela terminou, a gente voltou a transar, mas ela não queria voltar a namorar. Ela estava só querendo usar meu corpo”,

“Eu sabia que ia voltar a qualquer momento, quando a gente se separou, eu falei: ‘A gente vai voltar’. Eu sabia. Os dois [quiseram a separação]. Acho que ela mais. Estava ruim”, admitiu.

MOMENTO IMPORTANTE

Hoje, Lázaro entende que a separação foi de extrema importância para o casal ter o equilíbrio que possuem atualmente: “Foi importante por duas coisas: para dar um tempo, parar e pensar como estava a relação. Pensei muito nos meus erros, foi importantíssimo. Ao mesmo tempo, essa coisa de eu ter falado que eu não tive adolescência… Eu vivi um pouco uma adolescência tardia na separação”.

Para ele, o momento que ficou separado de Taís serviu principalmente para viver as coisas que perdeu durante a adolescência: “Você chega em outra cidade, não tendo vivido adolescência, tendo namorado pouco e você fica conhecido. Você começa a ter pessoas que se interessam por você. Tem uma vaidade, que é real, também não vou esconder. Tu chega em Salvador, os amigos que não são da área ficam: ‘Está pegando quem?’. Aí eu mentia. Tinha isso. Falei: ‘Separei, vou curtir'”, disse.

“Mas tinha uma coisa no fundo dizendo assim: ‘Amor, sua parada é a Taís’. Até em determinado momento pensei em ver se tinha um outro caminho”, explicou. “Mas mesmo quando ela namorou outra pessoa não doeu?”, questionou Fernanda. “Não! É porque estava ruim, estava precisando. A gente tinha que limpar algumas coisas e não ia limpar se tivesse junto. Tenho certeza. Só limpou porque teve a pausa. E na pausa a gente se reencontrou e se reconstruiu”, refletiu.

Para finalizar, ele disse que mudou a opinião sobre dar um tempo na relação, já que antes não acreditava nesse conceito: “Eu achava que esse negócio de dar um tempo é acabar. No meu caso não foi, foi um tempo mesmo”.

VIDA SEXUAL

O ator disse que, com tantos anos de casado, o bacana é inovar sempre, para que a relação não se perca na monotonia e com uma agenda de compromissos bastante agitada, ele e Taís acabam marcando um dia e horário para transar.

“Depois de 19 anos de casados, tem que ter criatividade e fazer de tudo, porque é muito tempo. Por mais gostosa que ela seja, por mais legal que eu seja, tem que inventar alguma coisa pra dar aquela animada. A gente agenda de vez em quando. Tem que agendar porque às vezes é questão de agendas. E aí rolam aquelas mensagens”, contou.

Lázaro afirma ter medo que essas tais mensagens mais quentes sejam descobertas: “Tenho medo de acharem prints de conversas da gente. Morro de medo. Mando um negocinho assim: ‘hoje vou escangalhar, eu quero não sei o quê, não sei o quê lá, amanhã quero repetir porque foi muito bom’”.

Lázaro Ramos e Taís Araújo são pais de João Vicente, de 12 anos e Maria Antonia, de 8. O ator revelou que, às vezes, ele e a esposa saem de casa para transar, por conta da euforia do momento:

“Não é sempre que quero silêncio. Tem vezes que quero fazer um barulho, bater uma cama na parede, falar coisas sujas. Aí não dá pra fazer isso com as crianças por perto.”

Confira a participação do ator no “Quem Pode, Pod”:

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Notícias Relacionadas