Televisão às 12:37

Ana Maria Braga ‘compra briga’ do Cuscuz Paulista, eleito a pior comida do Brasil

Ana Maria Braga de camisa rosa, sentada, com uma árvore de Natal atrás e um cuscuz paulista à mesa
Ana Maria Braga de camisa rosa, sentada, com uma árvore de Natal atrás e um cuscuz paulista à mesa

Prato tradicional e uma paixão de muitos paulistanos, o Cuscuz Paulista deixou Ana Maria Braga fora do eixo na manhã desta segunda-feira 04 de Dezembro.

Isso porque a iguaria foi eleita pelo TasteAtlas, um guia norte-americano, como a pior comida do Brasil. A pesquisa se baseou nas classificações do público do site, que ignora bots ou avaliações “patrióticas locais” e dá “valor adicional” às classificações do público nomeado como “conhecedores” de comida.

Diante do resultado, Ana Maria Braga se estressou. A apresentadora, que tomava café da manhã com de Felipe Andreoli, no “Mais Você”, detonou.

“Cuscuz paulista é uma alegria de todos nós. Eles comeram, mas devem ter feito do jeito deles. Eles não sabem cozinhar! Lá (nos Estados Unidos) não tem comida boa. Onde você vê comida boa lá?”, disparou.

Fiquei muito chateada com esses americanos, porque de comida eles não entendem ‘lhufas’!”.

Ana ainda fez questão de comer a iguaria, que foi ensinada no programa por Antonio Fagundes, e teve apoio de Andreoli:

“Nunca comeram um Cuscuz na vida. Americano não gosta de Cuscuz! Eles falaram do Arroz com Pequi também, né? Eles fazem churrasco com hambúrguer na churrasqueira!”, disse o apresentador.

Ana emendou: “Eles não sabem o que é fazer churrasco, não sabem o que é picanha. Não sabem o que é caipirinha, não sabem nada”, finalizou a loira.

Veja o Top 10 do TasteAtlas:

1. Cuscuz Paulista
2. Arroz com Pequi
3. Tareco
4. Quibebe
5. Maria-mole
6. Salada de Maionese
7. Sequilho
8. Caldo de Mocotó
9. Caruru
10. Pé-de-moleque

Aprenda a fazer o cuscuz paulista

No sudeste do país, o cuscuz foi difundido pelos bandeirantes e ganhou as mesas da região ao longo do tempo. Dos tabuleiros das mulheres escravizadas no pátio do colégio às famílias paulistanas tradicionais, o cuscuz é popular em São Paulo desde o século XVIII.

Mas o cuscuz paulista é bem diferente do cuscuz nordestino. Ele é salgado, servido sempre gelado, cortado em fatias. É perfeito para ser servido como entrada ou acompanhamento para peixes, por exemplo.

Em seu preparo, a farinha de milho grossa é cozida com temperos e ingredientes variados, como pimentões, cebola, alho, coentro, ervilha, tomate, ovos, frango, sardinha e camarão. A mistura é levada à geladeira em forma similar às utilizadas para fazer pudins.

É considerado um prato típico das festas populares, podendo ser encontrado principalmente nas festas juninas, no Natal e no Ano Novo.

Ingredientes

2 colheres de sopa de azeite;
1 cebola picada;
1 dente de alho picado;
5 camarões rosa picados;
1 colher de sopa de extrato de tomate;
1 xícara de chá de molho de tomate;
2 xícaras e 1/2 (meia) de chá de caldo de camarão;
3/4 de xícara de ervilha cozida;
3/4 de xícara de chá de azeitona verde picada;
5 camarões rosa inteiros grelhados;
2 colheres de sopa de azeite de oliva;
3 xícaras e 1/2 (meia) de chá de farinha de milho;
4 ovos cozidos cortados ao meio;
1 tomate cortado em rodelas;
Salsinha picada;
Sal e pimenta-do-reino a gosto;
1/4 de xícara de chá de ervilhas cozidas;
1/4 de xícara de chá de azeitona verde sem caroço cortada ao meio

Modo de preparo

Em uma panela em fogo médio aqueça a panela com o azeite e coloque o alho. Doure. Em seguida, coloque a cebola e doure também. Acomode os camarões e sele de todos os lados.

Junte o extrato de tomate, o molho de tomate, azeitonas, ervilhas, o caldo de camarão e misture bem. Abaixe o fogo e tempere com sal, pimenta-do-reino e salsinha. Junte a farinha de milho aos poucos e vá mexendo.

Deixe cozinhar por 10 minutos para ficar cremoso e firme. Desligue e reserve. Em uma forma untada com azeite, distribua a ervilha, a azeitona, os camarões grelhados, os ovos cozidos, o tomate em rodelas e a massa do cuscuz quente. Depois, cubra com papel filme.

Leve para a geladeira por 30 minutos. Desenforme passando uma faca por toda a lateral e no meio. Sirva em seguida.

Notícias Relacionadas