Televisão às 23:00

Elenco da Globo se reúne em prêmio especial sobre educação

Paulo Vieira na Globo
Foto: Victor Hugo Silvano / Globo

Nesta quarta-feira, 29 de junho, a Globo exibe o ‘Especial LED Luz na Educação’, após a novela ‘Pantanal’. O programa vai apresentar seis iniciativas brasileiras que contribuem, apoiam e aceleram a educação no país e ainda premiá-las num valor total de R$ 1,2 milhão para estimular seus projetos.

Leia+: Dennis Carvalho deixa a Globo após 47 anos e negocia com streaming

Os premiados foram reconhecidos em três categorias: Educação Básica, Educação Não formal e Educação Profissional/Técnica, contemplando educadores, estudantes, empreendedores e criadores de conteúdo. As iniciativas que o público poderá conhecer foram selecionadas entre mais de 3.400 mil inscritas para a premiação. O Movimento LED é uma parceria Globo e Fundação Roberto Marinho e nasceu com o propósito de iluminar práticas inovadoras na educação brasileira.

Juliana Paes, Aline Midlej, Taís Araújo, Manoel Soares, Paulo Vieira e Rômulo Estrela vão entregar os prêmios aos vencedores. Ao longo de dois blocos, a emissora mostrará histórias de pessoas impactadas por cada um dos projetos, além de qual o objetivo das iniciativas, sua essência e as práticas que desenvolvem para envolver a comunidade. 

Leia+: Ivete Sangalo ganha programa na Globo sob direção de Boninho

CONHEÇA CADA UMA DAS INICIATIVAS

Foto: Laís Dantas / Globo

A atriz Juliana Paes vai apresentar ao público o ‘Programa de Inclusão Social Produtiva’, no Rio de Janeiro, que tem como objetivo a geração de trabalho e renda para mulheres nas regiões fluminenses da Cidade de Deus, Penha e Vila Kennedy. Aos pés do Cristo Redentor e junto com algumas beneficiadas do projeto, a atriz revelou à líder Clarice Linhares que sua iniciativa foi uma das ganhadoras do prêmio do Movimento LED.

“Foi muito emocionante toda essa minha trajetória no terceiro setor. É um prêmio coletivo, não é individual, acho que a sensibilidade para a entrega do prêmio foi muito legal de ter trazido as pessoas que são a razão de fazermos esse trabalho. A gente acredita muito na luz e no investimento na educação”, contou Clarice. A iniciativa venceu na categoria Educação Profissional/Técnica.

Leia+: Ana Maria Braga se afasta do “Mais Você” para pagar promessa

Aline Midlej foi a responsável por levar a boa notícia ao diretor da iniciativa ‘Formação de Jovens Empresários Rurais da Agricultura Familiar’, na cidade de Presidente Tancredo Neves, Bahia, também na categoria Educação Profissional/Técnica. O projeto oferece gratuitamente um Curso Técnico em Agropecuária, visando a permanência dos jovens no campo com qualidade de vida.

Thales Lima, diretor da Instituição, ressaltou a importância de iniciativas como essa: “A educação tem um poder transformador, e é através dela que os jovens conseguem mudar suas realidades, permitindo assim um desenvolvimento social e econômico e, também, levando conhecimento para sua comunidade e ajudando-a a crescer. A educação permite que pessoas possam evoluir e construir um futuro mais digno. A educação tem o poder libertador”.

Leia+: Nova grade da Globo na madrugada vale algumas horas a menos de sono

O projeto ‘Programa Futuras Cientistas’, também foi um dos premiados. Taís Araujo viajou para o Recife, de onde contou a trajetória do trabalho, que ganhou na categoria Educação Não formal. A ideia é incentivar meninas da rede pública de ensino a seguirem carreira na área de pesquisa e tecnologia. Giovanna Machado, líder do programa, contou o que pretende fazer com o prêmio.

“Queremos ampliar o programa. O sonho só é sonho quando é vivido com muitas pessoas. E nosso sonho é aumentar e expandir para mais estados. Pretendemos ter mais meninas e professoras das escolas públicas participando e entendendo que ciência e tecnologia são para todas e estão ao alcance delas”, declarou.

Leia+: Suposto cachê de Maísa na Globo é revelado

Foto: Laís Dantas / Globo

O projeto ‘Desengaveta Meu Texto’, de Campina Grande, Paraíba, trabalha com o objetivo de incentivar a leitura. E o faz por meio da distribuição de livros, oferecendo apoio aos professores, entre outras práticas de formação de letramento. Patrícia Rosas, professora e fundadora do projeto, recebeu das mãos do ator Rômulo Estrela o prêmio do Movimento LED, na categoria Educação Básica, e contou a emoção de levar adiante um projeto tão sólido para a sociedade.

“Nós tiramos o anonimato das crianças e jovens das salas de aula e jogamos luz para esses alunos. Nós desengavetamos os textos, os sonhos e as oportunidades dessas crianças, de modo que eles possam se transformar em sujeitos de suas histórias”, explicou Patrícia.

Leia+: Ana Lúcia Torre já tem data para voltar à Globo

O apresentador Manoel Soares conheceu a trajetória do ‘Adote uma Escola’, do Guarujá, estruturado para elaborar formas de enfrentar a evasão escolar intensificada pela pandemia de Covid-19, que recebeu o prêmio na categoria Educação Não formal. E o humorista Paulo Vieira foi até o Jardim Ângela, bairro da zona sul paulistana, e conferiu descontração, leveza e emoção ao conhecer e entregar o prêmio, na categoria Educação Básica, para o ‘Espaço Educacional Cultural e Esportivo Quilombo Guarani’, um cursinho popular e comunitário que busca enfrentar a defasagem escolar do Ensino Público para alunos que querem ingressar nas ETECs e cursos de graduação.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!