Televisão às 00:09

Fantástico aponta censura em matéria sobre Luva de Pedreiro

Fantástico é impedido de exibir matéria de Luva de Pedreiro
Foto: Reprodução/ TV Globo

O “Fantástico”, Globo, deste domingo, 3 de julho, exibiu uma reportagem de dez minutos sobre Luva de Pedreiro, influencer baiano envolvido em uma grande polêmica com seu ex-empresário ao longo da semana.

Contudo o programa global recebeu uma notificação judicial impedindo a equipe de exibir alguns trechos da matéria, os quais poderiam fomentar discursos de ódio contra Alan Silva Jesus, que gerenciava a carreira de Luva.

Leia+: Luva de Pedreiro recebe as chaves de casa nova em Pernambuco

Em posicionamento anunciado por Poliana Abritta, ela explicou o que foi dito pela juíza, pedindo o sigilo das informações e declarando impedimento da divulgação de trechos que poderiam constranger o ex-empresário. A âncora destaca que discursos de ódio não são toleráveis e que o canal não compactua com tal prática.

“Ameaças são inaceitáveis em qualquer situação e quem as pratica está sujeito a consequências legais. Divergencias sobre questões contratuais devem ser decididas pelo Poder Judiciário, responsável pela aplicação da lei, a relação entre as partes”, leu Poliana.

Leia+: ‘Me sinto enganado’, diz Luva de Pedreiro sobre polêmica com empresário

Em seguida, a jornalista destaca a censura aplicada à reportagem e manifesta como a magistrada fere a “liberdade de imprensa” garantida na Constituição. Ademais, ressalta a importância do acesso a informação garantido a todos os brasileiros:

O jornalismo apura com isenção todos os lados da notícia e produz conhecimento sobre os fatos. É direito da sociedade ter acesso a todos os acontecimentos relevantes. A TV Globo entende que a liminar concedida viola a liberdade de imprensa e de expressão, pilares da democracia e protegidas pela Constituição Brasileira. Por isso, vai recorrer da decisão!”

Leia+: Claudia Raia se desculpa após expor Marisa Monte

Apesar disso, a emissora carioca não exibiu trechos que poderiam constranger ou envolver o ex-empresário em temas desagradáveis. Dessa forma, ao longo dos dez minutos, o vídeo teve cortes, menos manifestações a respeito da polêmica e uma abordagem mais empolgante sobre a carreira do responsável pelo bordão “Receba!”.

“Em cumprimento à decisão judicial, a reportagem que vamos exibir agora não terá as informações vetadas pela liminar. Você vai ver como um jovem de 20 anos ficou famoso na Internet por falar de futebol de um jeito simples e muito cativante”, finalizou.

Leia+: Carlinhos Maia detona fã durante show

ENTENDA O CASO

Mesmo sendo um fenômeno na internet após postar vídeos onde marca pênaltis em um campo de terra na zona rural do município, no povoado de Tabua, na Bahia, Luva de Pedreiro tinha apenas R$ 7,500 na conta bancária. E, esgotado de ser passado para trás, decidiu que daria uma pausa na gravação de vídeos. Ele estava irritado com as cobranças que vinha sofrendo.

Preocupados, os fãs logo apontaram que o problema seria Allan de Jesus, até então responsável pela carreira do influenciador digital. O empresário, então, veio a público explicar contratos de publicidade que ainda não foram pagos ao influenciador.

Iran voltu às redes, em seguida, e acusou o ex-empresário de hackear a conta do WhatsApp dele e bloquear o acesso do baiano ao TikTok.

Até que o ex-jogador de futsal Falcão anunciou, no último dia 28 de junho, que passaria a agenciar a carreira do influenciador, através de sua empresa, a f12.bet.

“RECEBA o que for seu! Obrigado por ter me procurado e me escolhido em te ajudar! O mundo abraçou você e sua tropa”, disse Falcão nas redes sociais.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!