Televisão às 12:46

Mensagem subliminar? Ana Maria Braga começa Mais Você de vermelho ao som de ‘Que País é Este?’

ana-maria-braga-de-vermelho-no-mais-voce

Reprodução/ Tv Globo

Sempre de olho nas pautas pertinentes, Ana Maria Braga começou a quarta-feira (8) com uma mensagem subliminar para os espectadores. Um dia após as manifestações em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, a apresentadora iniciou o “Mais Você” com uma blusa vermelha ao som de “Que País É Este”, do Legião Urbana.

Sem comentar sobre o tema e deixando a letra da música falar por si só, Ana escolheu começar a programação com o trecho da canção que fala sobre o desrespeito à Constituição. “Nas favelas, no Senado, sujeira pra todo lado. Ninguém respeita a Constituição, mas todos acreditam no futuro da Nação. Que país é este”, diz a parte da música.

“Não pergunte o que o país pode fazer por você. Pergunte o que você pode fazer pelo seu país”, afirmou a apresentadora.

VEJA TAMBÉM:

Ana Maria Braga passa por cirurgia no olho, após revelar doença

Ana Maria tem crise de riso ao fazer piada de duplo sentido sobre mandioca: ‘É grossa’

Inshalá! Ana Maria Braga anuncia o retorno de “O Clone” à TV Globo

O recado não passou despercebido pelo público, que entenderam que a apresentadora aproveitou a situação para se manifestar contra Bolsonaro e os manifestantes que foram às ruas com pedidos antidemocráticos, como a destituição dos ministros do STF.

“A Ana Maria de vermelho, tudo para mim”, brincou uma. “Rainha”, elogiou mais um.

CONFIRA ALGUMAS REAÇÕES:

WILLIAM BONNER CHAMA BOLSONARO DE GOLPISTA E DETONA MANIFESTAÇÃO

William Bonner também movimentou as redes sociais ao iniciar o Jornal Nacional da última terça-feira (7) com um tom incisivo. O âncora do telejornal não poupou críticas a Jair Bolsonaro, e afirmou que o discurso feito pelo presidente durante as manifestações teve um “tom  golpista” e que as atitudes do governo durante os atos foram uma “demonstração de desprezo pela Constituição”.

“O desrespeito à democracia com as cores da nossa bandeira”, começou Bonner, logo na abertura do programa. “O Brasil assistiu hoje a uma demonstração de desprezo pela Constitução, promovida e insuflada pelo presidente da República. Em diversas cidades, milhares de bolsonaristas participaram de atos com pautas que afrontam a democracia, como a intervenção militar e a destituição de ministros do Supremo Tribunal Federal”, narrou o apresentador.

VEJA TAMBÉM:

William Bonner esquece ‘boa noite’ e web não perdoa: ‘Não ia conseguir dormir’

Mulher de William Bonner faz alerta sobre depressão após morte de afilhado

Gil do Vigor manda um “William, eu te amo!” durante o Jornal Nacional

“Em Brasília e em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro discursou. Voltou a atacar governadores e prefeitos que tomaram medidas de combate à disseminação do coronavírus. Voltou a atacar integrantes do STF. Voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro. E no dia da independência, Bolsonaro elevou a temperatura da crise institucional que ele mesmo criou e tem alimentado”, finalizou.

Nas redes sociais, internautas comentaram o discurso do jornalista e movimentaram a web. “Estudar bastante pra um dia ter classe de esculhambar os outros igual William Bonner faz ao vivasso”, escreveu uma. “A dicção perfeita do William Bonner. Meu sonho ter uma dicção e uma elegância pra xingar assim”, comentou outro.

MANIFESTAÇÕES A FAVOR DE JAIR BOLSONARO

Desde as primeiras horas da última terça-feira, 07 de setembro, famosos começaram a se posicionar nas redes sociais sobre as manifestações pró e contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), marcadas em cerca de 160 cidades, nesta data em que se comemora a Independência do Brasil.

Enquanto os apoiadores defenderam pautas antidemocráticas e convocaram as pessoas para os atos, os opositores criticaram em especial os atos em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, que pedem, entre outras coisas, o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) e a intervenção militar. Uma incoerência à data, que retrata a liberdade do país.

Radicalmente contra o presidente da república e seus posicionamentos, Samantha Schumtz contestou a ideia de liberdade.

“Fora Bolsonaro, bolsominions e seu bolsonarismo”, escreveu. “Como pode pedir liberdade e intervenção militar na mesma passeata?”, questionou.

Sempre se posicionando a web, a atriz Ingrid Guimarães mostrou sua indignação:

“Nunca pensei que dia 7 de setembro pudesse ser um dia que gerasse medo. Onde chegamos”, escreveu.

Ingrid ainda respondeu a uma internauta que questionou se ela estava “em choque” devido aos atos pró-Bolsonaro: “Choque é chegar a quase 600 mil mortos, o resto vai passar”, disse.

Veja +: Confira os filmes e novelas que falam da ditadura militar e a luta por liberdade

Lázaro Ramos, que por vezes bate de frente com falas do presidente, como no início do ano quando Jair Bolsonaro disse ao apresentador José Luiz Datena, no programa Brasil Urgente, da Band, que o então ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, estava produzindo uma vacina para o combate da Covid-19. O presidente, contudo não soube dar detalhes sobre o processo.

Neste 7 de setembro o artista não citou o político diretamente, mas publicou um vídeo dizendo que a data é importante para celebrar a democracia.

Apoiador de Bolsonaro, o lateral direito do São Paulo Futebol Clube, Daniel Alves, citou o slogan do presidente e cobrou independência para o Brasil. O jogador publicou uma foto com a bandeira do Brasil cobrindo seu rosto e escreveu um texto sobre o desejo de que as pessoas fossem independentes.

“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos! Dia da nossa independência e desejo-lhes que vocês peguem esse dia para se independizar também. Se independizar das opressões, das manipulações de opiniões e das influências egocêntricas. Ser livre é poder sonhar, ser livre é poder realizar, ser livre é saber que tudo vai passar e somente os legados vão ficar! (Viva a independência do Brasil e dos brasileiros)”, escreveu o atleta.

Bolsonarista ferrenho, o jogador Felipe Melo, do Palmeiras, usou seu perfil no Instagram para replicar a frase de D. Pedro I.

“‘Viva a independência e a separação do Brasil. Pelo meu sangue, pela minha honra, pelo meu Deus, juro promover a liberdade do Brasil. Independência ou morte!’. Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor”, publicou o volante.

Fábio Porchat, outro anti-governo Bolsonaro, opinou que quem apoia o presidente Bolsonaro é “ignorante ou mau-caráter”.

“Se você ainda apoia o presidente Bolsonaro em 2021 ou você é ignorante ou mau-caráter ou os dois. Não há outra possibilidade”, escreveu.

Sensualíssima, em Brasília, Renata Frissom, a Mulher Melão, fez seu protesto.

“Tenho família lá e pensei: já estou aqui e vou fazer um ensaio-protesto. O que me motivou foi tudo o que está acontecendo no nosso país. É tanta coisa ruim, mortes, pobreza, uma falta de rumo… Acho mais digno viver tirando a roupa no meu Only Fans, por exemplo, do que viver como político, que engana o povo”, disse ela, em entrevista ao Extra.

A cantora Duda Beat também se posicionou contra o presidente: “Bom dia com grito pró-democracia e fora Bolsonaro!”

Não é de hoje que Bruno Gagliasso questiona os atos de Jair Bolsonaro e não foi diferente neste feriado de 7 de setembro. O ator ironizou as manifestações favoráveis à ele.

“Vão autorizar o mito a fazer o que hoje? Dar cloroquina pra ema? Como será que os coronéis se sentem vendo esse monte de caminhão 0 km nas mãos dos apoiadores do ‘minto’, enquanto pilotam aqueles blocos de tétano ambulantes? Fica o questionamento”.

O ator fez piada até com Sérgio Reis, apoiador do presidente. O cantor passou por poucas e boas ao ser acusado de organizar uma manifestação de caminhoneiros e agricultores.

VEJA OUTROS POSICIONAMENTOS DE FAMOSOS:

https://twitter.com/babaioff/status/1435270494043975681
https://twitter.com/FabioPorchat/status/1435254724962488323

PRICIPAIS NOTÍCIAS:

Kylie Jenner finalmente confirma: está grávida do segundo filho

Pai de Britney Spears entra com pedido para acabar com tutela da cantora

Gilberto Nogueira vigora em evento LGBTQIA+ na Califórnia

Ilha Record: Alertado, Pyong cai na real sobre ter problemas com a mulher após envolvimento com Antonela

Ilha Record: Any e Pyong terão ajuda de aliados na grande final

MasterChef: Um ravióli à bolonhesa que não deu certo tirou Renato da disputa

Khloe Kardashian e Tristan Thompson vão seguir com planos de aumentar a família