Televisão às 12:00

Plataforma HBO Max vai desaparecer

HBO Max, logotipo
HBO Max, logotipo / Reprodução / HBO Max

A plataforma HBO Max, que chegou ao Brasil em junho do ano passado, pode desaparecer. Os assinantes do serviço de streaming estão preocupados com a remoção não anunciada de vários filmes, e esse movimento ocorreu em meio a rumores de que o serviço vai ser cancelado.

Leia+: Quanto custa o HBO Max no Brasil?

Curiosamente, todos os filmes que foram removidos até agora estão marcados como ‘Max Originals’. Nas redes sociais, o assunto já viralizou e é tendência.

Segundo os usuários, a plataforma vem apagando conteúdos ‘silenciosamente’, quando antes os assinantes eram informados de quais produções seriam removidas. Mas de acordo com o boato, a plataforma será substituída por um novo serviço, por isso está passando por uma reestruturação.

Segundo a rede de notícias CNN, David Zaslav, CEO da Warner Bros., deve anunciar em breve uma grande revisão das plataformas HBO Max e Discovery+. Tudo indica que as duas plataformas serão substituídas por uma única, mas ‘HBO’ deve desaparecer do nome da nova marca de streaming.

Outro boato é que cerca de 70% da equipe de desenvolvimento do HBO Max está sendo demitida. Zaslav ainda deve dar uma explicação para a suposta nova reestruturação pela qual os serviços passarão nas próximas semanas.

Leia+: Documentário sobre o PCC já está disponível na HBO Max

NOVA SÉRIE DA HBO MAX ESTREIA DIA 21

Para antecipar a estreia do novo HBO Original “A Casa do Dragão”, previsto para estrear em 21 de agosto, a HBO Max lançou “House of the Dragon: DracARys”, o aplicativo oficial de realidade aumentada para a série. Com o aplicativo, fãs de todo o mundo poderão “incubar” e criar seus próprios dragões virtuais em casa.

Cada dragão será único para seu usuário e, à medida que crescer, desenvolverá sua própria aparência e temperamento, impulsionados pelas interações de seu guardião com ele, baseado no folclore do mundo de George R.R. Martin.

Os usuários também aprenderão palavras valirianas de “A Casa do Dragão” para comandar seu dragão por meio de um sistema de reconhecimento de voz personalizado. Os dragões crescem para um tamanho enorme, atingindo marcos de desenvolvimento no caminho para a idade adulta, onde poderão percorrer o mundo para outros usuários em todo o mundo verem e interagirem.

Leia+: “A Casa do Dragão” tem primeiro trailer oficial revelado pela HBO Max

As equipes de inovação e marketing digital da HBO Max colaboraram com a equipe de artistas, tecnólogos e estrategistas da The Mill para desenvolver “House of the Dragon: DracARys” desde o início usando o motor de jogo Unity e a tecnologia Lightship da Niantic com design de som imersivo do estúdio londrino Factory.

“Com ‘House of the Dragon: DracARys’ criamos a criatura virtual mais personalizada e responsiva que já existiu em seu telefone, trazida à vida com a mais recente tecnologia de realidade aumentada,” disse Victor Pineiro, Diretor, Inovação Digital, HBO Max.

“Não podemos esperar para que os fãs se envolvam com DracARys e mergulhem ainda mais no mundo de Westeros”, afirmou ele.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!