Televisão às 15:19

“Tento manter vivo”, diz Thales Bretas sobre morte de Paulo Gustavo

Thales bretas fala sobre dificuldades após morte de Paulo Gustavo no "Mais Você"
Foto: Reprodução/TV Globo

Um dia antes do aniversário de um ano da morte de Paulo Gustavo, o viúvo Thales Bretas apareceu como convidado do “Mais Você”, da TV Globo, nesta terça-feira, 3 de maio, e falou sobre o período que ficou sem o marido, que foi vítima da covid-19 aos 42 anos. Durante o bate-papo o médico ainda contou sobre os filhos do casal, Gael e Romeu, de 2 anos e 8 meses, e afirmou que os gêmeos não entendem muito bem sobre o que aconteceu com o humorista.

Leia+: 1 ano sem Paulo Gustavo: Multishow fará homenagem ao humorista na programação

“Eu introduzo [a figura do Paulo], tento mostrar vídeo, foto, mas sinto que é uma coisa que ainda não tá clara pra eles”, começou Thales Em seguida, o médico falou mais sobre os sentimentos do filho Romeu: “O Romeu era muito apegado no Paulo. O Paulo passava, Romeu começava a chorar querendo ir pro colo dele. Sinto que quando eu comento do papai Paulo e falo que agora ele tá no céu e é uma estrelinha olhando pra gente, ele muda de assunto, sai de perto, sinto que ele se incomoda de alguma forma”.

Leia+: Viúvo recorda Carnaval com Paulo Gustavo: “Nossa história se firmou ali”

“Mas eu tento manter vivo e acho que um dia eles vão entender que o pai sempre foi uma estrela e agora está no céu, brilhando, por eles e pela gente”, afirmou o viúvo.

DIAS NO HOSPITAL

Ainda durante sua participação no programa, Thales relembrou de quando Paulo foi internado no mesmo dia de seu aniversário, 13 de março. O médico afirmou que, apesar da internação, a família não perdeu a esperança e foram vários os momentos em que eles acharam que o humorista se recuperaria. Além disso, Bretas contou que, por ser da área da saúde, teve a “vantagem” de poder acompanhar o marido de perto no hospital. Apesar disso, Thales disse que não gosta de lembrar dos dias difíceis. “Foram os mais terríveis da minha vida”, declarou ele.

Leia+: Mãe de Paulo Gustavo fala da condenação de Pastor: “Que viva bastante”

Ainda falando sobre a morte de Paulo, Bretas afirmou que o humorista sabia da gravidade de seu caso e tinha medo de morrer. “Ele tinha muito medo e lucidez. Ao mesmo tempo, ele tinha uma calma muita forte”. Antes da tragédia, o intérprete do sucesso “Minha Mãe É Uma Peça” chegou até a perguntar para o amado se iria morrer. “[Eu disse] ‘claro que você vai sair [do hospital], morrer todo mundo pode a qualquer momento, mas isso não vai acontecer com você’”.

Leia+: São Clemente emociona com homenagem a Paulo Gustavo

CARNAVAL 

Por fim, Thales comentou sobre o desfile da escola São Clemente no Carnaval desde ano, que homenageou Paulo Gustavo na Sapucaí, no Rio de Janeiro.

Leia+: Tatá Werneck diz porque não foi ao desfile em homenagem a Paulo Gustavo

“Foi muito forte, mais forte do que eu imaginava. Eu já tinha desfilado uma vez no chão, mas foi muito lindo ver a plateia toda se emocionando, pessoal no camarote, todo mundo cantando. Foi muito forte”, disse ele. 

“Eu olhava pra cada um e via cada um cantando muito envolvido, emocionado, umas sorrindo, outras aplaudindo. Eu vi que o amor que ele espalhou realmente o alcança (…) e senti que aquela energia tava subindo mesmo”, declarou o viúvo. 

Leia+: Mãe de Paulo Gustavo chega à Marquês de Sapucaí, no Rio

PREMONIÇÃO

Reprodução/TV Globo

Thales Bretas, viúvo de Paulo Gustavo, foi recebido no “Mais Você” desta terça-feira, 3 de maio. Em conversa Ana Maria Braga, o dermatologista recordou o marido, morto há um ano, vítima de complicações da covid-19.

Leia+: Justiça condena pastor que orava pela morte de Paulo Gustavo

Bretas contou que o humorista tinha muito medo de contrair a doença, tanto é que antes de ser infectado, ele e o marido tentaram buscar alguma vacina no exterior, mas não tiveram sucesso. Paulo, que fazia exames todas as semanas, descobriu a doença no dia 13 de março. Foi internado e faleceu no dia 4 de maio de 2021.

“Toda semana a gente testava, ele ficou positivo, ficamos muito tensos. Ele falava que não podia pegar de jeito nenhum. Parecia que o Paulo tinha uma premonição.”

Thales também contou como ele e Paulo se conheceram e como se deu o casamento de quase oito anos.

Leia +: Ingrid Guimarães lembra com saudades de Paulo Gustavo

“Foi um encontro especial, mas, na época, fiquei com medo de me aproximar e dar errado, essa coisa de assumir publicamente. Ele foi me conquistando cada vez mais. A gente foi conversando, ele foi pra Tóquio, mas ficou me ligando direto, achei lindo e isso foi me motivando, sou romântico, ele era muito carinhoso”, contou.

“A gente sempre teve vontade de ter filhos. Eles são demais. Fomos morar juntos com seis meses de namoro e ele falava que queria ter filhos. A gente não tinha como ter filho naquele momento, pedi para esperar me formar, casar e solidificar nossa relação. Assim foi. Nos casamos com dois anos juntos.”

Leia +: Thales Bretas lamenta rebaixamento da São Clemente, que homenageou Paulo Gustavo

Thales conclui contando que em dezembro do ano passado, aos lado de amigos mais próximos, as cinzas do humorista no parque público Little Island, no Rio Hudson, na cidade de Nova York. Ele relembrou o momento no programa e contou como tem encontrado forças para seguir a vida.

“Tenho encontrado uma força de toda energia que me mandam, sou só grato. Até os momentos difíceis são lindos.”

“A família é o que não te abandona, sabe sua origem. Espero ser isso pra eles [família do Paulo], que a gente sempre se cuide”, destacou Thales sobre sua família e a de Paulo.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!