Televisão às 11:50

Veja como foi o reencontro de Xuxa, Eliana e Angélica no Teleton

Eliana, Xuxa e Angélica no Teleton
Fotos: Rogério Pallatta/SBT; Reprodução/Youtube/SBT

O trio Xuxa, Eliana e Angélica voltou a se reunir no palco do “Teleton 2023”, promovido pelo SBT. As loiras não chegaram a se encontrar fisicamente no palco do programa, mas fizeram questão de se reunirem de forma remota.

“Já que presencialmente estava complicadinho, eu achei uma maneira de reunir as meninas de um jeito especial”, disse Eliana, que foi a madrinha da atração. “Um motivo tão lindo, que é apoiar os pacientes da AACD”, completou Xuxa. 

As apresentadoras surpreenderam o público com uma doação inusitada: elas doaram os looks usados no encontro do “Criança Esperança”, da TV Globo, para a AACD. Eliana ressaltou que a instituição irá decidir o melhor destino para as roupas, que têm a possibilidade de serem leiloadas.

Foi revelado que, assim que a atração da Globo acabou, Eliana já convidou as amigas para o evento do SBT. A Rainha dos Baixinhos não aguentou e explanou um áudio dela: “Oi amigas, tudo bem? Não sei como vai estar a agenda de vocês, mas bora transformar a nossa força em doação para o Teleton?”, pediu à dupla.

Relembre o primeiro encontro

A lenda! O momento! O acontecimento! Como disse Marcos Mion no auge da emoção, um encontro impossível de ser sequer imaginado há alguns anos, aconteceu no palco do “Criança Esperança”, na noite de segunda-feira, 07 de agosto.

Juntas pela primeira vez, Xuxa, Angélica e Eliana se apresentaram, encantaram e fizeram muita gente chorar. Tanto o público presente quanto os famosos do mesão, se emocionaram.

Angélica abriu o show com seu maior hit, “Vou de Táxi”. Em seguida, Xuxa empolgou com “Ilariê” e agitou. E veio Eliana, com uma roupagem moderna de”Os Dedinhos”. Para encerrar, as três emendaram com “Lua de Cristal”.

A apresentadora do SBT, então, tomou a palavra para fazer um significativo discurso de empoderamento, desfazendo qualquer boato de uma possível rivalidade entre elas.

A vida toda, tentaram nos colocar como inimigas. Não conseguiram. Ao invés de rivalidade, optamos pela amizade e pela irmandade. Irmandade que rima com solidariedade e com sororidade palavra que significa união entre mulheres”, disse ela.

“Chega de competição, mais respeito, admiração. Sigamos em frente, na TV, de táxi ou de nave. Tomamos rotas diferentes, mas estamos sempre juntas, e juntas somos mais fortes. Que mulheres unidas podem ir muito mais longes”, encerrou.

Notícias Relacionadas