Vacina às 10:45

Prefeito de Nova York provoca Bolsonaro ao incentivar vacinação contra a Covid-19

Retrato de Jair Bolsonaro

Reprodução/Instagram @jairmessiasbolsonaro

Olha, não está fácil… Na última quinta-feira, 23 de setembro, o prefeito da cidade de Nova York fez uma provocação ao Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a vacinação contra a Covid-19.

Por meio do Twitter, Bill de Blasio escreveu: “Não seja um ‘Jair Bolsonaro’, seja um ‘Meghan e Harry’. Vacine-se”, colocando o link do governo de Nova York com as instruções e locais de vacinação.

Essa comparação feita por Blasio veio depois que o ex-casal real Harry e Markle passaram a defender publicamente o acesso igualitário aos imunizantes. De acordo com a agência Reuters, cerca de 35% das pessoas que receberam ao menos uma dose de uma vacina contra o coronavírus são de países ricos. 

Veja+: Xuxa aciona a Justiça contra apoiador de Jair Bolsonaro

A desigualdade choca quando se olha para países como o Haiti, cuja taxa de vacinação não chega a 1%. Em grave crise, agravada pelo assassinato do presidente Jovenel Moïse, o país caribenho vem dependendo de doações de imunizantes.

Bolsonaro viajou para Nova York durante a 76ª Assembleia Geral da ONU (Organização das Nações Unidas). Ele foi o único integrante do G20 a não estar vacinado e já havia recebido uma provocação de Blasio, que compartilhou um link para o site que lista todos os locais de vacinação em Nova York.

Durante o seu discurso, Bolsonaro defendeu novamente o chamado “tratamento precoce”, ou “kit Covid”, que consiste em um coquetel de drogas sem comprovação de eficiência contra a Covid-19, e também fez ataques constantes ao “passaporte sanitário” – a obrigatoriedade da apresentação do comprovante de vacinação para entrar em estabelecimentos.

Veja+: Juliana Paes critica Bolsonaro, após Presidente desrespeitar jornalista

Desdenhando da imunização e das mudanças climática, dias após a Assembleia, o brasileiro permanece em isolamento após diagnóstico positivo do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para o coronavírus. Queiroga também não vacinou-se.

O príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, iniciaram ontem uma viagem a Nova York, com uma visita à “Freedom Tower” e ao memorial às vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001. Os dois estarão no show “Global Citizen Live” no Central Park no próximo sábado, 25 de setembro.

O evento é realizado em todo o mundo para aumentar a conscientização sobre as mudanças climáticas, a necessidade de igualdade de acesso às vacinas e a fome.

PRICIPAIS NOTÍCIAS

Thales Bretas emociona ao receber prêmio em nome de Paulo Gustavo

Filmes sobre Suzane Richthofen, protagonizados por Carla Diaz, já estão na Amazon

Pabllo Vittar é a grande vencedora do MTV Miaw

A Fazenda 13: Fernanda Medrado desiste do reality rural

A Fazenda 13: Liziane Gutierrez é a primeira eliminada do jogo