Vídeos às 08:00

Histórias da Black Friday: Neide comenta o caso da vagina explosiva

neide comenta o caso da vagina explosiva

Na onda de contar histórias sobre compras e momentos inusitados vividos durante a Black Friday, Neide Boa Sorte não resistiu a tentação de comentar a história envolvendo Gwyneth Paltrow, sua vela com “cheiro de vagina” e os  problemas judiciais enfrentados pela atriz de Hollywood graças a um incidente nada comum ocorrido com o produto.

Um homem chamado Colby Watson está processando a empresa Goop, de Gwyneth Paltrow, alegando que comprou a famosa vela, mas ela explodiu em sua mesa de cabeceira e pegou fogo. As informações são do TMZ.

Colby ainda disse que seguiu todas as instruções, como colocá-la em uma superfície nivelada, e, após três horas de uso, ela começou a produzir chamas enormes e logo explodiu, deixando a sala cheia de fumaça.

Como se não bastasse o susto e a sujeira, a explosão deixou um “anel de queimadura” em seus móveis. No documento, ele revela que leu que o produto não poderia ser usado por mais de duas horas, mas considerava “insuficiente”.

No processo, ele afirma que houve “violação da garantia e responsabilidade pelos produtos” e está pedindo indenização por danos superiores a US$ 5 milhões, quase R$ 28 milhões.

No entanto, a vitória de Colby não deve ser tão fácil assim.

“Estamos confiantes de que essa alegação é fria e uma tentativa de garantir um pagamento excessivo de um produto. Nós garantimos as marcas que carregamos e a segurança dos produtos que vendemos. Aqui, a Heretic – a marca que fornece a vela – comprovou o desempenho e a segurança do produto por meio de testes padrão da indústria”, explicou um representante de Gwyneth.

Outros casos de “explosão”

Vale lembrar que este não é um caso único de explosão da vela com “cheio de vagina”. Jody Thompson, de 50 anos, afirmou que “a vela explodiu e emitiu chamas enormes, com pedaços voando por toda parte”.

“Nunca vi nada igual. A coisa toda estava em chamas e muito quente para segurarmos! Parecia um inferno na sala”, disse a cliente, na época.

Porém, ao contrário de Colby, ela levou a situação na esportiva.

“Isso poderia ter incendiado a nossa casa! Foi assustador na época, mas engraçado olhando pra situação agora de que a vela da vagina de Gwyneth explodiu na minha sala de estar”, brincou.