Entrevista às 11:00

Britney Spears ficou ‘devastada’ quando Justin Timberlake terminou namoro

Britney Spears, Jamie Lynn, Justin Timberlake

Foto: Reprodução/Instagram

Antes de Britney Spears e seus advogados darem um basta em Jamie Lynn Spears por ela andar falando demais sobre a cantora nas entrevistas promocionais de seu novo livro de memórias, Jamie Lynn participou do podcast Call Her Daddy, e contou detalhes de como foi o fim do namoro da irmã com Justin Timberlake.

Segundo Jamie, Britney se sentiu ‘muito triste’ quando terminou com Justin Timberlake em 2002, após três anos de namoro. Ela relembrou como Britney ‘ficou devastada’ com o término.

Em uma prévia do podcast Call Her Daddy – que foi compartilhado com a revista People – Jamie Lynn disse: “Eu acho que todo mundo pensou que era para sempre”, relembra.

“Eu fiquei tão triste, primeiro porque minha irmã estava triste, mas então eu percebi que não sabia tudo sobre o relacionamento. Talvez eles estivessem me protegendo e claro, por que eles me contariam qualquer coisa?”.

Veja+: Britney Spears analisa propostas de trabalho

Logo depois do término, Justin lançou seu single Cry Me a River, que foi inspirado no término com Britney.

E Jamie confessou que teve simpatia pela irmã na época.

Ela disse: “Eu pensei como partiu o coração da minha irmã quando Cry Me a River foi lançada”.

“Não me entenda mal, essa é uma forma de lançar sua carreira solo, certo? É uma forma de fazer, mas eu fiquei triste. E minha irmã escreveu Everytime, e ela é muito brilhante com tudo relacionado a criação, então escolheu essa música no piano e escreveu, e ela me faz chorar, porque eu penso como ela estava triste, porque aquela era a música dela e aquela era a música dele”.

ADVERTÊNCIA

Por meio de seus representantes legais, Britney Spears enviou uma carta de ‘cessar e desistir’ à sua irmã Jamie Lynn Spears, ordenando que a autora do livro ‘Things I Should Have Said’ deixe de falar sobre ela nas entrevistas promocionais sobre a publicação recém-lançada.

A equipe jurídica da cantora quer que Jamie Lynn pare de falar sobre a vida da estrela pop de 40 anos e sua luta quando ela dá entrevistas para promover seu novo livro de memórias, que eles dizem incluir ‘alegações enganosas e ultrajantes sobre Britney.

O advogado da artista, Mathew Rosengart, escreveu: “A última coisa que Britney quer é chamar mais atenção para seu livro inoportuno e suas afirmações enganosas ou ultrajantes sobre ela. Embora Britney não tenha lido e não pretenda ler, ela e milhões de seus fãs ficaram chocados ao ver como [Jamie Lynn Spears] a explorou para ganhar dinheiro. Britney não vai tolerar isso, nem deveria.”, adverte.

Veja+: Irmã de Britney Spears faz acusações contra a cantora

Depois de anos sob a tutela supervisionada por seu pai, Jamie Spears, o advogado enfatizou que Britney não será mais ‘assediada’ por ninguém, e menos de sua família.

Jamie Lynn Spears foi acusada de ‘exibir alegações falsas ou fantásticas’ para ganhar publicidade para seu livro e alertou que sua irmã tomará outras medidas legais se continuar a falar sobre ela e sua briga familiar.

A carta concluía: “Britney era o ganha-pão da família e ela apoiou você também. É desaconselhável divulgar publicamente reclamações falsas ou fantasiosas, especialmente quando são destinadas a vender livros. Também é potencialmente ilegal e difamatório (…) Você afirmou recentemente que o livro ‘não era sobre ela’. Ela acredita em sua palavra e, portanto, exigimos que você pare de se referir a Britney de forma depreciativa durante sua campanha promocional. Se você não fizer isso ou difamá-la, Britney será forçada a reconsiderar e tomar todas as medidas legais apropriadas”, ameaça o texto.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS
Leonardo, Zé Felipe e Virgínia roubam a cena no Faustão na Band
BBB22: Anitta dá investida em Paulo André
BBB22: Douglas se emociona ao chegar no quarto do líder

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!