Família às 10:45

Após dois meses sem sexo, Simone avisa o marido: “Agora vai rolar até na roda gigante”

Simone Mendes no consultório do Dr Renato Kalil

Foto: Reprodução Instagram

A cantora Simone chamou a atenção dos seguidores, nesta quinta-feira, dia 26 de agosto. A sertaneja, que faz dupla com a irmã, Simaria, visitou o médico, Dr. Renato Kalil, para saber sobre a recuperação da cirurgia de adenomiose, pela qual passou em junho deste ano.

Sempre muito bem humorada, Simone declarou, diretamente do consultório do médico, que está 100% recuperada. E mandou um recadinho ao marido, Kaká Diniz, após quase três meses “na seca”, sem poder ter relações sexuais.

Está tudo 100%. Se prepara, Kaká. Agora até na roda gigante a gente vai fazer!”

SOBRE A CIRURGIA

No dia 29 de junho, Simone Mendes deu um susto em todo mundo ao aparecer em um hospital, mas depois explicou que ela estava no local, pois precisaria passar por uma cirurgia para retirada do útero.

A cantora sofria de uma adenomiose uterina, doença que gera um espessamento dentro das paredes do útero provocando sintomas como dor, sangramento ou cólicas fortes.

Agora, a artista fez um vídeo em seu canal no Youtube em que detalhou tudo o que aconteceu com ela, inclusive, os momentos que antecederam sua ida ao hospital, como arrumando as malas para a internação.

“Eu tentei de tudo, mas não consegui reverter o problema e por isso estou indo para o hospital”, iniciou.

Enquanto estava no caminho, Simone se emocionou e disse que “Deus é perfeito”.

VEJA TAMBÉM:

Caçulinha de Simone Mendes aparece estilosa com look fofo

Simone e Simaria mostram nova coleguinha

A foto de Simone, na cama do hospital, que preocupou os fãs

“Estou aqui emocionada e vendo que Deus é perfeito. Ele me fez uma promessa lá atrás que me daria dois filhos, um menino e uma menina, e com esse problema acontecendo hoje eu vejo que Ele não erra”, afirmou.

No vídeo, ela também explicou com mais detalhes que em outras oportunidades, sobre a doença que a fazia sofrer desde o nascimento de Zaya.

“Depois que tive a Zaya não parei de sangrar. Depois de 30 dias é a média para parar o sangramento após o parto, mas continuou pelo segundo mês e começamos a investigar. Aí descobrimos que eu estava com a adenomiose… Hoje faz três meses que continuo sangrando, tentamos algumas etapas para ver se conseguia conter o sangramento, mas sem sucesso. Primeiro foi o anticoncepcional, depois remédios e por último a introdução do Mirena, mas, mesmo assim, não parou de sangrar, então achamos melhor fazer a cirurgia, que é a retirada do útero”, contou.

No final do vídeo, Dr. Renato Kalil dá detalhes da cirurgia, além das recomendações para o pós-operatório, como ficar 40 dias sem pegar peso ou ter relações sexuais.