Notícias às 13:50

Fãs pedem que Amber Heard seja demitida de Aquaman 2

Reprodução/Instagram

Amber Heard e Johnny Depp viraram foco de diversas notícia depois da conturbada separação envolvendo acusações de violência doméstica de ambos os lados. Agora, após a saída do ator da franquia de Animais Fantásticos e Onde Habitam, fãs de Depp pedem que a atriz também seja retirada da sequência do filme Aquaman 2, prevista para 2022.

Heard esteve no primeiro longa como a rainha Mera. O abaixo-assinado online criado para a substituição de Amber já conta com um milhão de apoiadores até esta quinta-feira (12).

Johnny Deep abre o jogo sobre boatos de bebedeira em set

Segundo a descrição da petição, as acusações de Amber têm o propósito de "arruinar Depp em Hollywood". A base para olevantamento da ação foi um recente áudio vazado e atribuído a loira, no qual admite também ter batido no ex-marido. O assunto das agressões vieram à tona em 2016 por meio da artista, que se casou com o famos em 2015.

Defesa de Sia

 

Sia foi à mídia social recentemente expressar seu apoio a Johnny Depp em meio a seu caso de difamação contra a ex-mulher Amber Heard. A cantora  falou sobre as conversas gravadas do ex-casal e concluiu que o ator é vítima de violência doméstica e que a atriz está enganando todo mundo.

Sia twittou: "Apenas mostrando meu apoio público a Johnny Depp."

A artista acredita, com base nas fitas, que ele foi 'claramente vítima' de violência doméstica durante seu casamento com Heard.

Johnny Depp fazia pressão psicológica em Amber Heard


A cantora também mencionou Elon Musk, com quem Heard namorou após seu divórcio de Depp em 2016. Eles sempre insistiram que começaram a se ver após o divórcio. No entanto, imagens de câmeras de segurança no prédio do ator, mostram que Musk visitava a atriz enquanto ela ainda era casada.

Sia alfinetou: "@elonmusk não deu a ela os sete milhões que ela 'doou' de seu acordo? Ela ainda saiu sete milhões mais rica", criticou.

"Por que você a está protegendo? Ela nunca terá a ajuda de que precisa se todos nós ficarmos em silêncio!", completou, ao mesmo tempo que rotulou Heard como alguém com 'transtorno de personalidade limítrofe' – um trastorno mental caracterizado por estados de ânimo, comportamento e relacionamentos instáveis.

A cantora foi criticada por alguns seguidores: "Sia, por favor, repense esta postura sobre o Transtorno de Personalidade Limítrofe. Isso não faz com que as pessoas abusem, significa que você intensificou as emoções e muitas vezes vem de traumas ou abusos no início da vida. Alguém que está abusando não é por ter TPB", disse um fã.

"Ei, eu realmente espero que você não tenha pensado assim, mas o uso de 'comportamento limítrofe clássico' realmente estigmatiza uma doença mental em que a maioria dos que a têm são na verdade vítimas de abuso / trauma e já enfrentam muitos problemas do estigma que os impede de obter ajuda ", comentou outro.

Amber Heard revela que Johnny Depp quis agredir sua irmã