Notícias às 22:00

Filha de Michael Jackson diz que família não aceita a homossexualidade

Paris Jackson

(Grosby Group)

Paris Jackson participou do programa Red Table Talk do Facebook Watch e foi entrevistada por Willow Smith, no talk show. Entre os assuntos comentados no programa, a atriz e cantora revelou que ainda está descobrindo como falar com sua família sobre sua sexualidade.

Paris admitiu que não é muito fácil tocar esses temas com a avó Katherine Jackson, por exemplo, por causa de sua religião: a maioria é testemunha de Jeová.

“Eu falo abertamente com alguns membros da minha família sobre isso, outros, não”, explicou Paris.

“Cheguei a um ponto agora em que tenho amor e respeito por minha família, suas crenças, sua cultura, sua religião e, se devo esperar que eles deixem isso de lado apenas para que eu possa me sentir aceita, as expectativas levam a ressentimentos para mim. Ainda estou meio que descobrindo. Minha família é muito religiosa e muito da homossexualidade é um tabu, então eles não gostam de falar sobre isso, não é realmente aceito.”, reconhece.

Veja+: Paris Jackson fala do relacionamento com sua mãe biológica

Mas a filha de Michael Jackson insistiu que, apesar das opiniões divergentes em sua família, ela conseguiu chegar a um ponto em que ‘respeita’ a opinião de cada um deles.

“Contanto que eu viva uma vida de amor, serviço e honestidade e não esteja machucando outras pessoas, acho que ficarei bem”, comentou.

Em entrevistas anteriores Paris Jackson não quis se classificar, mas admitiu que se considera parte da comunidade LGBTQ.

Transtorno do estresse pós-traumático

Durante participação no programa Red Table Talk, de Jada Pinkett-Smith, que irá ao ar esta semana, Paris Jackson revelou que sofre de transtorno do estresse pós-traumático desde que era pequena, por crescer no centro das atenções.

A filha de 23 anos de Michael Jackson com Debbie Rowe afirmou que passar toda sua vida diante dos olhos públicos e o constante assédio dos paparazzi afetou bastante sua saúde mental:

“Eu tenho alucinações auditivas às vezes com cliques de câmera e paranóia severa e tenho feito terapia para muitas coisas”, comentou.

“Se escuto alguém mexendo num saco de lixo, vou recuar em pânico”, continuou.

Veja+: Paris Jackson é criticada ao posar com homem mais velho

Mas a atriz, modelo e cantora assegurou que a terapia tem ajudado muito a resolver essas questões.

Sobre como mantém sua privacidade agora que é adulta, ela explicou que isso inclui ter pessoas em sua casa assinando acordos de confidencialidade.

Paris também comentou sobre sua carreira e afirmou que deve ‘conquistar’ seu sucesso como atriz e cantora, em vez de usar a fama de seu falecido pai icônico para impulsionar sua carreira.