Notícias às 09:00

Hugh Jackman se reencontra com affair de seu primeiro beijo

Hugh Jackman em foto de close

Hugh Jackman em foto de close (Foto: Reprodução/Instagram)

Aproveitando que estava preso em um hotel de Sydney, na Austrália, cumprindo quarentena após voar de Nova York à Austrália há alguns dias, Hugh Jackman respondeu pelo Instagram algumas perguntas de seus fãs.

E um deles quis saber se ele ainda se lembrava de seu primeiro beijo. O ator de 52 anos disse que sim, e ainda contou que recentemente se reencontrou com a garota afortunada, depois de mais de 40 anos.

“Se eu me lembro do meu primeiro beijo? Claro, quem não?”, disse.

Veja +: Hugh Jackman vibra tanto com Emmy que rouba a cena de vencedor

E ainda revelou o nome da mulher: “Sarah Dowsett. A propósito, encontrei-me com ela há cerca de um ano… Então, desculpe Sarah por mencionar isso.”, comentou.

Relembrando os detalhes de seu primeiro beijo, Hugh disse que cometeu o ‘erro de novato’ de dizer a seus amigos que havia ‘combinado’ para encontrar Sarah no parque depois da escola.

“Eu saio, pensando que estamos sozinhos, e quando estamos prestes a nos beijar, cerca de 20 dos meus amigos pularam”, relembra. “Eles nos perseguiram no meio do mato, e finalmente, depois que eles foram embora, demos nosso primeiro beijo.”, revelou.

Segundo Jackman, ele estudava em uma escola só de meninos, e ela em um colégio só de meninas, e passaram um mês se encontrando naquele parque todos os dias.

Veja +: Hugh Jackman quer fazer a diferença contra o racismo. Entenda!

Vacinado

Hugh Jackman é mais uma celebridade que recebeu a vacina contra a Covid-19. O ator, de 52 anos de idade, publicou em seu Instagram uma foto em que aparece recebendo o imunizante e ainda mostrou bom humor na legenda para incentivar os fãs.

“A habilidade de cura de Wolverine não pode me salvar de Covid. Mas a vacina pode. Vacine!”, escreveu ele na legenda do post.

Veja +: Hugh Jackman fala de rivalidade com outro ator

Adoção

Deborra-Lee Furness, esposa do ator Hugh Jackman, se abriu recentemente pela primeira vez sobre a adoção dos dois filhos, hoje com 20 e 15 anos. A atriz e produtora australiana afirmou em uma rara entrevista à revista People que há anos eles são a favor da adoção.

Furness fundou em 2008 na Austrália a Adopt Change, uma organização para ajudar e apoiar a adoção sob o lema de que ‘toda criança precisa de um lar’.

A atriz nunca fala sobre suas próprias adoções: Oscar, de 20 anos, e Ava, de 15, que ela adotou com Hugh Jackman, mas desta vez ela falou sobre ser mãe dessas duas crianças e da diversidade em sua família.

“É interessante ser mãe, e eles fizeram com que eu fosse mais esperta do que se eu estivesse sozinha”, revelou Deborra.

“Quando somos pais, não podemos mentir para eles ou para nós mesmos. Eles vão mostrar todos os nossos defeitos, nosso calcanhar de Aquiles, essas coisas. Precisamos olhar para nós mesmos”, começou contando.

Com a linhagem bósnia do filho Oscar e a mexicana de Ava, Deborra tem um interesse especial em ‘epigenética’ – o estudo de como o comportamento e o ambiente podem afetar a forma que nossos genes funcionam.

“Eu sou muito interessada em epigenética, e mais ainda porque tenho filhos adotados, pois eu tenho a linhagem da minha mãe, como ela me criou, como a mãe dela a criou, e estou passando isso para os meus filhos. Mas meus filhos têm suas próprias linhagens. É como se tivéssemos mais jogadores à mesa”.

Furness confessa que faz um esforço consciente para que tanto Oscar quanto Ava tenham seus traços culturais.

“Quando meu filho era mais novo, ele descobriu que era da Bósnia, então nós pegamos um livro de receitas croata/bósnio e ele ficou orgulhoso de sair por aí com ele aos sete anos. Minha filha é mexicana, então fomos ao México (…) Nós abraçamos nossos ancestrais e nossa família; eles são nossas famílias. E está lá, são gerações. Pode ser sutil, mas está lá”, afirmou.