Notícias às 20:00

Preta Gil responde perguntas sobre a bolsa de ileostomia

preta gil
Reprodução/Instagram

Nesta quarta-feira, 4 de outubro, Preta Gil surpreendeu seus seguidores nas redes sociais ao abrir uma caixa de perguntas para falar de sua saúde e do uso da bolsa de ileostomia. A famosa explicou que passou a receber inúmeras perguntas sobre o tema após postar uma foto de biquíni com a bolsa exposta.

Preta postou um vídeo e escreveu na legenda: “Amores, vim responder algumas dúvidas frequentes sobre minha bolsa de ileostomia que tenho recebido nas caixinhas de perguntas. Não estou dizendo que é fácil! Sim, as dificuldades existem, mas podemos romper os preconceitos com pessoas estomizadas e normalizar o uso. Essa bolsinha salva vidas!”

Uma das questões feitas foi a respeito se a bolsa incomoda a cantora.

“Hoje em dia a bolsa não me incomoda. Tudo é uma questão de costume. No começo, quando falaram que eu ia usar a bolsa, fiz um drama. Quando saí da cirurgia, fiquei estranhando. E, de repente, comecei a entender, ver e ouvir historias, de como a bolsa salvou vidas. Pessoas que poderiam morrer de câncer ou usar a bolsa. A bolsa é uma salvação. No meu caso, é temporária, mas muitas pessoas usam definitivamente e têm uma vida normal. Hoje tenho uma vida muito perto da normalidade. Ainda estou me acostumando e vou testando algumas coisas, mas eu, praticamente, já me acostumei com ela. Vou usando roupas que consigo me sentir melhor, entendendo como é isso. Questão de costume, vivência, e você vai aprendendo a lidar”, contou.

Assista:

A ileostomia é uma abertura criada cirurgicamente para desviar o fluxo do intestino delgado, e a bolsa acoplada a essa abertura é utilizada para coletar as fezes, que seguem um novo trajeto. Após uma cirurgia como a de Preta, o fluxo intestinal se torna involuntário, exigindo o uso constante da bolsa e a necessidade de esvaziá-la várias vezes ao longo do dia.

Há três semanas em casa, Preta Gil passou quase um mês internada para tratar um câncer de intestino. A cantora ainda está fazendo tratamentos e precisa visitar o hospital periodicamente. A filha de Gilberto Gil descobriu a doença em janeiro. Desde então, vem passando por diversas etapas do tratamento, incluindo quimioterapia e uma cirurgia de 14 horas para retirada do tumor.

Notícias Relacionadas