Notícias às 14:00

Príncipe Harry conta dica especial dada por Orlando Bloom para fugir de paparazzis

Reprodução/Instagram

Que o Príncipe Harry e sua esposa, Meghan Markle, estão morando nos Estados Unidos todos já sabem. Mas que o casal era vizinho de Orlando Bloom… por essa ninguém esperava! 

Em uma recente entrevista ao podcast "Armchair Expert", de Dax Shepard, Harry revelou que troca mensagens com Orlando para saber quando algum paparazzi está por perto. Atualmente, o príncipe e Meghan moram em Santa Barbara, Califórnia, ao lado da casa de Orlando Bloom e Katy Perry.

"Ele me enviou uma foto, que seu segurança conseguiu, de um cara de cabelos com sua câmera enorme deitada na traseira de seu carro 4×4, com vidros escurecidos e uma mulher dirigindo", contou Harry durante a conversa.

"Como isso é normal? Como isso é aceitável?", questionou o britânico. Mesmo assim, o príncipe garante que o assédio da mídia nos Estados Unidos não é como antes, na Inglaterra.

Desde que Harry e Meghan se mudaram para o endereço na Califórnia, o casal mantém uma relação saudável com os vizinhos, Orlando Bloom e Katy Perry.

 

Príncipe Harry revela momentos em que se sentiu mais desamparado

 

Esta semana o Príncipe Harry participou do podcast do ator Dax Shepard, Armchair Expert, e uma vez mais abriu seu coração para falar de momentos específicos de sua vida com Meghan Markle.

Entre muitas coisas que conversaram, Harry revelou que houve três momentos em sua vida, em que ele se sentiu 'totalmente desamparado', sem saber o que fazer.

Esses momentos foram: quando ele estava no banco de trás de um carro com sua mãe, a princesa Diana, enquanto ela era perseguida pelos paparazzi; depois durante seu tempo no Afeganistão e logo, quando Meghan estava lidando com as pressões da mídia britânica.

Na entrevista com Oprah Winfrey, a própria duquesa de Sussex contou sobre essa etapa difícil que ela enfrentou, em que não tinha mais vontade de viver.

Mas a conversa também teve momentos divertidos. Harry revelou como foi um encontro secreto que teve com Meghan Markle em um supermercado. Foi um encontro no início de seu relacionamento, quando ela o visitou em Londres.

"A primeira vez que Meghan e eu nos encontramos para ela ficar comigo, nos encontramos em um supermercado em Londres, fingindo que não nos conhecíamos… então mandando mensagens do outro lado do corredor. Havia pessoas olhando para mim, me dando todos aqueles olhares estranhos e vindo e dizendo oi, o que fosse, e eu estava lá mandando uma mensagem para ela dizendo: 'Este é o certo?' (sobre um produto). Ela disse, 'Não, você quer papel manteiga', e eu fiquei tipo 'Onde está o papel manteiga?'" , comentou.

Novo programa: O Eu que você não pode ver

O novo programa de televisão do príncipe Harry e Oprah Winfrey, sobre saúde mental, intitulado 'The Me You Can't See' (O Eu que você não pode ver), já tem data de estreia na plataforma AppleTV+.

Oprah anunciou em seu Instagram que a nova série com a participação de grandes estrelas, e que está em andamento há quase dois anos, vai estrear no serviço de streaming dia 21 de maio.

Winfrey e o Duque de Sussex atuam como produtores executivos e co-criadores do programa, e prometem que a série vai examinar a saúde mental em todos os aspectos, com especialistas falando sobre os desafios que muitas pessoas enfrentam.

Em seu Instagram, Oprah deu mais detalhes do projeto:

"Histórias que ajudam a levantar o véu sobre o estado atual da saúde mental e, esperançosamente, desencadeia uma conversa global”.

Para ajudar a contar essas histórias, The Me You Can't See também apresentará perfis de algumas das maiores estrelas da música, Hollywood e esportes.

Lady Gaga e Glenn Close encabeçam a lista de participantes. As estrelas da NBA DeMar DeRozan e Langston Galloway também contarão suas histórias, assim como a boxeadora olímpica Ginny Fuchs e o famoso chef Rashad Armstead.

O show é o mais recente empreendimento de mídia para o Duque de Sussex, que, junto com sua esposa Meghan Markle, anunciou projetos com a Netflix e Spotify este ano. O príncipe Harry sempre defendeu a saúde mental, falando no passado sobre suas lutas com a perda de sua mãe, a princesa Diana, e lidando com o Transtorno do Estresse pós traumático de seu tempo como piloto de helicóptero no exército britânico, servindo na linha de frente no Afeganistão.