Notícias às 08:44

Túnel de rodovia na Grande São Paulo ganha nome de Gugu Liberato

Post Coronel Telhada sobre tunel Gugu Liberato

Reprodução/Instagram

(Atualizada às 10h30)

O governador João Doria acaba de sancionar o Projeto de Lei que vai homenagear Gugu Liberato, que morreu em novembro de 2019. O nome do apresentador batizará um túnel em construção localizado no Rodoanel Mário Covas, em Ribeirão Pires.

O projeto é de autoria do deputado estadual Coronel Telhada (PSDB), ex-segurança particular de Gugu e sua família durante quase 15 anos.

Em conversa com a reportagem de OFuxico, o deputado estadual Coronel Telhada falou sobre a novidade.

“Quando houve o falecimento do Gugu Liberato em 2019, a primeira coisa que eu pensei em fazer como deputado seria fazer uma homenagem a ele para que ficasse perpetuado na cidade de São Paulo o nome dele. Eu procurei locais e localizei este túnel. Nós fizemos o projeto naquele mesmo ano, ou seja em 2019, e, agora, dois anos depois foi sancionado. Agradeço ao Governador Doria pela sanção do projeto”, afirmou.

O deputado continuou: “A importância do Gugu não só para São Paulo, mas para todo o Brasil é notória. O Gugu, além de ser uma pessoa maravilhosa, ele alavancou a televisão brasileira. Eu vejo a TV brasileira como antes e depois do Gugu. Ele fez parte da vida de milhões de brasileiros. É uma pessoa que merece não só esta homenagem, esta simples e pequenas homenagens, mas muitas outras. Ele não deve ser esquecido.”

INCENTIVO A DOAÇÃO DE ÓRGÃOS E TECIDOS

Recentemente, o deputado estadual Padre Afonso Lobato protocolou, na Assembleia paulista, o projeto de lei n.º 649/2021, que institui a “Semana Estadual Gugu Liberato de Incentivo à Doação de Órgãos e Tecidos”, a ser celebrada anualmente entre 24 e 30 de setembro, passando a integrar o calendário oficial do Estado de São Paulo.Segundo o parlamentar, o nome de Gugu foi uma forma de chamar a atenção para a sua importância, uma vez que o apresentador, morto aos 60 anos vitimado por uma queda em sua residência nos Estados Unidos em 2019, foi um doador de órgãos e serve de exemplo por ser uma personalidade.

De acordo com a Adote (Aliança Brasileira pela Doação de Órgãos e Tecidos), mais de 30% das pessoas que esperam por um transplante de coração, por exemplo, morrem na lista de espera. O transplante de órgãos pode ser feito por doadores vivos ou mortos e, atualmente, mais de 80% dos transplantes são realizados com sucesso.

CAMPANHA GUGU VIVE

João Augusto Liberato, 19 anos, filho mais velho de Gugu Liberato publicou um vídeo nas redes sociais enaltecendo a campanha de doação de órgãos, Gugu Vive, em homenagem ao apresentador que morreu aos 60 anos em 2019.

No vídeo, João falou da importância da conscientização da doação de órgãos.

O estudante contou que foi ele quem assinou a autorização para a realização do procedimento, após a morte do apresentador em novembro de 2019, que sofreu um acidente em sua casa na Flórida, nos Estados Unidos, e não resistiu aos ferimentos.

“Como vocês sabem meu pai nos deixou em novembro de 2019. E deixando uma saudade infinita também deixou um último grande grande exemplo que é a doação de órgãos. Durante a sua vida ele sempre falava sobre essa vontade. E mesmo com muita tristeza em nossos corações eu ainda fiz questão de autorizar os papéis que autorizavam a doação”, disse João Augusto.

As irmãs de João Augusto, Marina e Sofia também gravaram vídeos sobre a Campanha Gugu Vive.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Tempo de Henry Cavil como Superman pode estar chegando a fim
Fãs da MARVEL pedem demissão de atriz antivacinas
Ex-noiva de Lucas Penteado perdoa ator, mas não reata relação