Notícias às 07:00

De um hit só! Veja os nomes que fizeram sucesso com apenas um música

famosos-que-estouraram-com-um-hit-só

Reprodução/Instagram

Algumas músicas são tão boas e viciantes que se tornam inesquecíveis. Pode passar o tempo que for, elas continuarão tocando. No entanto, isso não significa que aqueles que as cantam sigam fazendo muito sucesso também. Diferente de Olivia Rodrigo, que estourou com o single “Driver License” e continuou fazendo muito sucesso nas músicas que vieram depois, muitas vezes, o grupo ou cantor só consegue explodir com um hit, sem conseguir, mais tarde, emplacar nenhuma outra canção.

Veja+: Olivia Rodrigo bate mais um recorde na Billboard Hot 100

Chamados de“one-hit wonders”, expressão em inglês que define aqueles cantores ou bandas que não conseguem ter outros grandes sucessos na carreira, estes são os artistas de uma música só! E temos vários exemplos aqui não só no Brasil, como em vários lugares do mundo.

Pensando nisso, OFuxico separou alguns nomes que estouraram com uma música só! 

Confira!

Grupo Braga Boys, com “Bomba”

Quem nunca arrasou na pista de dança de alguma festa ao som dessa música, que atire a primeira pedra! No verão de 2001, a banda Braga Boys alcançou o topo das paradas com o hit “Bomba”. Naquele ano, a música foi a mais tocada do país e chegou a fazer sucesso até em Portugal. O grupo de axé era formado pelo cantor Mano Moreno e pelos dançarinos Glauber Rizzo e Paulo Roberto Costa, conhecido como Capitão América. Hoje nenhum deles faz mais parte. O ex-vocalista, Mano Moreno abandonou o mundo da música e criou uma empresa de decoração de interiores junto com a esposa. Ele chegou a ficar por três anos no Terra Samba, mas atualmente está afastado dos projetos musicais. 

Cantora Luka com “Tô nem aí”

Luka fez sucesso em 2003, aos 24 anos, quando lançou o hit “Tô Nem Aí”, até hoje escutado por muitas pessoas. A canção entrou para as mais tocadas do Brasil e chegou a ficar em primeiro lugar da parada dance na Alemanha. Porém, não passou disso. Em 2016, já sem o cabelo ruivo, ela fez um desabafo nas redes sociais: “Cansei de viver num país que não tem memória, que não valoriza seus próprios artistas. Cansei de provar meu talento e não ser ouvida. Estou de saco cheio. Eu tenho uma história musical de 20 anos, estourei mundialmente, estudei música desde a minha infância, fiz mais de trinta shows entre Europa, Japão, África e EUA, tenho quatro discos lançados e sou vista ainda como “aquela menina que cantava ‘Tô nem aí’”, lamentou.

Veja+: Luka faz live com seus sucessos

Carly Rae Jepsen com “Call Me Maybe”

Carly Rae Jepsen fez muito sucesso com a música “Call Me Maybe”, que estourou nas rádios em 2012. Mesmo que o hit tenha ficado famoso em vários lugares no mundo, a artista não conseguiu emplacar mais nenhuma de suas canções. Recentemente, a jovem lançou o álbum “Emotion” e, em entrevista ao LA Times, falou da experiência de apostar em um novo projeto: “‘Emotion’ foi meio que uma introdução a minha versão autêntica do que era a música pop. Eu estava ansiosa para compartilhar algo diferente, pois sabia que ‘Call Me Maybe’ não era a única coisa que eu tinha a oferecer”.

Fat Family, com “Jeito Sexy”

“Oh baby, dance, dance, dance; mexendo assim não pare, pare, pare…” Quem é que não curtiu o som do hit “Jeito Sexy”, junto da famosa dancinha do pescoço? No final da década de 90, a banda “Fat Family” conquistou o Brasil com a música e, apesar da canção com levada black music ter ficado por um bom tempo nas paradas de sucesso e do álbum ter vendido um milhão de cópias, os irmãos nunca mais emplacaram um novo sucesso. Mas se engana quem acha que eles pararam de cantar. Atualmente, os membros da “Fat Family” estão investindo no gênero gospel e seguem nos palcos.

Veja+: Filha de Deise, do Fat Family, desabafa sobre doença da mãe

Naldo Benny com “Amor de Chocolate”

É só ouvir “Alto em cima, alto em cima. Em cima, em cima, em cima, em cima” que já dá vontade de pular, né? Pode falar… Em 2012, estourava no Brasil o hit “Amor de Chocolate”, de Naldo Benny. A música fez tanto sucesso que até hoje é tocada em festas no país. Entretanto, mesmo continuando com a sua carreira de cantor, o artista também não conseguiu emplacar mais nenhum hit.

Veja+: Naldo Benny testa positivo para a Covid-19 no SBT

Pollo com “Vagalumes”

Uma música romântica com batidas de rap e uma mistura de estilos, “Vagalumes” estourou no Brasil e ganhou até espaço na novela “Sangue bom”, da rede Globo. O feat do trio Pollo e do cantor Ivo Mozart, lançado em 2012, rendeu milhões de visualizações e serviu como “canção sofrência” para muitos. No entanto, após o sucesso da música, a banda também não embalou em nenhum sucesso. No final de 2013, a banda se separou.

Los del Rio, com “Macarena”

Los del Río é um grupo musical criado em Sevilha, Espanha, e liderado até hoje por Antonio Romero Monge e Rafael Ruíz Perdigones. O grupo alcançou grande sucesso, no ano de 1996, com o hit “Macarena”. A canção chiclete com direito a passinhos coreografados é até hoje tocada em festas de família e formaturas. Quem é que não gosta de dançar em grupo né?

Perlla, com “Tremendo Vacilão”

Anitta dos anos 2000, Perlla fez um grande sucesso com “Tremendo Vacilão”. A canção chegou a ser trilha sonora da novela “Cobras & Lagartos”, da Rede Globo. Depois disso, sem conseguir o mesmo resultado do primeiro álbum, a então Rainha do Funk Melody partiu para a carreira gospel e caiu no esquecimento do grande público. Porém, recentemente ela resolveu deixar o mundo evangélico para trás e voltar a investir no funk.

No entanto, até hoje, é só ouvir “Tirap Tchoron” que já dá vontade de arrasar nas pistas de dança.

As Meninas, com “Xibom Bombom”

A música “Xibom Bombom” estourou em todo o Brasil em 1999. A coreografia também fez grande sucesso. Quem lembra? 

O álbum chegou a vender em torno de 400 mil cópias. Porém, o grupo baiano formado somente por mulheres não sobreviveu à saída da vocalista Carla Cristina, que hoje investe na carreira de apresentadora. Em 2009, depois de algumas trocas de integrantes e sem novas canções, o grupo se desfez definitivamente.

Herva doce

Criada por Renato Ladeira e Marcelo Sussekind, a banda de Hard Rock brasileira lançou o primeiro álbum em 1982, com o hit “Erva Venenosa”, versão de “Poison Ivy”, sucesso do The Coasters. Mais tarde, em 1985, o grupo chegou ao seu auge com “Amante Profissional”, do disco de mesmo nome. Mas parou por aí! Nunca mais eles conseguiram emplacar um hit. Sendo assim, nesse caso, são artistas que estouraram com dois hits só! 

Vanessa Rangel, com “Palpite”

Em 1997, Vanessa Rangel viu sua música “Palpite” virar uma das mais tocadas no Brasil. Isso aconteceu depois que a canção foi escolhida como trilha sonora do casal Nando (Eduardo Moscovis) e Milena (Carolina Ferraz) na famosa novela “Por Amor”, da Rede Globo. “E aí, será que você volta?”. 

Depois do grande sucesso, ela abandonou a carreira de cantora e agora só trabalha como advogada, no Rio de Janeiro.

Manoel Gomes, com “Caneta Azul, Azul Caneta”

Um sucesso um tanto quanto inusitado? Com certeza! Com seu forró tecnobrega, o maranhense Manoel Gomes viu sua vida virar de cabeça para baixo depois de uma música despretensiosa grudar como um chiclete na cabeça dos brasileiros no fim de 2019. “Caneta Azul, Azul Caneta” virou um hit instantâneo e rendeu bons frutos ao músico. 

O vídeo original, publicado no dia 18 de outubro e os versos sobre a caneta perdida por ele viraram meme depois que famosos como Simaria (da dupla com Simone), Tirulipa e Wesley Safadão postaram vídeos cantando a música nas redes sociais. Teve até remix de Alok e cover feito pela cantora Marília Mendonça e Maiara e Maraísa!

Depois do sucesso, Manoel partiu pelo Brasil fazendo turnê em diferentes localidades e encontrando multidões de fãs. Desde então vem colhendo os frutos dos memes que surgiram.

O cantor chegou, inclusive, a organizar uma turnê para a Europa, mas com a pandemia, os seus planos tiveram que ser adiados. O artista já tinha algumas músicas antes do seu sucesso, e lançou mais outras depois que estou com “Caneta Azul, Azul Caneta”, mas nenhuma estourou como esta última.

Rosana, com “O Amor e o Poder”

Rosana será sempre lembrada pelo refrão “Como uma deusa você me mantém”. A música “O Amor e o Poder”, lançada em 1987, fez parte da trilha sonora da novela “Mandala”, da TV Globo, e logo se tornou uma das mais tocadas em todas as rádios do Brasil. Mas, assim como outros artistas, a cantora não conseguiu manter o sucesso.

Ritchie, com “Menina Veneno”

O inglês radicado no Brasil fez grande sucesso nos anos 80 com a musica “Menina Veneno”, que chegou a ganhar versão em espanhol. Com mais de 40 anos de carreira, o cantor e compositor até teve outras canções tocadas nas rádios, como “A Vida Tem Dessas Coisas”, “Pelo Interfone”, “Casanova” e “Voo de Coração”, mas nenhuma atingiu o mesmo sucesso.