Polêmica às 15:20

Paolla Oliveira alfineta seguidor com resposta sobre a vacinação no SUS

paolla oliveira com o cabelo cacheado e blusa preta olhando para o horizonte

(Reprodução: Instagram)

Paolla Oliveira é conhecida e admirada por seu talento e beleza, mas se engana quem acha que a atriz aceita levar desaforo para a casa! Bastante assertiva em seus posicionamentos, a famosa sempre faz questão de esclarecer alguns comentários de seus seguidores, incluindo nisso determinadas críticas. E foi o que aconteceu nesta quinta-feira, 22 de julho, quando, no Twitter, um internauta escreveu um recado bastante sugestivo na foto em que Paolla aparecia recebendo a primeira dose da vacina contra a Covid-19, comemorando a existência do SUS, Sistema Único de Saúde do Brasil.

“Viva o SUS? Engraçado como esse povo que vive com essa lacração, mas só vai no Sírio Libanês.”, declarou o seguidor.

A atriz, por sua vez, não deixou o comentário passar em branco e deu uma resposta bastante completa sobre o assunto, ganhando em minutos milhares de likes com sua “alfinetada”.

Veja+: Dedurou! Filho de Diogo Nogueira entrega romance do cantor com Paolla Oliveira

As vacinas são aplicadas pelo SUS, ou não?! Não só contra covid19, mas de outras doenças, todas as vacinas gratuitas. E sim, pagamos impostos, mas o SUS é uma conquista nossa. Quando eu celebro o SUS, o sistema de saúde que me imunizou, eu celebro por todos. Principalmente por quem não pode pagar um plano ou hospital particular. Você não acha justo que a gente tenha orgulho disso? Que a gente fique feliz pelos outros também? Eu acho. Então eu vou continuar apoiando e defendendo sim, a rede, as melhorias, os projetos, as pesquisas“, começou pontuando Paolla.

“Se tiver uma crítica ao SUS, não venha reclamar pra mim, cobre de políticos e autoridades competentes, @dgmbsb. Mas se ainda não estiver convencido da importância do SUS pro país, pesquise e estude um pouco. Sites sérios, não WhatsApp. Bjs. Saúde. #VIVAOSUS“, completou ela.

É claro que a declaração repercutiu rapidamente na web, com vários seguidores compartilhando os tweets de Paolla, admirando a famosa por seu posicionamento. “Jantou cedo, Paolla”, escreveu uma internauta. “Meu Deus, que vergonha dele”, comentou outro seguidor.

Veja+: Confira o sucesso de Paolla no “Super Dança dos Famosos”

Veja+: Será que é paixão? Tiago Leifert repara algo diferente em Paolla

FELICIDADE AO TOMAR A VACINA

A famosa esbanjou simpatia no momento de sua imunização contra a Covid-19. Na quarta-feira, 21 de julho, a atriz de 39 anos compartilhou cliques do momento em que recebeu a primeira dose da vacina e surgiu estilosa com um look em cores neutras.

“Primeiro passo para um futuro melhor. Primeira dose da vacina contra a Covid-19 aplicada e agora aguardando minha segunda dose, tão (ou mais ainda) importante que essa”, iniciou ela.

Na sequência, a artista deixou um recado muito importante aos seguidores.

É tão urgente que a gente se vacine, que TODOS estejam imunizados o quanto antes. Espere sua vez e aproveite esse presente que é a vida.

Por fim, a famosa elogiou o atendimento do profissional de saúde.

“E Rodrigo, profissional incrível que aplicou minha vacina, obrigada por ser tão querido e atencioso”, contou.

POSIOCIONAMENTO CONTRA O GOVERNO BOLSONARO

Nas redes sociais, Paolla sempre deixa bastante claro seu posicionamento contra o presidente Jair Bolsonaro. Em diversas ocasiões ela já reafirmou ser #EleNão, além de ter criticado Jair durante as passeatas de motocicletas promovidas pelo governante que levaram multidões pelo Rio de Janeiro, criando aglomerações em meio a pandemia de Covid-19. A famosa também constantemente ressalta a importância do uso de máscaras para a proteção contra o vírus, principalmente em momentos que o presidente não cumpre com o uso da norma prescrita pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Em 2020, a atriz questinou em um “tuitaço” dos famosos sobre os depósitos feitos por Fabrício Queiroz na conta da primeira-dama, Michele Bolsonaro, e recentemente também pediu pelo impeachment de Jair, acusando Bolsonaro de genocídio por sua negligência com as milhares de mortes por coronavírus no país.