Redes Sociais às 12:33

Tereza Seiblitz diz que está ‘enjoada’ das falas de André Gonçalves

Tereza Seiblitz e André Gonçalves

Foto: Reprodução/ Instagram @teresaseiblitz e divulgação

A briga pelas pensões atrasadas do ator André Gonçalves ganhou mais um capítulo. Mesmo com prisão decretada e uma dívida de cerca de R$450 mil, o ator passou o réveillon em um hotel de luxo em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. Nas redes sociais, André compartilhou momentos da viagem. No domingo, 09 de janeiro, Tereza Seiblitz se pronunciou sobre o assunto e acusou o ator de ter sido negligente com a criação da filha deles, Manuela Seiblitz, a primogênita do ator.

“O pai nunca foi em uma estreia, não foi em uma reunião da escola. Em algum lugar, e não sei aonde, porque só a Manuela pode saber [como isso a afeta]. Tive um pai muito presente, então não faço ideia do que é não ter um pai que esteja lá, na hora que você precisa afetivamente”, afirmou Teresa em entrevista ao Domingo Espetacular, da Record.

A entrevista, contudo, teve algumas situações na edição que a atriz não gostou. E ela usou os stories do Instagram para se explicar. Em uma das perguntas, sobre o réveillon do ex, a resposta exibida foi a que a atriz havia dado a outro questionamento.

“Não me interessa como ele passou o ano novo, isso não faz parte do meu problema. O problema é o vídeo de 11 mnutos que ele fez, no Instagram da Globo, dizendo que a Manuela quer prender ele há 5 anos, isso é falso”, disse a atriz em sua rede social.

Veja +: Sem receber pensão, filha de André Gonçalves trabalha como modelo

Tereza disse ainda que fica “enojada” com a forma com que ele expôs e acusou as próprias filhas na mídia. Mas, na edição do programa da Record, parecia que ela estava “enojada” por André ter comemorado a vidara do ano.

“A repórter tinha perguntado o que eu tinha achado do vídeo e foi aí que eu falei que tinha focado enjoada e não com a festa de fim de ano. O que é uma festa perto do que ele falou da filha?”, continuou. “Eu entendo a intenção, mas porque colocar minha resposta em outra pergunta? Não entendo a intenção”.

A atriz faz questão ainda de desmentir uma das falas de André, em que afirma que Manuela quer prendê-lo há cinco anos. “Isso é falso, o processo começou em 2009. E a Manu, quando fez 18 anos teve que ficar à frente do processo. É só isso”, esclareceu.

Tereza Seiblitz disse ainda ao ‘Domingo Espetacular” que os problemas com a pensão começaram em 2009. “Ele não pagava sempre. Pagava um período, parava de pagar em outro. Eu estava contratada, enfim, não era um problema”, pontuou.

“Começou a virar um problema quando não estava mais contratada, e ele baixou a pensão. Tentei conversar com ele umas três vezes. Ele foi muito grosso, falou que não queria conversar e mandou um advogado direto”, explicou a atriz.

Veja +: Sem tornozeleira eletrônica, André Gonçalves curte a virada do ano ao lado da mulher, Danielle Winits

PAI CENOGRÁFICO

Em entrevista recente, a mãe de Manuela classificou André Gonçalves como “pai cenográfico”: “Ele é esse tipo de pai que aparece de vez em quando para dar um presente caro. Mas nunca foi a nenhuma reunião da escola. Ele conta a versão dele, e talvez ele acredite nessa história, mas o que ele diz não é real. Qualquer amigo da Manuela sabe (que André é um pai ausente)”.

Ainda segundo Tereza, a relação entre André e a filha, que sempre aconteceu de forma distanciada, piorou em 2017, quando a jovem completou 18 anos e tomou frente nas questões jurídicas sobre a pensão alimentícia, que não é paga pelo pai há mais de dez anos.

De acordo com a atriz, Manuela é agredida verbalmente por André desde então. Nessa época, para que uma ordem de prisão não fosse decretada contra o ator, Manuela aceitou uma proposta de acordo feita pelo pai: ele pagaria R$ 20 mil, além de mil reais mensais durante certo período.

RELEMBRE O CASO

O ator André Gonçalves teve a prisão domiciliar decretada pela Justiça de Santa Catarina em novembro do ano passado. A decisão foi tomada em processo movido por sua ex-mulher, a jornalista e atriz Cynthia Benini. O ator tem uma dívida que hoje está no valor de R$ 350 mil, pelo acúmulo de R$4,5 mil mensais não pagos à menina desde 2017 até 2019. Em julho deste ano, OFuxico noticiou que os bens de André foram penhorados: um carro e uma moto, que estão no nome dele. AJustiça também chegou a bloquear as contas do ator, mas só teriam encontrado R$ 18.

Uma semana após a decisão da Justiça, André se tornou alvo de um novo pedido de prisão pelo mesmo motivo, só que dessa vez tendo a sua filha mais velha como autora da ação. Manuela Seiblitz assumiu o processo que a mãe dela, a atriz Tereza Seiblitz, movia contra o ex na Justiça do Rio por R$ 109 mil referentes a alimentos atrasados.  O processo tramita na 4ª Vara de Família da capital e espera a decisão do juiz.

O ator disse que chegou a pedir um empréstimo no valor de R$ 450 mil para pagar o que deve, mas teve a solicitação negada.

A prisão domiciliar determinada é de 60 dias e Gonçalves será monitorado por uma tornozeleira eletrônica. De acordo com o advogado do ator quando a decisão saiu, Dr. Sylvio Guerra, ele cumprirá a determinação judicial: “Há 5 anos André foi demitido, está desempregado e nesses anos todos os juízes acolheram provas e ponderações de que sem emprego não há como ele arcar com a pensão alimentícia integralmente. Porém, não deixou nunca os filhos desamparados. Toda vez que ele faz um trabalho, paga uma parte, não integral”, disse o advogado na ocasião..

ADVOGADO ABANDONA O CASO

O advogado Sylvio Guerra já não é mais o advogado de defesa de André Gonçalves, nos processos sobre o não pagamento de pensão alimentícia, um movido pela ex Cynthia Benini, mãe de Valentina (18) e Manuela (23), fruto do relacionamento do ator com Tereza Seiblitz.

Amigo pessoal do ator, Sylvio Guerra destacou à reportagem de OFuxico que a amizade continua: “Advoguei para ele gratuitamente, o que foi enfatizado em juízo, dadas as condições dele de desemprego e tenho um carinho enorme pelo André. Foi opção dele levar o caso à análise de outro profissional, então entendo que assim ele preferia, mesmo que eu venha conseguido postergar por tanto tempo a decisão judicial que, em casos como esse, é sempre breve”.

André procurou Sylvio Guerra, pedindo os números dos processos referentes aos casos, para que um outro amigo pudesse tentar reverter as duas causas na justiça. Guerra então entendeu o momento e deixou de defender o ator.

Veja +: André Gonçalves quer recorrer da decisão da prisão domiciliar

PRINICIPAIS NOTÍCIAS
Mulher e filho de Lucas Lucco testam positivo para a Covid-19
Shantal verdelho detalha violência sofrida durante o parto
Ator Bob Saget é encontrado morto em hotel na Flórida

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!