Coronavírus às 10:38

Bolsonaro aparece sem máscara em hospital e dá mau exemplo

Jair Bolsonaro andando em hospital sem máscara

Reprodução/Instagram

O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais, nesta semana, para publicar foto em que apareceu caminhando sem máscara e já sem a sonda nasogástrica, nas dependências do hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Bolsonaro está internado desde quarta-feira, 14 de julho, para tratar obstrução intestinal. 

“Em breve, de volta a campo, se Deus quiser! Muito fizemos, mas ainda temos muito a fazer pelo nosso Brasil! Obrigado pelo apoio e orações. Um forte abraço a todos!”, escreveu o Presidente.

Vira e mexe, Bolsonaro é visto sem o uso da máscara contra a Covid-19. Recentemente, ainda no hospital, ele apareceu ao lado de uma mulher e ambos sem máscara faziam sinal de positivo enquanto posavam para a foto.

Veja+: ‘Seu futuro é o da vergonha e cadeia’, diz Felipe Neto para Bolsonaro

Recentemente, ao comentar a possibilidade da desobrigação do uso de máscara no Brasil, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que “todo mundo sabe que o presidente da República, Jair Bolsonaro, não gosta de máscaras e anda sem o equipamento de proteção individual”. A declaração foi dada durante audiência pública na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

Em setembro do ano passado,  Bolsonaro foi a um churrasco em um piquete gaúcho no meio de Brasília e apareceu em fotos sem máscara ao lado de várias pessoas.

Veja+: Xuxa manda recado aos apoiadores de Bolsonaro

EX-BBB DETONA QUEM DESEJA A MORTE DO PRESIDENTE


Arthur Picoli mandou um recado para os internautas e famosos que desejaram a morte do presidente Jair Bolsonaro, que está internado em São Paulo para investigar uma obstrução intestinal, após ser transferido do Hospital das Forças Armadas, em Brasília.

Em seu Twitter, o ex-bbb escreveu:

“Não concordar com a atual gestão do nosso país é uma coisa, desejar o pior para o presidente já é doentio, deseje saúde pois no momento é o que todos nós queremos e precisamos. Que todos fiquem bem, amigos e família”, escreveu o instrutor de educação física.”

Rapidamente, o tweet acumulou replies e diferentes opiniões de seguidores. Inclusive, o PT, Partido dos Trabalhadores, respondeu a publicação de Picoli:

“Queremos derrotar o Bolsonaro sim, mas na política. Independente das divergências políticas que são enormes, somos humanos.“

Recentemente, Felipe Neto também dividiu opiniões na internet ao direcionar para o presidente as palavras que ele mesmo alegou anteriormente em relação às vítimas da pandemia de Covid-19 no Brasil, tratando como “mimimi” milhares de estados graves de saúde.