Notícias às 07:30

Antônia Fontenelle revela destino de cachê de ensaio nu

Antonia Fontenelle de roupa vermelha, séria

Foto: Divulgação

Publicado em julho de 2013 na extinta revista Playboy, o primeiro ensaio nu de Antônia Fontenelle rendeu a ela um cachê de R$ 400 mil. Antes de aceitar posar como veio ao mundo, a atriz pediu permissão ao filho, que tinha 18 anos na época, e ao ex-sogro, pai de Marcos Paulo, que havia falecido apenas sete meses antes. A artista fazia parte do elenco da novela “Balacobaco”, da Record e reforçou que aceitou a proposta exclusivamente por dinheiro.

“Duran (J. R. Duran, fotógrafo) me ligou e me convidou. Ele disse que ia negociar o cachê. Eu disse: ‘Duran, vamos, pois a novela está acabando e estou dura, não tenho onde cair morta. Mas tem duas pessoas que eu preciso pedir autorização’”, contou ela ao participar do programa “Cara a Tapa”, no YouYube.

“Cheguei em casa, falei com meu filho, ele tinha 18 anos, expliquei que eu estava dura e ele pediu só para que eu o mandasse para estudar no Canadá. Então liguei para o Vicente (ex-sogro, pai de Marcos Paulo) e ele disse ‘deve, vai, não deixe essa oportunidade passar’. Liguei para o Duran e topei. Eu só fiz por isso, por causa de dinheiro”, completou a loira. 

Antônia Fontenelle destacou ainda que pediu para não usarem Photoshop em suas fotos

Veja +: Confira a cobertura de luxo onde Antônia morou com Marcos Paulo

FALTA D’ÁGUA, NUNCA MAIS!

Nascida em Brasília, no Distrito Federal, Antônia cresceu entre os municípios de Luís Correia e Parnaíba, ambos no Piauí. E foi lá que investiu o valor do cachê, inicialmente. A apresentadora contou que resolveu usar parte do valor para ajudar os pais, que vivem no Nordeste, e enfrentavam problemas com a falta d’água.

“Quando botei a perere** de fora na Playboy, primeira providência foi colocar dois poços artesianos. Cada um custou 30 mil reais. Água cristalina. Onde meus pais moram e ao redor, ninguém mais passa sede, não tem mais vaca caindo de sede lá. Coisa que qualquer prefeitura pode fazer, mas preferem trocar voto por um caminhão pipa”, contou Fontenelle.

Veja +: Antônia Fontenelle foi condenada em processo movido por Felipe Neto

FIM DA BRIGA JUDICIAL COM LUCIANA GIMENEZ

No início do ano, Luciana Gimenez entrou com uma ação judicial contra a youtuber depois de ter sido chamada de “mulher de programa” pelo senador Jorge Kajuru durante uma entrevista para a loira. Contudo, em agosto, a processada convocou o cabeleireiro para testemunhar a seu favor.

Recentemente, a apresentadora da Rede TV! decidiu seguir em frente e encerrar a briga judicial contra Antônia Fontenelle. A apresentadora depositou o valor de R$ 1.312 referente às custas e honorários advocatícios do processo.

Em abril deste ano, o juiz Valentino Aparecido de Andrade julgou improcedente o pedido de indenização por danos morais e condenou Luciana a pagar dez por cento dos honorários. Diante disso, a artista poderia ter recorrido, mas preferiu pagar o valor pedido e cessar a guerra.

Veja +: Antônia Fontenelle sugeriu que Bolsonaro expulsasse Anitta do país

“Condeno a autora no reembolso à ré do que esta despendeu com a taxa judiciária e despesas processuais, com atualização monetária desde o respectivo desembolso. Condeno a autora também em honorários de advogado, estes fixados em dez por cento sobre o valor atribuído à causa, devidamente corrigido”, dizia a sentença.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

A Fazenda 13: Peões fazem revelações sobre a vida sexual
Marcos Palmeira grava ‘Pantanal’ e faz alerta sobre o meio ambiente
A Fazenda 13: Erasmo Viana investiu fortuna para evitar crise após o reality
MasterChef Brasil: Ronnie Von apresenta duelo de chás
Pocah dá início a projeto acústico