Notícias às 12:00

Benedito Ruy Barbosa, sobre Juma : ‘Tinha escolhido a Vanessa Giácomo’

Reprodução/Instagram

Estão adiantados os trabalhos de produção para o remake de ‘Pantanal’, novela que pretende repetir o sucesso estrondoso da primeira versão, em 1990, exibida na extinta TV Manchete. Agora na Globo, a trama adaptada por Bruno Luperi, neto de Benedito Ruy Barbosa, autor original da história, não terá a menor ingerência do veterano.

Ele contou que enquanto o neto trabalha com afinco na história, permanece recluso em seu sítio. Bem-humorado, o novelista brincou com sua condição atual.

“Estou exercendo minha vocação, que é ser vagabundo”, disse em entrevista ao jornal O Globo.

Veja+: Renato Góes protagonizará remake de “Pantanal”

A trama que foi protagonizada com maestria por Cristiana Oliveira, terá a personagem principal, Juma Marruá, vivida pela jovem Alanis Guillen, estrela de “Malhação”. Benedito Ruy Barbosa havia feito uma escolha especial para o papel, mas não teve sucesso.

“Juma Marruá é uma das melhores personagens femininas que escrevi. Tinha indicado a Vanessa Giácomo, mas a Globo decidiu fazer com outra atriz (Alanis Guillen). Confio na escolha deles”, disse.

Veja+: Dira Paes pedirá ‘benção’ de Jussara Freire em remake de Pantanal

Cazarré confirmado

Juliano Cazarré foi escalado para “Pantanal” para fazer o peão Alcides no remake da trama de 1990. Na versão original exibidana extinta TV Manchete, o personagem foi interpretado por Ângelo Antônio.

Na trama, o peão chegava ao Pantanal para trabalhar na fazenda de José Leôncio (Cláudio Marzo), que nesta releitura será de Marcos Palmeira. Bronco, sem meias palavras e estourado, o peão logo se indispõe com Joventino, personagem que foi de Marcos Winter e ainda sem um ator definitivo no remake, filho do fazendeiro.