Notícias às 19:00

Britney Spears se nega a fazer avaliação médica para sair da tutela

Britney Spears

Reprodução/Instagram

Britney Spears não quer passar por nenhuma avaliação sobre sua saúde mental. Aparentemente, o pai da estrela está exigindo isso na corte para poder liberá-la de sua tutela.

Segundo uma fonte contou à revista People, a cantora ‘se recusou oficialmente a honrar quaisquer pedidos ou exigências de avaliações de saúde mental antes de receber alívio de sua tutela.

Veja+: Avaliação médica deve decidir futuro da tutela de Britney Spears

“Ela está citando na corte ‘falta de confiança nos médicos'”, indica.

Porém a cantora não quer trocar de médicos ou ser avaliada por um novo grupo de especialistas, pois acha que eles poderiam prejudicar sua tutela.

Até o momento, Spears não tem um diagnóstico de saúde mental divulgado ao público e seus registros médicos estão lacrados.

Veja+: Madonna manda mensagem de apoio para Britney Spears: ‘Vamos te tirar dessa prisão’

No passado, surgiram vários rumores sobre sua saúde mental, desde que sofria de esquizofrenia à transtorno bipolar, mas nada nunca foi confirmado.

O pai da cantora recentemente se negou a abrir seu registro médico, dizendo que isso poderia prejudicar a carreira da filha.

Luta pelo fim da tutela

A luta por sua liberdade não termina. Embora Britney Spears tenha solicitado em sua audiência virtual no dia 23 de junho o fim de sua tutela, a cantora, que está sem advogado, ainda não deu entrada nos documentos na corte com sua petição.

Segundo a revista People, ela estaria sujeita a uma avaliação médica solicitada por seu pai Jamie Spears.

Britney Spears abalou o mundo quando falou perante um juiz para conceder sua liberdade e não estar mais legalmente sujeita à tutela do pai, que cuida de seus negócios e vida pessoal desde seu colapso em 2008.

Veja+: Pai de Britney Spears teria a chamado de ‘gorda vadia’

Uma fonte disse à publicação que Spears está reticente com essa avaliação psiquiátrica, pois ela ‘suspeita’ dos médicos encarregados de seu caso:

“Ela não confia muito nos médicos com quem trabalhou até agora”, disse o informante. “Ela sente que (os médicos) falharam com ela”, explicou.

O pai da cantora, Jamie Spears, que também é um dos tutores de sua filha há 13 anos, disse por meio de seus advogados que a celebridade sempre teve o direito de solicitar o cancelamento da tutela.

Ele também pediu para que as acusações da cantora sejam investigadas.

Enquanto Britney decide se pede ao tribunal o fim da guarda ou não, a popstar e os representantes de sua custódia terão uma audiência em 14 de julho:

“Britney está acompanhando tudo de perto. Ela espera que haja grandes mudanças.” , afirma.