Notícias às 10:30

Felipe Neto processará influenciadores que o acusam de crime

Reprodução / Instagram

Felipe Neto usou seu Twitter para anunciar que ele e o irmão, o também youtuber Luccas Neto, começarão a processar influenciadores digitais que associarem seus nomes a crimes na internet. 

O famoso decidiu envolver uma equipe jurídica para mover ações contra quem promove linchamento virtual e espalha fake news sobre eles, principalmente por estarem sendo acusados de pedofilia recentemente. 

Diante disso, Felipe Neto falou que essas pessoas terão de provar o que dizem na Justiça. 

"Todos os influenciadores, blogueiros e tuiteiros de extrema-direita que estão associando a minha imagem e do meu irmão a qualquer assunto relacionado à pedofilia, terão a oportunidade de provar isso na Justiça. Estamos abrindo diversos processos contra essas personalidades", escreveu. 

Um caso, inclusive, já foi ganho pelos irmãos. Um advogado precisou apagar nove tweets que havia feito sobre Felipe Neto com informações falsas e responderá civil e criminalmente por isso. 

"Acabamos de receber sentença do juiz dando 24h para um advogado criminal da extrema direita, olavista fanático, apagar NOVE tweets que fez contra mim, em função de fake-news. Agora vai responder civil e criminalmente pelo que fez", contou. 

 

 

 

Cobrando Neymar

Após a morte de George Floyd em Chicago, nos Estados Unidos, que se deu por um policial branco que imobilizou o homem negro no chão com o joelho apertando seu pescoço e asfixiando-o, uma onda de protestos dominou o país e se estendeu por todo o mundo, principalmente na internet. 

As pessoas começaram a se manifestar e mostrar repúdio à violência policial, principalmente contra pessoas negras, e iniciaram um movimento anti racismo, com hashtags como Vidas Negras Importam.  

Felipe Neto, que vem se mostrando cada vez mais engajado politicamente, resolveu comentar sobre o assunto e, em meio a seus tweets, acabou alfinetando Neymar

O youtuber tirou print de diversas postagens do jogador, que não se manifestou sobre o que está acontecendo no mundo, e cobrou um posicionamento dele. 

"Vidas negras importam. Mas nem todo mundo se importa", escreveu Felipe Neto.

Os internautas se dividiram diante da postagem. Uns apoiaram a atitude do influenciador digital, outros criticaram e disseram que ele não deveria cobrar nada, pois não concordam com um homem branco cobrando a manifestação de um homem negro sobre o racismo. 

Felipe Neto aceitou que foi equivocado em sua postagem e resolveu apagá-la, justificando-se logo em seguida e dizendo que sempre que errar, vai se corrigir publicamente sem problema algum.

"Apaguei o tweet sobre o silêncio do Neymar após mensagens de integrantes do movimento negro mostrando que um branco não deve cobrar de um negro sobre pautas racistas. De fato, não é meu papel cobrar o Neymar sobre isso. Vou seguir tentando ajudar, aprendendo e corrigindo quando errar. Isso não muda o fato de eu condenar o silêncio do jogador, que é, disparado, o maior influenciador digital brasileiro no mundo, mas que se silencia a respeito de quase todas as pautas humanitárias e sociais que assolam seu país de origem e se espalham pelo planeta. Contudo, entendi que o papel de cobrar posicionamento do Neymar acerca de pautas que envolvem o racismo não cabe a um branco. Continuarei cobrando quando o assunto for Amazônia, fascismo e opressão, coisas que ele sempre se manteve calado. Sigamos em frente", escreveu.