Notícias às 10:50

Filho de Sinéad O’Connor, de 17 anos, é encontrado morto

Filho de Sinéad O'Connor é encontrado morto

Reprodução Instagram @oconnor.sinead

Shane O’ Connor, filho de 17 anos da cantora Sinéad O’Connor, foi encontrado morto na cidade de Wicklow, na Irlanda, dois dias após ser dado como desaparecido. As informações são do The Daily Mail. Pelo Twitter, a artista disse que o filho “decidiu encerrar sua luta terrena”. A cantora também teria ameaçado o hospital onde o filho esteve internado tratando depressão. Shane, que era filho da cantora com o ex-companheiro, o cantor de folk Donald Lunny, tinha pensamentos suicidas.

“Meu lindo filho Nevi’im Nesta Ali Shane O’Connor, luz da minha vida, decidiu encerrar sua luta terrena hoje e agora está com Deus”, escreveu a cantora nas redes. “Que ele descanse em paz e ninguém siga seu exemplo. Meu bebê, eu te amo muito. Por favor, fique em paz”.

No dia do desaparecimento do filho, Sinéad O’Connor escreveu a seguinte mensagem nas redes. “Sua vida é preciosa. Deus não criou aquele lindo sorriso em seus olhos à toa. Meu mundo vai entrar em colapso sem você” e continuou: “Você é meu coração. Por favor, não pare de bater, não se machuque”.

Além de Shane, Sinéad O’Connor é mãe de Jake Reynols Rosin Waters e Yeshua Bonadio. Em 2018, a cantora mudou seu nome para Shuhada Davitt depois de se converter ao Islamismo em 2018. No final da década de 1980, Sinéad ganhou grandes repercussão ao lançar a música “Nothing Compares 2 U.”

NOVO ÁLBUM

Em junho do ano passado, a cantora anunciou o lançamento de um novo álbum, seu primeiro material depois de oito anos de ausência. Ela vai lançar o álbum “No Veteran Dies Alone” no começo de 2022. Sinead compartilhou alguns detalhes do novo trabalho, revelando que terá sete músicas.

O CD será produzido pelo músico David Holmes – que anteriormente trabalhou sua mágica nos álbuns do Primal Scream e Noel Gallagher. Ele também juntou a grande voz irlandesa à sua grande coleção. A data de lançamento exata e as músicas ainda serão reveladas, de acordo com Sinéad.

O álbum surgiu depois da cantora de 54 anos admitir recentemente que tinha sentimentos divididos sobre a possibilidade de se aposentar.

Sinéad, que desde setembro de 2020 estuda para cuidar de pacientes terminais, justificou que estava dividida entre não querer desapontar seus fãs e querer o que é melhor para si mesma, e para sua própria felicidade.

“Parte de mim realmente quer se aposentar e a outra parte, para ser honesta, não quer desapontar as pessoas. Mas sabe, é por isso que Amy Winehouse está morta”, concluiu.

PRINCIPAIS NOTÍCIAS:
Ex-BBB Lumena problematiza lubrificante de Carla Diaz
Virginia radicaliza com novo corte de cabelo. Veja!
Regina Duarte diz que montagem de Bolsonaro com Jesus é verdadeira e web detona

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!