Notícias às 06:00

Irmã de Britney Spears recebe ameaças por não ajudar a cantora

Jamie Lynn Spears

Jamie Lynn Spears vem recebendo ameaças por não ajudar Britney Spears (Reprodução/Instagram)

A irmã de Britney Spears, Jamie Lynn Spears, revelou esta semana que tem recebido ameaças e abusos online desde que a cantora expôs seus problemas com sua tutela, em uma audiência virtual em junho passado.

A atriz de 30 anos teve que se defender contra os trolls que a acusaram de não fazer o suficiente para ajudar sua irmã mais velha, depois que a estrela pop falou no tribunal sobre o suposto tratamento ‘abusivo’ nas mãos de seu pai Jamie Spears e da equipe de tutela.

Jamie Lynn é o único membro da família de Britney que não está em sua folha de pagamento.

Veja+: Tutora de Britney Spears quebra o silêncio e desmente a cantora

Embora ela não receba um salário, a ex-estrela de Zoey 101 ainda tem algum envolvimento nos assuntos financeiros de Britney.

Em agosto do ano passado, foi revelado que em 2018 Jamie Lynn foi nomeada curadora do fundo milionário da cantora. Esse fundo foi estabelecido por Britney em 2004 ‘para proteger sua vasta fortuna e prover o futuro financeiro de seus filhos’.

Os documentos apontam que Britney é a única beneficiária desse fundo em vida, mas após sua morte, Jamie Lynn Spears erá a encarregada de distribuir seu dinheiro para seus filhos Sean Preston e Jayden James, de seu falido casamento com Kevin Federline.

Veja+: Iggy Azalea faz revelação bombástica sobre pai de Britney Spears

Salário familiar

Segundo o jornal New York Times relatou, quase toda a família da intérprete aparece em sua folha de pagamento mensal: o pai de Britney, Jamie, de 68 anos, ganha US$ 16.000 (R$ 82 mil) por mês mais US$ 2.000 (R$ 10.200) mensais para o aluguel de um escritório por ser o co-conservador das finanças de sua filha.

Não foi relatado quanto a mãe de Britney, Lynne, de 66 anos, e o irmão Bryan, de 44, recebem por mês da cantora, no entanto, uma exposição publicada no fim de semana revelou que isso já causou tensão entre Spears e seus familiares.

“Jamie, Lynne e o irmão de Spears, Bryan, passaram todos anos na folha de pagamento de Britney e, como amigos que falaram com ela na época, ela estava cada vez mais ressentida com os esforços deles para influenciá-la”.

Em seu depoimento de 23 de junho, Britney admitiu que ‘só quer [sua] vida de volta’ enquanto falava no tribunal em uma tentativa de encerrar sua tutela.

Ela também reclamou de ser forçada a trabalhar, apesar de ser considerada inadequada para administrar seus próprios negócios, e de ter que continuar pagando as pessoas que administram sua tutela.