Notícias às 17:50

Rafaella Santos posa de forma extremamente estilosa em Paris

Reprodução/Instagram

Rafaella Santos é uma das musas mais conhecidas do Brasil, sempre parando a internet com suas publicações estonteantes.

Trabalhando como modelo, a irmã de Neymar Jr sempre viaja a trabalho, não sendo diferente nesta quarta-feira (07).

Por meio de seu perfil no Instagram, ela posou de maneira extremamente estilosa nas ruas de Paris, utilizando um look de tirar o fôlego.

A base da roupa se tratava de um vestido preto, tendo um colete grande na cor caramelo por cima e tênis branco fechando, além de boina preta e óculos escuros para completar.

Rafaella Santos desabafa sobre ataques sofridos por Neymar
Rafaella Santos revela sonho em ser mãe: 'Quero três filhos'

Rafaella Santos passa por cirurgia em São Paulo

O inicio de março de Rafaella Santos foi agitado. No dia 04, a irmã de Neymar vinha sendo foi alvo de boatos de que teria ficado noiva de Gabigol, seu ex-namorado.

Isso depois que fotos do jogador do Flamengo embarcando num jatinho com uma morena, em Minas Gerais, circularam na web e muita gente jurou de pés juntos que era ela.

A irmã de Neymar negou e provou que era mentira ao afirmar que estava internada.

“Eu estou no hospital, inclusive. Operando o apêndice. Esse jatinho não é da minha família”, disse ela ao colunista Leo Dias.

A influenciadora digital foi submetida à cirurgia no sábado (06), em um hospital em São Paulo.

À reportagem de OFuxico, a assessoria de Rafaella não deu detalhes sobre seu estado de saúde.

Entenda a cirurgia

Dor abdominal intensa, piora da dor quando se alimenta, enjoos, vômitos e febre, são sintomas clássicos da apendicite. Mas pode ocorrer sintomas mais brandos. A cirurgia, conhecida como apendicectomia, é o tratamento utilizado em caso de inflamação do apêndice e é feita sempre que se confirma a apendicite pelo médico, através do exame clínico e uma ultrassonografia ou tomografia do abdômen.

A cirurgia para apendicite costuma ser feita nas primeiras 24 horas após o diagnóstico da doença, de forma a evitar complicações desta inflamação, como apendicite supurada ou infecção generalizada do abdômen.

É feita com anestesia geral e dura entre 30 a 60 minutos, podendo ser feita por laparoscopia, na qual o apêndice é removido através de 3 pequenos cortes de 1 cm, por meio dos quais são introduzidos uma pequena câmera e os instrumentos cirúrgicos; ou a tradicional, em que é feito um corte com cerca de 5 cm no abdômen do lado direito, necessitando de uma maior manipulação da região, o que torna a recuperação mais lenta e deixando uma cicatriz mais visível. Normalmente é utilizada sempre que o apêndice se encontra muito dilatado ou rompido.