Notícias às 09:00

Rainha Elizabeth II tinha outros planos para Meghan Markle

Reprodução/Instagram

O historiador britânico e escritor Robert Lacey, autor do novo livro sobre a realeza chamado Batalha de Irmãos, que aborda os problemas que sempre existiram entre os Príncipes William e Harry, revelou alguns planos que a Rainha Elizabeth II tinha para o neto e a Duquesa Meghan

Uma das intenções da Rainha era enviá-los por um ano para morar na África, como forma de acalmar as tensões no Palácio Real. A monarca inglesa elaborou um plano especial para o Príncipe Harry e Meghan Markle, porque ela teve dificuldade em conceder-lhes um papel adequado ao perfil moderno do casal. 

Dadas as origens étnicas da atriz, foi uma ocasião histórica para a realeza inglesa estar aberta à diversidade, segundo Lacey: "Foi um desafio profundo, com enormes implicações", assegura o escritor de 76 anos. "Da mesma forma, o casal representou uma oportunidade única de aproximar a monarquia das pessoas, de todas as classes e culturas." 

Para esse plano, Elizabeth II apelou à melancolia ao relembrar seus dias em Malta com o príncipe Philip, entre 1949 e 1951. Um período marcado pela tranquilidade, longe das exigências da realeza. 

Como a rainha sabia que Harry e a duquesa aspiravam a uma vida mais simples, ela considerou enviá-los para a cidade de Joanesburgo, na África do Sul, como representantes da monarquia. 

Os Duques estiveram na África em 2019, e foi justamente aí, de acordo com Lacey, que nasceu a ideia de levar uma vida longe do Palácio de Buckingham. 

Reencontro

 

Os Príncipes Harry e William se reuniram para emitir uma declaração conjunta quase seis meses depois de Harry ter feito seu último compromisso público no Reino Unido como membro da realeza. Eles foram 'forçados' a se juntar mais uma vez para anunciar uma nova estátua de sua mãe, a princesa Diana, que será inaugurada em seu aniversário de 60 anos, dia 1 de julho de 2021. 

Diana morreu tragicamente em um acidente de carro em Paris em 1997, aos 36 anos de idade, quando William e Harry tinham apenas 15 e 12 anos, respectivamente. 

A nova estátua foi encomendada em 2017 para marcar o 20º aniversário de sua morte, mas a instalação foi adiada devido à pandemia do coronavírus. 

Agora ela será revelada nos jardins do palácio de Kensington, mesmo lugar onde Harry e Meghan anunciaram seu noivado há alguns anos, no dia 1º de julho de 2021. 

William e Harry disseram em sua declaração: "Nossa mãe tocou muitas vidas. Esperamos que a estátua ajude todos aqueles que visitam o Palácio de Kensington a refletirem sobre sua vida e seu legado." 

William e Harry supostamente não se falaram por dois meses após a decisão do duque e da duquesa de Sussex de deixarem de ser membros-sênios da realeza, algo que o herdeiro do trono não gostou.

Príncipe Harry quer se tornar cidadão americano
Duques de Sussex se enfurecem após boatos de reality show
De novo! Duques de Sussex dizem não ao Natal na Inglaterra