Notícias às 11:18

Regina Case emociona ao mostrar filho falando de racismo

regina-casé-e-roque

Reprodução/Instagram

Regina Casé emocionou os seguidores ao mostrar um registro do seu filho, Roque, de seis anos, assistindo a reportagem de um casal branco, no Leblon, Rio de Janeiro, que acusou Matheus Ribeiro, um jovem negro, de roubar uma bicicleta elétrica, mesmo ele provando que a bike era sua. No Instagram, a atriz fez uma breve reflexão sobre o ocorrido e arrancou lágrimas da web ao expor o olhar de tristeza do herdeiro assistindo a matéria.

“Assim como a população do Brasil, metade na nossa família é preta. E a bicicleta de todos os meus meninos pretos é “de branco”… Já que a bicicleta deles é tipo essa aí, considerada de branco, devo proibir eles de saírem de bicicleta?

Veja+: Regina Casé comemora vacinação da filha contra covid-19

Apesar de criar meu filho com toda consciência, tento que ele não veja diariamente essas barbaridades na TV. Mas é que ele entrou na correria, super animado pedindo para eu colar figurinhas, parou…Prestou atenção na matéria, ficou hipnotizado e se identificou imediatamente com o @matheus_arpex. Matheus, receba todo nosso amor e indignação”, escreveu ela na legenda do post.

No vídeo, Regina pergunta ao pequeno o que ele achou da reportagem e ele dispara: “Eu acho que isso se chama racismo…Porque ele tinha muita grana, era professor de surf. Ele comprou aquela bicicleta e eles acusaram só porque ele era engro. Então, isso é racismo”. A atriz, então, perguntou ao Roque se ele acredita que essa situação pode acontecer com ele. 

Veja+: Regina Casé faz homenagem especial para mãe de Paulo Gustavo

“Sim. Eu tinha um cabelo igualzinho ao dele, sou preto e também tenho bicicleta”, finalizou.

Nos comentários, os seguidores da artista lamentaram o evento e criticaram o racismo estrutural. “Vibrando com o olhar do Roque! É isso”, escreveu Thiaguinho. “É muito duro ver o nosso filho ter que lidar tão cedo com os preconceitos tão arraigados na nossa sociedade. Seu olhar de tristeza me revolta, me entristece, me envergonha. Que bom que na tela ele viu o #matheusarpex , um menino bonito e altivo, dando o bom exemplo”, comentou outro. “Roque, eu te amo”, se declarou Preta Gil.

Entenda o caso

Matheus Ribeiro foi abordado por um casal no último sábado (12), no Leblon, bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro que tem um dos metros quadrados mais caros do Brasil.  O instrutor de surfe, que é negro e morador da Maré, na Zona Norte da capital, estava com sua bicicleta elétrica e narrou nas redes sociais a tentativa do casal de incriminá-lo pelo suposto roubo do veículo.

“Na tarde de ontem, dia dos namorados, eu estava esperando minha namorada em frente ao Shopping Leblon quando, do nada, me aparecem esses dois jovens com as seguintes frases: ‘Você pegou essa bicicleta ali agora, não foi?’, ‘É sim, essa bicicleta é minha’, replicou a jovem moça”.

Matheus conta que ainda mostrou fotos antigas no celular e chave para provar ao casal que a bicicleta era sua. Sem acreditar, o jovem que acusou o rapaz negro se aproximou para conferir se o cadeado da bicicleta estava aberto.

“Só consegui provar que a bicicleta é minha quando, sem minha autorização, o lindo rapaz pega o cadeado da minha bicicleta e tenta abrir. Frustrado com sua tentativa, ele diz que não me acusou. Afinal, o rapaz só estava perguntando”, ironizou Matheus, no relato.

“Acabaram de roubar a bicicleta dela, é igualzinha. Desculpa, desculpa. Eu não te acusei, só estou te perguntando”, respondeu o jovem que acusava Matheus. O instrutor de surfe, então, pediu ao casal para ir embora. “Vai embora, que eu não tenho nada para vocês”.

“Um preto numa bike elétrica? No Leblon? ‘Só podia ser, eu acabei de perder a minha, foi ele’. Eles não conseguem entender como vocês está ali sem ter roubado deles, não importa o quanto você prove. Ela não tem ideia de quem levou sua bicicleta, mas a primeira coisa que vem à sua cabeça é que algum neguinho levou”, desabafou Matheus.