Notícias às 10:57

Tarcísio Meira e Paulo José podem virar nome de rua e praça

Tarcísio Meira e Paulo José, sorridentes

Foto: Reprodução

A morte de Paulo José, na quarta-feira 11 de agosto, e a de Tarcísio Meira, na quinta-feira, 12, levou o nome dos dois artistas à câmara de vereadores do Rio de Janeiro e de São Paulo.

No Rio, o vereador Jorge Felippe (DEM) apresentou dois projetos de lei em homenagem aos atores. Com os projetos aprovados, dois logradouros públicos da capital poderão receber os nomes dos artistas, uma homenagem pela contribuição de ambos à cultura nacional.

“Seus trabalhos foram marcantes e merecem ficar eternizados”, disse Jorge Felippe.

Os projetos ainda votados pelos vereadores cariocas no Plenário da Câmara Municipal.

Veja+: Tarcisinho presta homenagem ao pai, Tarcísio Meira

Em São Paulo, o vereador Thammy Miranda apresentou na sexta-feira, 13 de agosto, uma proposta de lei (PL) sugerindo que a Praça Franklin Roosevelt, na Bela Vista, passe a se chamar Praça Tarcísio Meira.

Entre as justificativas está o fato de que a praça tem o nome de um presidente dos Estados Unidos e que tal nome foi escolhido no auge da ditadura militar no Brasil. Antes, se chamava Praça da Consolação.

Thammy ainda destaca na justificativa que o local abriga vários teatros e seria mais do que justo reverenciar o artista neste ambiente. 

DUAS GRANDES PERDAS

Paulo José morreu em 11 de agosto, aos 84 anos, em decorrência de uma pneumonia. O artista descobriu seu dom na dança, quando ainda estava na escola. Anos mais tarde, iniciou no teatro amador em Porto Alegre. No início dos anos 60, Paulo se mudou para São Paulo e trabalhou no Teatro Arena.

Veja+: Miguel Falabella faz homenagens emocionantes a Tarcísio Meira e Paulo José

Sua estreia na Globo foi em 1969, na novela ‘Véu de Noiva’, de Janete Clair. Ao longo de mais de 60 anos de carreira, Paulo José atuou em mais de 20 novelas e minisséries.

Ele deixou a esposa e quatro filhos: Ana, Bel e Clara Kutner, de seu relacionamento com a falecida atriz Dina Sfat, além Paulo Henrique Caruso.

Tarcísio Meira, que perdeu a batalha contra a Covid-19 na última quinta-feira, 12 de agosto, estava internado tratando da doença desde o dia 06  no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Sua esposa, Glória Menezes, segue internada com a doença no mesmo hospital, mas com sintomas leves.

Veja+: Ary Fontoura sobre Tarcísio Meira: “Estou em choque”

JUNTOS EM CENA E NO CÉU

Paulo José Tarcísio Meira  atuaram juntos nas novelas “O Homem Que Deve Morrer”, em 1971, “O Tempo e o Vento”, em 1985, “Roda de Fogo”, em 1986, e em “Um Anjo Caiu do Céu”, em 2001. Nesta última, interpretaram grandes rivais. A cena final dos personagens voltou a comover a web pelas frases ditas por eles:

“Um dia nos veremos no céu”, disse Alceu, vivido por Paulo José.

Veja+: Reveja a cena comovente de Tarcísio Meira e Paulo José que viralizou

“Mais perto do que você pensa”, respondeu João Medeiros, vivido por Tarcísio Meira.

Na trama, João Medeiros (Tarcísio Meira) descobre que é pai de Cuca (Débora Falabella), fruto de uma relação extraconjugal com a cunhada Laila (Christiane Torloni). Alceu (Paulo José), que era casado com Laila, descobre a verdade sobre a paternidade de Cuca e expulsa a jovem de casa. Depois disso, desiste dos negócios, da esposa, de tudo e some. No decorrer da trama, reaparece como uma figura enigmática e extremamente perigosa, mas que encontra seu caminho de luz no fim.