Notícias às 10:00

Tom Hanks acha que o cinema vai sobreviver à pandemia

Reprodução/Instagram

Muitos atores estão preocupados com a indústria do cinema por conta da pandemia do coronavírus. Tom Hanks é um deles, porém, ele acredita que os cinemas devem sobreviver à essa crise. 

Segundo o site Collider, o ator está feliz de que as pessoas tenham acesso a plataformas como Netflix, Prime Video, e outras, para verem as novas produções que estão chegando. 

O ator está promovendo atualmente seu novo filme News of the World, que foi lançado no dia de Natal, e disse acreditar que os cinemas sobreviverão  'com certeza' depois de um ano em que a indústria do cinema foi tão afetada. 

Em declarações ao Collider, o ator de Forrest Gump disse: "'Os cinemas ainda existirão?' Com certeza, sim. De certa forma, acho que os expositores – assim que estiverem abertos – terão a liberdade de escolher os filmes que exibirão (…) os grandes eventos cinematográficos vão governar o dia nos cinemas. News of the World pode ser o último filme adulto sobre pessoas dizendo coisas interessantes que vão passar em uma tela grande em algum lugar, porque depois disso, para garantir que as pessoas apareçam novamente, teremos o Universo Marvel e todos os tipos de franquias", explicou. 

A estrela acrescentou que filmes de franquia de grande orçamento são feitos para o cinema, enquanto filmes menores podem ser facilmente adaptados para serviços de streaming. 

"Você quer vê-los [filmes de franquia] na telona, porque assisti-los em casa no sofá pode realmente diminuí-los de alguma forma em seu impacto visual", justificou. 

Tom Hanks e sua esposa Rita Wilson foram as primeiras celebridades americanas importantes a contraírem a COVID-19, quando estavam na Austrália. 

Em News of the World, Hanks interpretar um veterano da Guerra Civil que concorda em entregar uma menina, levada pelo povo Kiowa anos atrás, para sua tia e tio, contra sua vontade. Eles viajam centenas de quilômetros e enfrentam graves perigos enquanto procuram um lugar que possa chamar de lar. 

O longa pode ser visto na Netflix. 

Sem privilégios

 

Tom Hanks e sua esposa Rita Wilson foram as primeiras celebridades a anunciarem em março passado que estavam com coronavírus, no momento em que as notícias sobre a doença estavam ganhando força. 

E agora a estrela de Forrest Gump de 64 anos, anunciou sua decisão e de sua esposa de esperarem para receber a vacina da COVID-19, depois de circular a notícia de que eles seriam os primeiros famosos a receberem a dose. 

Em conversa com a apresentadora Savannah Guthrie, Hanks comentou: "Vamos tomar depois que todos aqueles que precisam tomarem", afirmou, negando que vão usar seu status de celebridade para conseguir a vacina antes. 

Olhando para sua terrível experiência com o coronavírus, ele disse que foram os 10 dias difíceis mais difíceis que viveu, mas se alegra por ele e Wilson não terem contagiado ninguém. 

"Isso não é só para as pessoas não pegarem a doença, mas também para não infectarem os outros, caso seja uma pessoa assintomática", justificou Hanks.