Polêmica às 08:44

Preso, Bruno Krupp é acusado de estupro, por modelo: “É um infeliz”

Fotomontagem de Priscila Trindade com Bruno Krupp, ambos olhando para a câmera
Fotomontagem: Reprodução Instagram @pritrindadev e @bruno_krupp

Ao saber sobre a prisão de Bruno Krupp, que atropelou e matou uma adolescente, no Rio de Janeiro, a modelo Priscila Trindade decidiu expor um fato triste ocorrido com ela. Segundo a moça, ela foi estuprada pelo rapaz.

“Quem me conhece sabe que vivi o mesmo a anos atrás com ele e não soube o que fazer. Acabou que, após encontrar várias vezes com ele e ele me pedir desculpas, acabei perdoando e achando que ele estava ‘melhorando’. Acreditei que tivesse sido uma situação a parte”, escreveu.

Leia+: Vídeo mostra Bruno Krupp em alta velocidade antes de acidente de moto

Priscila Trindade fala de estupro causado por Bruno Trupp
Reprodução Instagram @pritrindadev

Priscilla afirma que Krupp estava alterado por conta de bebidas alcoólicas quando abusou dela, depois de uma festa. ”Ele chegou bêbado às 6h da manhã e me pegou à força. Eu falei várias vezes para ele parar e ele literalmente me forçou, forçou mesmo. Depois de muito relutar, eu cedi e foi horrível, me senti um objeto.”

Priscila Trindade narra que Bruno Krupp tinha bebido muito
Reprodução Instagram @pritrindadev

A modelo relata ainda que não pediu socorro, pois acordaria a família, que dormia em sua casa e que Bruno tentou gravar a situação com um celular.

“Era muito constrangedor porque se eu gritasse iria acordar a casa inteira e não tive coragem de ter uma atitude mais drástica. No meio da situação, ele pegou o celular e ainda tentou me gravar sem roupa na cama dele. Eu fiquei chateada, mas ele falava tanta coisa idiota que eu só pensava em ir embora.”

“Eu espero que esse infeliz fique muitos anos preso, porque ele não merece viver em sociedade”, finalizou.

Priscila Trindade deseja que Bruno Krupp fique preso
Reprodução Instagram @pritrindadev

NÃO SUPEROU

Priscilla Trindade contou em seu desabafo, nas redes sociais, que não superou totalmente o fato traumatizante.
“Fica aqui o meu pedido para as meninas que passaram por situações parecidas, que relatem também. Se eu soubesse que já havia denúncia contra ele, eu teria feito com certeza. Me dói pensar isso, mas talvez esse menino estivesse vivo ainda se esse bos.. tivesse sido exposto por aqui, porque tenho certeza que isso deve ter acontecido com muitas outras mulheres”, disse.

ATROPELAMENTO E MORTE

O modelo Bruno Krupp, que se tornou conhecido pelo breve romance com Sarah Poncio, se envolveu em um grave acidente no final de semana, que resultou na morte de um jovem no posto 3, na Barra da Tijuca.

Leia+: No hospital, Bruno Krupp se pronuncia sobre acidente pela primeira vez

De acordo com informações do perfil Caso de Família, não há informações sobre Bruno estar alcoolizado ou não no momento do acidente, mas o adolescente de 16 anos chegou a perder a perna e foi levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo uma pessoa próxima a Bruno, o modelo está internado cm suspeita de fratura nas vértebras C5 e C6, chegando a não sentir as pernas depois do acidente. Ele também teria sido encaminhado para o Hospital Lourenço Jorge e transferido posteriormente para um hospital particular, onde vem realizando exames para saber a gravidade da lesão.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil confirmou o fato e emitiu uma nota oficial sobre a ocorrência.

“O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca) inicialmente como lesão corporal na direção de veículo automotor, mas com a mrte da vítima será investigado como homcídio culposo na direção de veículo automotor. A perícia foi realizada no local e a motocicleta foi apreendida. O condutor da moto está hospitalizado e será ouvido assim que receber alta médica. De acordo com os agentes, ele não tem habilitação. As investigações estão em andamento para esclarecimento de todos os fatos”, diz a nota.

A Polícia Militar também enviou um comunicado sobre o acidente.

“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, na noite de sábado (30/07), equipe do 31°BPM (Recreio dos Bandeirantes) foi acionada para verificar uma ocorrência de acidente de trânsito com vítima na Avenida Lúcio Costa, na Barra da Tijuca. No local, os policiais foram informados que um homem foi atropelado por uma motocicleta e socorrido ao Hospital Municipal Lourenço Jorge. O condutor foi socorrido para a mesma unidade de saúde. A ocorrência foi encaminhada à 16ª DP”.

O OFuxico tentou entrar em contato com a assessoria de Bruno Krupp, mas não obteve sucesso até então.

PRISÃO

O modelo Bruno Krupp foi preso na manhã de quarta-feira, 03 de agosto, pela morte do adolescente João Gabriel Cardim Guimarães, no último sábado, 30 de julho. Bruno estava em um hospital no Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro, apesar de ter recebido alta do Lourenço Jorge ainda no domingo, 31 de julho. As informações são do G1.

A Justiça do Rio de Janeiro expediu um mandado de prisão contra o modelo, que responde por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. Vale lembrar que Bruno não tinha habilitação de moto e pilotava em alta velocidade, quando atropelou Gabriel.

No acidente brutal, Gabriel teve uma das pernas arrancadas no momento do choque com a motocicleta. Tanto ele como Bruno foram levados ao hospital, mas o adolescente não resistiu aos ferimentos.

Na decisão da juíza Maria Isabel Pena Pieranti, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, divulgada pelo jornal O Globo, ela afirmou que deixar Bruno em liberdade “comprometeria a ordem pública”, já que ele não é um “novato nas sendas do crime”.

É importante ressaltar que, no pedido de prisão de Bruno Krupp, que foi feito pelo delegado Aloysio Berardo Falcão de Paula Lopes, do 16ª DP da Barra da Tijuca, já tem outras passagens pela polícia por estupro e estelionato.

Vale lembrar que inicialmente Bruno era investigado por lesão corporal culposa, quando não há intenção de matar, mas, após a morte do adolescente, o registro de ocorrência será aditado para homicídio doloso, já que a vítima morreu e Bruno estava em alta velocidade e não tinha habilitação para pilotar a moto.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas das principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!